1. We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.
    Fechar Aviso

Uso de tintura de Iodo 2% e de Iodopolvidona para sanitização

Discussão em 'Sanitização' iniciado por Krishna, 20/9/16.

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

  1. 20/9/16 #1

    Krishna

    Krishna

    Krishna

    Well-Known Member

    Afiliado:
    18/9/16
    Mensagens:
    390
    Curtidas Recebidas:
    78
    Fala Galera!

    Ia fazer minha primeira brassagem esse fim de semana mas acabou não rolando. Acho que foi até bom, porque tinha ainda algumas dúvidas. Amanhã devo retomar os trabalhos e ver se faço nosso néctar na parte da manhã. Dai resolvi pedir socorro a vocês, rs.

    Minha dúvida é a seguinte: pesquisei muito na internet e aqui e não achei nada realmente conclusivo sobre o uso da tintura de iodo e da Iodopovidona (ou polividona) para a sanitização.

    Sei que muitos vão pensar ou querer dizer (como fizeram em outros tópicos aqui): poxa, só comprar o iodofor (ou similar) em algum lugar, e tal outro lugar vende, e é mais econômico e tal tal tal... Mas não é essa a questão que estou querendo elucidar, e sim se esses dois compostos podem ser utilizados de fato em substituição ao Iodofor e similares. Acho que isso tem importância pra nosso conhecimento cervejeiro, não é?

    Então, vi que as formulas são diferentes. Vi também, em posts aqui e pela internet, certa tendência a admitir o uso do Iodopovidona na sanitização, mas quase nada sobre a tintura. Aqui tem dois ou três tópicos que falam ou tocam no assunto sobre isso, e eu li e reli eles. Vejam por exemplo o post do walterjardim no topo da página. Aqui.

    http://www.homebrewtalk.com.br/showthread.php?t=403263&page=2

    Li em outro tópico aqui, que não achei agora, que alguém dizia que, no aperto, usava tintura de iodo 2%... Aliás, preferi até abri um tópico novo do que reabri os que já tinham, para que a gente possa concentrar as possíveis informações num único lugar.

    Mas então, há alguma informação mais efetiva sobre o uso dos compostos Iodopovidona e tintura de iodo na sanitização de nossos equipamentos?

    É isso ai. Abraço galera.
     
  2. 20/9/16 #2

    Guenther

    Guenther

    Guenther

    Administrador Moderador Admin

    Afiliado:
    23/4/13
    Mensagens:
    3,828
    Curtidas Recebidas:
    3,232
    A parte importante da solução, é o iodo livre, independente de ser tintura, de ser iodofor, etc.

    Ou seja, fazendo uma solução que tenha no geral entre 12 e 25 PPM (MG/L) de iodo livre.... pronto. Os outros produtos adicionados normalmente são para diluir melhor, agir como detergente, etc.

    Eu por exemplo anulo totalmente o resto que vem junto pois diluo o iodofor em alcool 70, então ele se comporta como se fosse alcool puro. Se deixar como original, ele se "comporta" como um detergente, pois é mais grosso, gera espuma (o que ajuda na limpeza) tem tensoativos, etc).

    Abraço,
     
    Krishna curtiu isso.
  3. 28/11/16 #3

    Krishna

    Krishna

    Krishna

    Well-Known Member

    Afiliado:
    18/9/16
    Mensagens:
    390
    Curtidas Recebidas:
    78
    Opa pessoal!

    To voltando aqui ao meu tópico pra dizer o quanto estou satisfeito com o iodopolvidona. Não manjo de química o suficiente pra tecer dados técnicos do produto, mas quero deixar minha impressão da prática de uso dele.

    Ajudei numas brassagens de um amigo, na casa dele. Ele usa idodofor. Vi aquela espumada que o iodofor provoca. Até lembrei dessa dica do Guenther sobre diluir no álccol. É uma dica muito útil. Mas lembrei que o iodopolvidona não tem isso, não dá nenhuma espuma e praticamente não mancha os equipamentos.

    Comprei o que tenho aqui em uma farmácia, da marca Riodeine com 100ml e paguei 5 conto. Comparado com o iodofor, sai mais caro, porque o iodopolvidona normalmente tem 1% de iodo ativo, enquanto o idofor tem uns 2,5% normalmente. Mas quando der compro um litro do iodopolvidona, que vai ficar bem em conta. Vi na internet que vendem 21 reais o litro.

