• We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.

Priming demorado em HIGH GRAVITY

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

Elton77

Member
Afiliado
29/11/20
Mensagens
17
Localização
Tupã
Galera. Bom dia!
Primeiramente é com muita satisfação que me dirijo até vocês e antecipadamente agradeço pelo imenso serviço que este fórum presta a toda comunidade cervejeira do Brasil e até de outros países.

Acompanho as conversas e graças a muitas delas já fomos socorridos e orientados em várias ocasiões.

Eu e minha esposa brassamos uma RIS, na verdade, nossa 12ª brasagem.
Somos biabeiros e confesso que foi um projeto ousado e fruto de meses de estudo. Porém, conseguimos driblar as dificuldades usando extrato de malte, por exemplo e lama de Nothinghan de uma brassagem atenterior.
Pois bem. Tudo ocorreu muito tranquilo na fermentação. Vigorosa, como esperado, mas acabou bem rápida (OG 1129 atenuando até 1037 – 12.1% ABV).
Sensorialmente ela está ficando espetacular. Foi usado um grist de 10 maltes, rapadura, nibs de cacau...
Porém, ontem fomos abrir a primeira garrafa (após 15 dias de envase) e ela está praticamente sem nenhuma carbonatação. Fez apenas aquele barulho mínimo. Totalmente “flat”.
A maturação durou cerca de 03 semanas entre descanso, maturação secundária e cold . E fizemos gelatina nela.
Li alguma coisa e vi até em alguns vídeos seus que às vezes pode demorar por conta da gelatina e por ser high gravity. Por tudo que li a Nothighan suporta até 14% ABV.
Usamos 5g de açúcar por garrafa de 600ml. Vocês acham que ela vai carbonatar? E em quanto tempo?
Mais uma vez, muito obrigado por tudo que fazem por nós cervejeiros caseiros!
 

Persevalli

Well-Known Member
Afiliado
21/1/17
Mensagens
376
Olá Elton,

É uma boa prática a adição de levedura no momento do envase para cervejas de alta gravidade - em especial levedura de Champagne. Isso não quer dizer que é uma absoluta necessidade, apenas uma boa prática. Idealmente mosto em início de fermentação (condição biológica ideal - mas quase ninguém faz isso caseiramente).
No seu caso acredito que as leveduras trabalharam duro durante o processo e todos os estágios citados e talvez não tenham vitalidade o suficiente para converter o açúcar adicional dado o ambiente desfavorável.

15 dias em temperatura atual são o suficiente para carbonatação, apenas lembro que é necessário também um tempo de refrigerador (idealmente >2 dias) para o co2 ser absorvido pelo líquido. Então caso tenha colocado no freezer e provado em ~30 min, isso também não ajuda muito no teste de carbonatação.

Vejo as seguintes opções:

1) Esperar, deve melhor um pouco
2) Inserir leveduras em condição de fermentação garrafa a garrafa - acho uma opção ruim;
3) Usar carbonatação forçada - exemplo: carbonator + PET + co2 , Postmix + co2

Abs
 

Lucaslimabrew

Well-Known Member
Afiliado
10/8/20
Mensagens
50
Localização
são paulo
Cara, passei o mesmo b.o
fiz uma R.i.S de 14% com 8g/l e não carbonatou.. tive q passar pro barril e engarrafar.
 

Elton77

Member
Afiliado
29/11/20
Mensagens
17
Localização
Tupã
Olá Elton,

É uma boa prática a adição de levedura no momento do envase para cervejas de alta gravidade - em especial levedura de Champagne. Isso não quer dizer que é uma absoluta necessidade, apenas uma boa prática. Idealmente mosto em início de fermentação (condição biológica ideal - mas quase ninguém faz isso caseiramente).
No seu caso acredito que as leveduras trabalharam duro durante o processo e todos os estágios citados e talvez não tenham vitalidade o suficiente para converter o açúcar adicional dado o ambiente desfavorável.

15 dias em temperatura atual são o suficiente para carbonatação, apenas lembro que é necessário também um tempo de refrigerador (idealmente >2 dias) para o co2 ser absorvido pelo líquido. Então caso tenha colocado no freezer e provado em ~30 min, isso também não ajuda muito no teste de carbonatação.

Vejo as seguintes opções:

1) Esperar, deve melhor um pouco
2) Inserir leveduras em condição de fermentação garrafa a garrafa - acho uma opção ruim;
3) Usar carbonatação forçada - exemplo: carbonator + PET + co2 , Postmix + co2

Abs
Então....usei uma quantidade monstra de lama de Nothingham. Apesar de muito vigorosa, a primária terminou em praticamente 03 dias. O mosto foi oxigenado e usamos levedo de cerveja como nutriente.
Apesar da alta OG, creio que não rolou um estresse tão absurdo devido a todos os cuidados e alta taxa de inóculo.
 

ricardok14

Well-Known Member
Afiliado
26/6/19
Mensagens
57
Localização
Americana - SP
A minha RIS que fiz deixei 3 meses fora da geladeira, (acabei esquecendo kkk), depois coloquei todas na geladeira e fui tomando aos poucos.
 

