• We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.

Sanitização das garrafas com água fervente

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

tiefensee

Well-Known Member
Afiliado
13/10/14
Mensagens
883
Eu estava pensando em fazer uma mesa com tábuas, e furar ela com serra copo com um diametro que passe o bico da garrafa mas não passe o corpo. O problema é, que não é meu caso, quando o cara for envasar muitas garrafas, mais de 150, vai faltar espaço! HASDUIHASD
Acho que o que tu ta pensando é mais ou menos isso né?
secador garrafas.jpg
Se sim, pra mim funciona legal. Como moro em apartamento e minha cozinha é pequena, fiz no limite do que cabia na minha pia, que comporta 24 garrafas. Se necessário, posso fazer outro com mais 24 para ficar do outro lado, mas para o tamanho das minhas levas por enquanto tá ok!

a única dica que eu dou é utilizar um material que não vai reagir com a água e criar microorganismos. Madeira pra isso não é legal, sem contar que se não for uma madeira mais nobre / tratada, vai infiltrar água e estragar o material.
No meu caso, utilizei uma chapa em PVC e coloquei base de metal...
 

tiefensee

Well-Known Member
Afiliado
13/10/14
Mensagens
883

Locha_RS

Active Member
Afiliado
27/1/14
Mensagens
39
Pessoal, já li, re-li este tópico sobre sanitizar com iodofor as garrafas. Depois disso, achei bem prático mesmo e comecei a utilizar o método, antes usava o peracético.
Só que depois que comecei a utilizar o iodofor, não sei se foi coincidência, mas todas as minhas levas começaram a aparecer um gosto meio que metálico depois da cerveja pronta, um gosto final estranho, parecendo metálico mesmo. E isso não dava antes, quando usava peracético.
Usei o recomendado, 1ml/litro, uso o vinator para borrifar a garrafa por completa e deixo escorrendo em uma árvore antes de envasar.

Será que pode ser o iodofor que está realmente dando este gosto na cerveja? Pois noto que antes de envasar, ela está com gosto normal, isso parece que está ocorrendo dentro da garrafa durante o priming.

Detalhe, eu aplico a solução de iodofor na garrafa, deixo escorrer por uns 10/15 minutos e faço o envase. Muitas vezes a garrafa ainda está úmida com a solução. Pode ser isso? Tem que deixar secar a garrafa por completo?
 

deko

Well-Known Member
Afiliado
27/9/13
Mensagens
117
Olha creio que não é o iodo que está dando este gosto metalico, mas tenta enxaguar, eu uso até mais concentrado e nunca senti gosto metalico, acho que isso vem de alguma outra coisa, já vi por aí que pode ser hidrólise de lipidios em maltes velho e mal armazenado ou das panelas quem sabe. Abraço.
 

vsertori

Well-Known Member
Afiliado
11/8/14
Mensagens
82
Também uso nessa proporção e nunca tive problemas. Nao creio que seja o iodofor...
 

Locha_RS

Active Member
Afiliado
27/1/14
Mensagens
39
Pois é, estou tentando verificar outras hipóteses também. Pelo que eu vi o gosto metálico pode ser oxidação, contaminação ou até oxidação por aeração do mosto quente, antes da fervura por exemplo. Mas o estranho é que este gosto metálico está aparecendo apenas depois da cerveja engarrafada e carbonatada com priming. Depois de fermentada e maturada, o sabor está perfeito, o problema parece estar sendo após o envase.

Se alguém tiver uma dica, agradeceria...
 

vsertori

Well-Known Member
Afiliado
11/8/14
Mensagens
82
@Locha_RS como vc está fazendo o engarrafamento? Teoricamente o período de carbonatacao não seria suficiente para mostrar um sinal tão aparente de oxidação
 

Locha_RS

Active Member
Afiliado
27/1/14
Mensagens
39
Retiro o mosto do fermentador/maturador para um balde e uso aquela vávlula "comum" para encher as garrafas. Neste processo não há quase nenhuma oxigenação do mosto. O priming eu faço garrafa por garrafa com açucar.
 

AntonioMartins

Well-Known Member
Afiliado
5/5/14
Mensagens
754
Pessoal, já li, re-li este tópico sobre sanitizar com iodofor as garrafas. Depois disso, achei bem prático mesmo e comecei a utilizar o método, antes usava o peracético.
Só que depois que comecei a utilizar o iodofor, não sei se foi coincidência, mas todas as minhas levas começaram a aparecer um gosto meio que metálico depois da cerveja pronta, um gosto final estranho, parecendo metálico mesmo. E isso não dava antes, quando usava peracético.
Usei o recomendado, 1ml/litro, uso o vinator para borrifar a garrafa por completa e deixo escorrendo em uma árvore antes de envasar.