    No mais é isso. O tópico era só pra dar essa dica e abrir discussão.

    Abração.
     
  4. 28/11/16 #4

    cgfischer

    cgfischer

    cgfischer

    Well-Known Member

    Afiliado:
    22/6/15
    Mensagens:
    389
    Curtidas Recebidas:
    133
    @Guenther, vou me meter no assunto agora, mas qual a razão de utilizar o iodophor com álcool 70?
    Seria aumentar o poder de sanitização? Seria para evitar a geração de espuma? Seria para melhorar a secagem (evaporação)?
    Tudo isso? Ou nada disso? Hehe.
    Abraço.
     
  5. 28/11/16 #5

    Guenther

    Guenther

    Guenther

    Administrador Moderador Admin

    Afiliado:
    23/4/13
    Mensagens:
    3,828
    Curtidas Recebidas:
    3,232
    1) O álcool inibe a geração de espuma, e eu particularmente não gosto dela.
    2) O álcool é bom pra limpar coisas, então eu particularmente gosto disso porque muito frequentemente eu quero limpar minha bancada dentre outras coisas, e a presença de álcool torna a solução muito efetiva pra isso.
    3) O álcool faz o iodofor não manchar as coisas.
    4) O álcool solubiliza melhor o iodo tornando melhor a permeabilidade dele nas células (não tenho bibliografia disso, mas foi o Dr Carlos Henrique da Dr. Yeast que me disse)

    Obs 1: eu particularmente uso pelos 3 primeiros motivos, o 4 é um brinde.
    Obs 2: por mais que álcool 70 seja um sanitizante médio comparado ao iodo, é meio lógico na minha cabeça que não deixa de ser mais um sanitizante atuando junto, só que de sua própria maneira, matando as células de forma diferente.

    Abraço,
     
  6. 28/11/16 #6

    Krishna

    Krishna

    Krishna

    Well-Known Member

    Afiliado:
    18/9/16
    Mensagens:
    390
    Curtidas Recebidas:
    78
    Interessante mesmo contar com o poderio e associação benéfica dos dois, Guenther. Imaginava boa parte dos benefícios.

    So pra constar, não estou desmerecendo sua dica. Quiz mesmo expor minha experiencia.

    Tendo a te dizer que vou acabar misturando os dois... hehehe.
     
  7. 12/12/16 #7

    brunojws

    brunojws

    brunojws

    Well-Known Member

    Afiliado:
    2/5/16
    Mensagens:
    98
    Curtidas Recebidas:
    25
    A diferença entre a tintura de iodo e a iodopovidona, é que a tintura é feita com iodo metálico e álcool (iodo metálico é insolúvel em água) e a iodopovidona é uma molécula que tem o iodo na sua composição, fazendo com que ela seja solúvel em água.
    Se fizer a solução com tintura de iodo + água, o iodo vai precipitar e vai voltar a ser iodo metálico (pó) e não vai funcionar como antisseptico. Provavelmente vai parar no fundo do recipiente.
    A iodopovidona é soluvel tanto em água como em álcool.
     
    Krishna e xykomarcal curtiram isso.
  8. 13/12/16 #8

    xykomarcal

    xykomarcal

    xykomarcal

    Well-Known Member

    Afiliado:
    4/11/15
    Mensagens:
    135
    Curtidas Recebidas:
    52
    Para quem não sabe, o álcool 70% iodado era a solução de escolha para enxague das mãos e desinfecção de campo operatório em procedimentos cirúrgicos invasivos, antes de existir a iodopovidona.

    Como agente de desinfecção, o álcool iodado bastante eficaz e de rápida ação. Muito mais do que as soluções aquosas em geral.

    A iododopovidona (PVPI) pode ser encontrada na forma de solução degermante (com sabão) ou tópica (sem sabão).

    O PVPI é tão eficaz quanto ao álcool iodado, porém é inativado na presença de matéria orgânica, e tem custo um pouco maior.

    Como podemos unir a propriedade de ambas soluções, diluimos o PVPI ao invés da tintura de iodo, no álcool 70%, numa solução a 1% (para antisepsia cirúrgica).

    Como estamos falando em sanitização, a concentração da solução é menor - 12-25 ppm iodo livre. Mas com certeza é mais eficaz a soluçaõ alcoólica do que a aquosa.

