• We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.

Priming de primeira viagem

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

Brewmaster

Active Member
Afiliado
8/1/17
Mensagens
44
Salve, pessoal!

To com a minha primeira brassagem aqui, já no cold crash e em vias de fazer o priming.

Pesquisando sobre surgiu uma dúvida, melhor fazer com o açúcar direto na garrafa ou fazer uma calda e colocar? PAra uma primeira vez qual o mais fácil de fazer certo e não errar besteria?

Uma outra coisa, a calda deixa menos sedimento na garrafa?
 

gabrielskin

Well-Known Member
Afiliado
15/9/20
Mensagens
130
Localização
Niterói
Tem várias maneiras de fazer. Particularmente, quando faço priming, prefiro preparar a solução invertendo o açúcar (fervendo ele com duas gotinhas de limão) pra quebrar a sacarose e depois pingar em cada garrafa com uma seringa. Mas é também possível jogar o açúcar do pacotinho direto na garrafa ou mesmo jogar a calda em um segundo balde e trasfegar a cerveja por cima dessa calda (nunca fiz essa última e acho pouco prático, tendo maior potencial de oxidar a cerveja).

De qualquer forma, todos os métodos geram borra pois ela é derivada da multiplicação da levedura dentro da garrafa, então não tem muito o que fazer a não ser descartar o fundinho na hora de servir.

Abraços!
 

josmmar

Active Member
Afiliado
9/6/16
Mensagens
35
Salve, pessoal!

To com a minha primeira brassagem aqui, já no cold crash e em vias de fazer o priming.

Pesquisando sobre surgiu uma dúvida, melhor fazer com o açúcar direto na garrafa ou fazer uma calda e colocar? PAra uma primeira vez qual o mais fácil de fazer certo e não errar besteria?

Uma outra coisa, a calda deixa menos sedimento na garrafa?
Amigo, como você está nos passos iniciais, faz o básico, e que na verdade é o que a maioria mesmo com experiência recomenda e continua fazendo.
Joga o açúcar na garrafa, dependendo do estilo, a maioria usa 2g para garrafas de 300ml, 4g para a de 600ml e por aí vai, faz com açúcar cristal.
Tem unas colheres medidoras que casa certinho essas medidas.
 

Brewmaster

Active Member
Afiliado
8/1/17
Mensagens
44
Tem várias maneiras de fazer. Particularmente, quando faço priming, prefiro preparar a solução invertendo o açúcar (fervendo ele com duas gotinhas de limão) pra quebrar a sacarose e depois pingar em cada garrafa com uma seringa. Mas é também possível jogar o açúcar do pacotinho direto na garrafa ou mesmo jogar a calda em um segundo balde e trasfegar a cerveja por cima dessa calda (nunca fiz essa última e acho pouco prático, tendo maior potencial de oxidar a cerveja).

De qualquer forma, todos os métodos geram borra pois ela é derivada da multiplicação da levedura dentro da garrafa, então não tem muito o que fazer a não ser descartar o fundinho na hora de servir.

Abraços!
Entendi!

Imaginei que a borra era o açúcar, de alguma forma. Mas é levedura, igual fica no fermentador né?
 

Brewmaster

Active Member
Afiliado
8/1/17
Mensagens
44
Amigo, como você está nos passos iniciais, faz o básico, e que na verdade é o que a maioria mesmo com experiência recomenda e continua fazendo.
Joga o açúcar na garrafa, dependendo do estilo, a maioria usa 2g para garrafas de 300ml, 4g para a de 600ml e por aí vai, faz com açúcar cristal.
Tem unas colheres medidoras que casa certinho essas medidas.
No começo quando menos complicar melhor mesmo. Diminuir as chances de erro tbm kkkk
 

_Mó_

Well-Known Member
Afiliado
13/11/18
Mensagens
216
Localização
Indaiatuba/SP
Salve, pessoal!

To com a minha primeira brassagem aqui, já no cold crash e em vias de fazer o priming.

Pesquisando sobre surgiu uma dúvida, melhor fazer com o açúcar direto na garrafa ou fazer uma calda e colocar? PAra uma primeira vez qual o mais fácil de fazer certo e não errar besteria?

Uma outra coisa, a calda deixa menos sedimento na garrafa?
@Brewmaster

Açúcar invertido e diluído no total de cerveja! Não tenha dúvidas disso.