Detalhe, eu aplico a solução de iodofor na garrafa, deixo escorrer por uns 10/15 minutos e faço o envase. Muitas vezes a garrafa ainda está úmida com a solução. Pode ser isso? Tem que deixar secar a garrafa por completo?
Teve uma leva minha que ficou um gosto estranho depois de engarrafar, mas não foi em todas as garrafas (identifiquei o gosto estranho em cerca de 60% ou 70% das garrafas).

Eu acho que o gosto foi por causa do Iodophor.

Mas não era gosto metálico não, era gosto e cheiro leve de iodo.

Quando a gente esvazia a garrafa cheia de Iodophor, sempre fica uma espuma dentro, que demora muito para escorrer. O que eu faço é borrifar álcool 70º dentro da garrafa para ajudar a escorrer.

Isso aconteceu em uma leva só, onde acho que não escorri as garrafas com cuidado suficiente, e como disse antes, o gosto era de Iodo mesmo, não lembrava em nada gosto metálico.
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Teve uma leva minha que ficou um gosto estranho depois de engarrafar, mas não foi em todas as garrafas (identifiquei o gosto estranho em cerca de 60% ou 70% das garrafas).

Eu acho que o gosto foi por causa do Iodophor.

Mas não era gosto metálico não, era gosto e cheiro leve de iodo.

Quando a gente esvazia a garrafa cheia de Iodophor, sempre fica uma espuma dentro, que demora muito para escorrer. O que eu faço é borrifar álcool 70º dentro da garrafa para ajudar a escorrer.

Isso aconteceu em uma leva só, onde acho que não escorri as garrafas com cuidado suficiente, e como disse antes, o gosto era de Iodo mesmo, não lembrava em nada gosto metálico.
Praticamente impossível, a não ser que esteja usando uma concentração absurda de Iodofor, quase puro.

De outra forma, milhares de cervejeiros que engarrafam com iodofor a vida inteira aqui e nos EUA também teriam problemas. :)
 

jonnes

Well-Known Member
Afiliado
23/10/14
Mensagens
276
Praticamente impossível, a não ser que esteja usando uma concentração absurda de Iodofor, quase puro.

De outra forma, milhares de cervejeiros que engarrafam com iodofor a vida inteira aqui e nos EUA também teriam problemas. :)

Qual sanitizante você recomenda? Álcool 70 ou iodofor? No caso de eu utilizar o Álcool, necessito diluir em água??
 

mateusinfo

Well-Known Member
Afiliado
15/4/14
Mensagens
142
Qual sanitizante você recomenda? Álcool 70 ou iodofor? No caso de eu utilizar o Álcool, necessito diluir em água??
Na minha opinião o sanitizante perfeito é 1 litro de álcool 70 com 1 ml de iodofor a 2%.

O álcool não deixa o iodo gerar espuma e faz tudo secar mais rápido, uma escorrida rápida e pronto.

Só não uso nas tampinhas por medo de ressecar as borrachas, nas tampas vai iodophor com água mesmo.

Até agora 5 brassagens e nenhuma contaminação.
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Na minha opinião o sanitizante perfeito é 1 litro de álcool 70 com 1 ml de iodofor a 2%.

O álcool não deixa o iodo gerar espuma e faz tudo secar mais rápido, uma escorrida rápida e pronto.

Só não uso nas tampinhas por medo de ressecar as borrachas, nas tampas vai iodophor com água mesmo.

Até agora 5 brassagens e nenhuma contaminação.
Concordo plenamente, mas nas últimas eu tenho usado só Iodofor com diluição de 1ml por litro.

Sinceramente, tão importante quanto à sanitização é a limpeza da garrafa.... por isso só uso garrafas novas, ou usadas por mim mesmo, pois quando eu tomo uma cerveja, já lavo imediatamente, borrifo sanitizante, e deixo escorrendo..... sendo que depois lavo e sanitizo novamente antes do uso. Isso garante a limpeza completa sem precisar usar nenhum tipo de escova.

Abraço,
 

jonnes

Well-Known Member
Afiliado
23/10/14
Mensagens
276
Concordo plenamente, mas nas últimas eu tenho usado só Iodofor com diluição de 1ml por litro.