    Abs
     
  9. 13/12/16 #9

    Krishna

    Krishna

    Krishna

    Well-Known Member

    Afiliado:
    18/9/16
    Mensagens:
    390
    Curtidas Recebidas:
    78
    Muito boas as observações, brunojws e xykomarcal! Duas aulas.

    Desde de que comecei minhas brassagens, fiquei incomodado com o fato dos cervejeiros não terem concentrados informações sobre os compostos de iodo. Por isso iniciei esse tópico.

    brunojws, então não é recomendado o uso da tintura, né? Bom saber.

    Uma questão, xykomarcal, como se dá essa inativação em presença de matéria orgânica? Porque, em se tratando de fermentação, estamos o tempo inteiro mexendo coisas orgânicas...
     
    xykomarcal curtiu isso.
  10. 13/12/16 #10

    brunojws

    brunojws

    brunojws

    Well-Known Member

    Afiliado:
    2/5/16
    Mensagens:
    98
    Curtidas Recebidas:
    25
    O uso da tintura pode ser feito, mas sempre lembrando que ela deve ser solubilizada em álcool, nunca em água. Em álcool 70 pode ser feito também.
    Tudo depende do uso que vc vai fazer do iodo.
    Se for fazer solução aquosa, usa PVPI. Se for fazer em álcool, PVPI ou tintura.
    Quanto à inativação por matéria orgânica do PVPI, ela acontece com um contato prolongado. Como nós usamos só pra higienização, o contato geralmente é feito em recipientes previamente limpos e por tempo curto.
    Só lembra de fazer a solução no máximo a 15ppm pra sanitização, que pode ser usado sem enxague posterior. Tanto pras garrafas, quanto pro fermentador, é só deixar escorrer bem.
    Pros utensilios (colher, termometro, etc) pode usar um pouco mais concentrada sem problemas.
    :mug:
     
  11. 13/12/16 #11

    brunojws

    brunojws

    brunojws

    Well-Known Member

    Afiliado:
    2/5/16
    Mensagens:
    98
    Curtidas Recebidas:
    25
    Quando vou engarrafar minhas levas, eu faço a assepsia das mãos com álcool iodado, pra garantir que não vou contaminar nada.
    Ja que o contato com mangueiras, torneiras, tampinhas, garrafas é bastante constante e o risco de contaminação aumenta.
     
    xykomarcal e Krishna curtiram isso.
  12. 13/12/16 #12

    xykomarcal

    xykomarcal

    xykomarcal

    Well-Known Member

    Afiliado:
    4/11/15
    Mensagens:
    135
    Curtidas Recebidas:
    52
    @Krishna,

    Essa característica de inativação do PVPI na presença de matéria orgânica se deve à reatividade do princípio ativo. O PVPI age promovendo oxidação da matéria orgânica e portanto mata os microorganismos susceptíveis por oxidação da parede celular. Contudo esse é um processo que "consome" o processo ativo (iodo). Tanto que o efeito residual das soluções iodadas é menor do que de outros antissépticos.

    Com relação ao utilizarmos o iodo ou qualquer outro desinfetante/sanitizante não tem problema nenhum, desde que seja observada a concentração, tempo de exposição, e o efeito residual do produto indicado para aquela finalidade.

    Na sanitização cervejeira, queremos a inibição de agentes estranhos que possam competir com nossas leveduras ou ainda nos fazer mal. Isso implica literalmente em "matá-los" dos recipientes de fermentação/envase, antes de adicionarmos nosso mosto/cerva.

    Nenhum mistério até aí. O problema é: Como fazer isso numa situação alimentícia, sem ser tóxico para nós ou para nossas leveduras?

    Daí as propriedades das soluções iodadas que em baixas concentrações conseguem um grande efeito bactericida com pequeno efeito residual.

    Diferente de outros produtos, que talvez possam até ser mais efetivos, mas tem um efeito residual grande interferindo no sabor ou toxidez.

    Cheers
     
    Krishna curtiu isso.
  13. 14/12/16 #13

    eduardo_301

    eduardo_301

    eduardo_301

    New Member

    Afiliado:
    18/11/16
    Mensagens:
    4
    Curtidas Recebidas:
    0
    Guenther demais essa dica!! Jamais pensei em diluir o iodofor no alcool, mas os motivos 1 e 3 são o sonho de qualquer cervejeiro hahaha, acabar com aquela maldita espuma e não manchar as coisas, perfeito.