Expliquei passo-a-passo como fazer no seu outro post e o @Trops explicou muito bem tecnicamente o porque da conversão do açúcar - em outras palavras, facilitar a vida do fermento e o processo de fermentação.

Quanto mais difícil você torna a vida de seu fermento, menos qualidade sua cerveja terá.

O processo é extremamente simples.

Outro ponto é quanto a diluir direto no total de cerveja ou garrafa por garrafa.

Imagina o trabalho de dosar garrafa por garrafa?! Nada a ver.

Também discordo completamente do volume indicado de 4g para 600mL. É muito açúcar!

Indico considerar no máximo 5g/L para fazer a conversão.

Seriam apenas 25g para seus 5L.

25g basta 50mL para converter.

E como explicaram, o sedimento é a levedura que se multiplica e o levedo de cerveja - subproduto do processo de fermentação, inclusive muito saudável.

Boa sorte!
 

pwiens

Well-Known Member
Afiliado
22/3/18
Mensagens
180

No caso comprei a minha no Bil Bil beer, mas não achei no site, enfim, mudou minha vida, eheheh, a colher, garrafa pet de 350ml e o enchedor de inox da Inversa. Diminuiu em muito o meu tempo de envase e com garrafa pequena eu sirvo um pint direto, evitando o "fundinho", além de poder fazer o cold crash na garrafinha - quando fermento com kveik fora da geladeira, é bem útil.
 

AnaMariaLadra

Well-Known Member
Afiliado
8/7/21
Mensagens
53
Localização
são bernardo do campo
Quando eu fazia priming, eu fazia um xarope simples de proporção 1:1 (água:açúcar) e dosava com seringa

Garrafas 300ml: 2,5ml de solução
Garrafas 600ml: 5ml de solução
nunca explodiu garrafa e em 10 dias já estava no ponto

Você pode também usar aqueles sachês de açúcar que tem em restaurante ou cafeteria..

a sujeira no fundo da garrafa vai ter de qualquer jeito
 

Brewmaster

Active Member
Afiliado
8/1/17
Mensagens
44
@Brewmaster

Açúcar invertido e diluído no total de cerveja! Não tenha dúvidas disso.

Expliquei passo-a-passo como fazer no seu outro post e o @Trops explicou muito bem tecnicamente o porque da conversão do açúcar - em outras palavras, facilitar a vida do fermento e o processo de fermentação.

Quanto mais difícil você torna a vida de seu fermento, menos qualidade sua cerveja terá.

O processo é extremamente simples.

Outro ponto é quanto a diluir direto no total de cerveja ou garrafa por garrafa.

Imagina o trabalho de dosar garrafa por garrafa?! Nada a ver.

Também discordo completamente do volume indicado de 4g para 600mL. É muito açúcar!

Indico considerar no máximo 5g/L para fazer a conversão.

Seriam apenas 25g para seus 5L.

25g basta 50mL para converter.

E como explicaram, o sedimento é a levedura que se multiplica e o levedo de cerveja - subproduto do processo de fermentação, inclusive muito saudável.

Boa sorte!
Po, mano, valeu mesmo! Eu até salvei sua explicação pra fazer aqui na hora do envase tudo certinho kkkkkk
 

_Mó_

Well-Known Member
Afiliado
13/11/18
Mensagens
216
Localização
Indaiatuba/SP
Po, mano, valeu mesmo! Eu até salvei sua explicação pra fazer aqui na hora do envase tudo certinho kkkkkk
@Brewmaster,

O lance que o @Trops indicou sobre o uso de um pouco de limão na conversão do açúcar, no sentido do ácido cítrico maximizar a quebra, pra mim foi novidade e vou usar na minha próxima - nesse fórum aprendemos todos os dias!

Mas sem problemas se for sem.

Vi tbm que a @AnaMariaLadra utiliza a proporção 1:1, enquanto eu utilizo 1:2.

Eu utilizo mais líquido justamente para ficar mais líquido hehehehe ou seja, ficar mais solúvel na cerveja.

Em fim, lembre-se de soltar a calda primeiro e a cerveja de baixo para cima.

IMPORTANTE: No envase você não pode oxigenar a cerveja, por isso é indicado de baixo para cima. Se oxigenar, vai causar oxidação de cerveja e diminuir a estabilidade de sabores e aromas no decorrer do tempo.

E apesar dos riscos de contaminação serem menores, sanitize tudo com zelo.