Sinceramente, tão importante quanto à sanitização é a limpeza da garrafa.... por isso só uso garrafas novas, ou usadas por mim mesmo, pois quando eu tomo uma cerveja, já lavo imediatamente, borrifo sanitizante, e deixo escorrendo..... sendo que depois lavo e sanitizo novamente antes do uso. Isso garante a limpeza completa sem precisar usar nenhum tipo de escova.

Abraço,
proporção de 1 ml de iodofor diluido em 1 litro d'água? Não usas o álcool também?
 

grupis

Well-Known Member
Afiliado
10/6/13
Mensagens
251
Guenther, eu também sempre lavo a garrafa imediatamente após o uso. Mas as vezes, e principalmente quando pego uma que tá envasada há bastante tempo, fica uma mancha no fundo, o que parece ser uma "craca". Não acontece contigo? O que tu faz, descarta? Se eu deixo de molho no detergente clorado, sai tudo. Mas também já envasei em garrafas com essa "mancha" e nunca contaminou. Quale a dessa mancha?
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Guenther, eu também sempre lavo a garrafa imediatamente após o uso. Mas as vezes, e principalmente quando pego uma que tá envasada há bastante tempo, fica uma mancha no fundo, o que parece ser uma "craca". Não acontece contigo? O que tu faz, descarta? Se eu deixo de molho no detergente clorado, sai tudo. Mas também já envasei em garrafas com essa "mancha" e nunca contaminou. Quale a dessa mancha?
Seria resto de fermento mesmo. Cara, comigo eu nunca notei, e sempre inspeciono o fundo após lavar, MAS.... tem uma coisa: eu nem me lembro a última vez que fiz primming... engarrafo tudo por contra-pressão, então a quantidade de borra de fermento é praticamente zero.

Abraço,
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
proporção de 1 ml de iodofor diluido em 1 litro d'água? Não usas o álcool também?
Às vezes sim, às vezes não.... e quando colocava álcool 70 nem era 70 mesmo, era só pela questão da evaporação e matar a espuma, já que álcool 70 tem poder médio de sanitização, e o iodo é muito mais efetivo, ou seja, usar ou não o álcool não faz realmente diferença.

Ultimamente, pra sanitizar garrafas, não tenho usado álcool na mistura. Em outras sanitizações uso, mas coloco na mistura porque o álcool é ótimo pra limpar coisas, então uso principalmente porque posso limpar superfícies e sanitizar ao mesmo tempo.

Abraço,
 

Tiago

Well-Known Member
Moderador
Moderator
Afiliado
11/6/13
Mensagens
3,043
Às vezes sim, às vezes não.... e quando colocava álcool 70 nem era 70 mesmo, era só pela questão da evaporação e matar a espuma, já que álcool 70 tem poder médio de sanitização, e o iodo é muito mais efetivo, ou seja, usar ou não o álcool não faz realmente diferença.

Ultimamente, pra sanitizar garrafas, não tenho usado álcool na mistura. Em outras sanitizações uso, mas coloco na mistura porque o álcool é ótimo pra limpar coisas, então uso principalmente porque posso limpar superfícies e sanitizar ao mesmo tempo.

Abraço,
Oi Guenther,

Por que o iodofor seria muito mais efetivo do que o alcool 70? Ele até consegue eliminar alguns esporos bacterianos (o q o alcool nao consegue) mas precisa de muitas horas de contato pra isso... ou seja, da forma que usamos também seria nível médio, que é perfeitamente suficiente.

A minha oposição seria somente por causa que sei que tem muita gente que gosta e se sente mais a vontade usando alcool 70%. Já fui um desses também, sem nunca ter problemas de contaminação. Hoje sou adepto do iodofor que é bem mais barato e prático.

Abraço!
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Tiago, existem estudos comparando a eficácia do álcool 70 com outros sanitizantes... já li bastante coisa sobre isso mas sinceramente não tenho links agora, a não ser: http://pt.wikipedia.org/wiki/Álcool_70

Além disso, o álcool 70 pra ser realmente efetivo, segundos alguns médicos e funcionários de hospitais que já conversei (segundo estudos que eles me disseram que existem, mas que eu não li) precisa de atrito na superfície, coisa que não fizemos na produção de cerveja.

Quanto ao argumento de "nunca tive problemas", tu bem sabes que isso pode ser um clássico falso positivo. Tenho um amigo que nunca sanitiza as garrafas dele, nem ferve o priming, e de fato, o cara nunca teve nenhuma contaminação.

Abraço,
 

Latest posts

Topo