    Pergunta: a proporção de diluição seria da mesma maneira que com água - 12,5ppm ? Seria aproximadamente os 1ml x L que costumeiramente utilizo?
    Obrigado!
     
  14. 14/12/16 #14

    Krishna

    Krishna

    Krishna

    Well-Known Member

    Afiliado:
    18/9/16
    Mensagens:
    390
    Curtidas Recebidas:
    78
    Eduardo, mas o 1 e o 3 você consegue usando a iodopolividona! São exatamente as vantagens que percebi no uso do composto.

    Tem uma coisa. Não sei se procede, mas tem algo que percebi no uso dele, e que não falei nos posts anteriores. Tenho a impressão de que a volatilidade do iodo é maior nesse composto. Quer dizer, nem sei se a volatilidade, talvez seja a inativação, porque mesmo em um frasco fechado, como no pulverizador, coisa de algumas horas, a solução com iodopolividona perde a cor alaranjada.
     
  15. 14/12/16 #15

    Guenther

    Guenther

    Guenther

    Administrador Moderador Admin

    Afiliado:
    23/4/13
    Mensagens:
    3,828
    Curtidas Recebidas:
    3,232
    Sim, igual.
     
  16. 14/12/16 #16

    rabello

    rabello

    rabello

    Well-Known Member

    Afiliado:
    12/10/14
    Mensagens:
    187
    Curtidas Recebidas:
    39
    @guenther,
    considerando alcool 70?

    Enviado de meu LG-D625 usando Tapatalk
     
  17. 15/12/16 #17

    fabioramones

    fabioramones

    fabioramones

    Active Member

    Afiliado:
    23/9/15
    Mensagens:
    32
    Curtidas Recebidas:
    3
    @guenther, o iodofor diluído em água perde sua eficácia mais ou menos quando guardado por uma semana. Se não me engano li em um tópico aqui do fórum, corrijam-me se estiver errado.

    Essa diluição em álcool 70 tem um prazo de validade extendido? Sabe dizer por quanto tempo?
     
  18. 29/4/17 #18

    aloysblume

    aloysblume

    aloysblume

    New Member

    Afiliado:
    29/4/17
    Mensagens:
    4
    Curtidas Recebidas:
    0
    Bom dia galera, eu uso PVPI 10% encontrado em qualquer farmacia.
    Diluicao 1 ml por litro agua. Que da 0,010%
     
  19. 23/6/18 #19

    Fabricio

    Fabricio

    Fabricio

    Active Member

    Afiliado:
    20/6/18
    Mensagens:
    38
    Curtidas Recebidas:
    11
    Localização:
    Paraty
    Olá pessoal! Já me apresentei no tópico adequado, mas como é minha primeira mensagem, vou repetir o básico, me chamo Fabricio, e estou iniciando no mundo da cerveja artesanal. Após ler bastante, optei pelo método Biab, e estou aguardando os equipamentos chegarem para fazer minha primeira leva de 10 litros.
    Ressuscitando o tópico, mais alguém com experiência no uso do PVPI? Estou com bastante dificuldades para achar o Biofor/Iodophor aqui na região onde moro. Mas o PVPI é fácil, achei vários com 10% de PVPI, equivalente a 1% de iodo ativo (informações do rótulo). Então, usando a calculadora http://www.condadodacerveja.com.br/calculos-cervejeiros/ seria 18,75 ml para 15 litros de água. Minha intenção é sanitizar as garrafas por imersão, e se pudesse usar o PVPI seria muito mais fácil. Já li várias opiniões, mas ninguém é decisivo, do tipo "pode usar" ou "não, não pode usar".
    Obrigado desde já.
     
  20. 23/6/18 #20

    mvforce

    mvforce

    mvforce

    Member

    Afiliado:
    22/10/17
    Mensagens:
    19
    Curtidas Recebidas:
    11
    Então, importe é tu não ficar paranoico com essa história de sanitização. Dá pra usar tintura de iodo tranquilamente. Só calcular a quantidade de iodo por litro. Com o tempo, só pela coloração tu já saberá a quantidade correta.
     
    Fabricio curtiu isso.

Compartilhe esta Página