GuilhermeAlmeida

Well-Known Member
Afiliado
9/1/19
Mensagens
55
Localização
Nárnia
Normalmente cervejas high gravity tendem a demorar um pouco mais na carbonatação, e sinceramente, mesmo após meses de espera, a tendência é que ela esteja com uma carbonatação bem flat.
Brassei uma RIS ano passado, e a mesma começou a ficar com uma boa carbonatação após 4 meses, tive que esquecer a cerveja. Fora que ao passar dos meses, a mesma foi arredondando os sabores. Estou com uma garrafa aqui pra abrir quando completar 1 ano, pra ver qual será o resultado.
Cervejas high gravity ficam melhores com carbonatação forçada.
 

osrocha

Active Member
Afiliado
21/12/17
Mensagens
26
Fala @Elton77, tive esse mesmo problema com uma Belgian Dark Strong Ale, que fermentei com a Lallemand Abbaye. A breja ficou com 10% de álcool. Fiz primming com 4,5 gramas de açúcar por litro e esperei uns 3 (três) meses, a carbonatação aconteceu, mas foi bem baixa, bem aquém do esperado para uma cerveja belga. No fim das contas bebi tudo como estava mesmo. 😂:cool:
 

_Mó_

Well-Known Member
Afiliado
13/11/18
Mensagens
185
Localização
Indaiatuba/SP
Galera. Bom dia!
Primeiramente é com muita satisfação que me dirijo até vocês e antecipadamente agradeço pelo imenso serviço que este fórum presta a toda comunidade cervejeira do Brasil e até de outros países.

Acompanho as conversas e graças a muitas delas já fomos socorridos e orientados em várias ocasiões.

Eu e minha esposa brassamos uma RIS, na verdade, nossa 12ª brasagem.
Somos biabeiros e confesso que foi um projeto ousado e fruto de meses de estudo. Porém, conseguimos driblar as dificuldades usando extrato de malte, por exemplo e lama de Nothinghan de uma brassagem atenterior.
Pois bem. Tudo ocorreu muito tranquilo na fermentação. Vigorosa, como esperado, mas acabou bem rápida (OG 1129 atenuando até 1037 – 12.1% ABV).
Sensorialmente ela está ficando espetacular. Foi usado um grist de 10 maltes, rapadura, nibs de cacau...
Porém, ontem fomos abrir a primeira garrafa (após 15 dias de envase) e ela está praticamente sem nenhuma carbonatação. Fez apenas aquele barulho mínimo. Totalmente “flat”.
A maturação durou cerca de 03 semanas entre descanso, maturação secundária e cold . E fizemos gelatina nela.
Li alguma coisa e vi até em alguns vídeos seus que às vezes pode demorar por conta da gelatina e por ser high gravity. Por tudo que li a Nothighan suporta até 14% ABV.
Usamos 5g de açúcar por garrafa de 600ml. Vocês acham que ela vai carbonatar? E em quanto tempo?
Mais uma vez, muito obrigado por tudo que fazem por nós cervejeiros caseiros!
Olá @Elton77!

Qual a temperatura em que as garrafas ficaram nesses 15 dias para carbonatar?

Se for o caso, fica a dica de tentar deixar mais uma semana, uns 10 dias em torno de 25ºC/26ºC e abrir uma - já tive carbonatação com mais de 20 dias sem ser high gravity, pelo simples fato de serem dias frios.

Além do mais, 5g/600mL é um volume altíssimo, quase 10g/L. No meu caso utilizo no máximo 5g/L.

O mais importante agora é ter paciência e considerar que ela é uma cerveja ideal para o frio que ainda esta por vir.

Saúde!
 

Elton77

Member
Afiliado
29/11/20
Mensagens
17
Localização
Tupã
Olá @Elton77!

Qual a temperatura em que as garrafas ficaram nesses 15 dias para carbonatar?

Se for o caso, fica a dica de tentar deixar mais uma semana, uns 10 dias em torno de 25ºC/26ºC e abrir uma - já tive carbonatação com mais de 20 dias sem ser high gravity, pelo simples fato de serem dias frios.

Além do mais, 5g/600mL é um volume altíssimo, quase 10g/L. No meu caso utilizo no máximo 5g/L.

O mais importante agora é ter paciência e considerar que ela é uma cerveja ideal para o frio que ainda esta por vir.

Saúde!
Aqui na minha região dificilmente faz menos que 20 graus. Até a noite. Temperatura não é o problema. Por tudo que pesquisei acredito que são 02 fatores determinantes: ABV alto e gelatina. Fora isso, não vejo motivos para não carbonatar. Fora que é uma cerveja que passou por 03 semanas de maturação com uma levedura altamente floculante. Sei lá. Mas acho que todos esses fatores juntos somados "colaboram" para um atraso. De qualquer forma, em abril vou abrir outra e volto aqui pra falar.
 

Elton77

Member
Afiliado
29/11/20
Mensagens
17
Localização
Tupã
Fala @Elton77, tive esse mesmo problema com uma Belgian Dark Strong Ale, que fermentei com a Lallemand Abbaye. A breja ficou com 10% de álcool. Fiz primming com 4,5 gramas de açúcar por litro e esperei uns 3 (três) meses, a carbonatação aconteceu, mas foi bem baixa, bem aquém do esperado para uma cerveja belga. No fim das contas bebi tudo como estava mesmo. 😂:cool:
Então. A parte que conforta é que uma RIS nem pede tanta carbonatação. Mas vou levando assim. Provando uma por mês e trocando ideia aqui com a galera!
 
Topo