Saúde!
 

Brewmaster

Active Member
Afiliado
8/1/17
Mensagens
44
@Brewmaster,

O lance que o @Trops indicou sobre o uso de um pouco de limão na conversão do açúcar, no sentido do ácido cítrico maximizar a quebra, pra mim foi novidade e vou usar na minha próxima - nesse fórum aprendemos todos os dias!

Mas sem problemas se for sem.

Vi tbm que a @AnaMariaLadra utiliza a proporção 1:1, enquanto eu utilizo 1:2.

Eu utilizo mais líquido justamente para ficar mais líquido hehehehe ou seja, ficar mais solúvel na cerveja.

Em fim, lembre-se de soltar a calda primeiro e a cerveja de baixo para cima.

IMPORTANTE: No envase você não pode oxigenar a cerveja, por isso é indicado de baixo para cima. Se oxigenar, vai causar oxidação de cerveja e diminuir a estabilidade de sabores e aromas no decorrer do tempo.

E apesar dos riscos de contaminação serem menores, sanitize tudo com zelo.

Saúde!
Massa! Eu fiz assim mesmo, coloquei uma mangueirinha pra ir do fundo pra cima da garrafa, sanitizei tudo bem direitinho pra não dar bigode!

Cara, você sempre faz priming? Tava olhando vídeos sobre envase e muita gente fala sobre a carbonatação forçada.

Realmente é bem melhor?
 

Trops

Well-Known Member
Afiliado
26/11/19
Mensagens
224
Localização
Teófilo Otoni / Ipatinga - Minas gerais
Massa! Eu fiz assim mesmo, coloquei uma mangueirinha pra ir do fundo pra cima da garrafa, sanitizei tudo bem direitinho pra não dar bigode!

Cara, você sempre faz priming? Tava olhando vídeos sobre envase e muita gente fala sobre a carbonatação forçada.

Realmente é bem melhor?
Carbonatação forçada na garrafa dá o mesmo trabalho praticamente ou até mais dependendo do sistema, a vantagem que não fica o resíduo no fundo da garrafa e o tempo de estabilização é bem menor, porém é um investimento bem maior.

Agora carbonatação em barril/postmix é bem melhor pq o trabalho é uma vez só
 

_Mó_

Well-Known Member
Afiliado
13/11/18
Mensagens
216
Localização
Indaiatuba/SP
Massa! Eu fiz assim mesmo, coloquei uma mangueirinha pra ir do fundo pra cima da garrafa, sanitizei tudo bem direitinho pra não dar bigode!

Cara, você sempre faz priming? Tava olhando vídeos sobre envase e muita gente fala sobre a carbonatação forçada.

Realmente é bem melhor?
@Brewmaster,

Só priming na garrafa. Faço lotes em torno de 48L e antes de terminar uma já faço outra. Ou seja, eu precisaria considerar em torno de 60L envasado.

Carbonatação forçada na garrafa, como o @Trops comentou, não vai refrescar em nada em termos de trabalho e já demandaria um investimento.

Mas complementando o @Trops eu vejo assim:

Prós priming: custo baixíssimo, cerveja fracionada em pequenos volumes, refrigeração facilitada pelo fracionamento, formação do levedo de cerveja na garrafa que é extremamente saudável e nutritivo.

Contras: leve perda de aroma de lúpulo e alteração de sabor (leve ao ponto de jamais ser um incômodo).

Prós forçada na garrafa: conservação do aroma de lúpulo e de sabor, e refrigeração facilitada pelo fracionamento.

Contra: investimento e tempo de envase.

Prós postmix: idem a garrafa forçada quanto a aroma e sabor, e praticidade pelo volume envasado e carbonatado de uma só vez, como o @Trops citou.

Contra: investimento altíssimo (no meu caso para uma média de 60L envasados), logística complicada para refrigeração e consumo de uma pessoa no postmix (manter um postmix na geladeira funcionando perto de 0°C é um tanto caro e incômodo).

Mas assim, isso tudo é muito pessoal e esse é meu entendimento. Cada um se adapta ao que julgar melhor.

Agora, é fato: cerveja mal feita ou mal fermentada não tem salvação, vai ficar ruim em qualquer um dos métodos hehehehe

Boa sorte com sua cerveja, cara! Saúde!
 

Brewmaster

Active Member
Afiliado
8/1/17
Mensagens
44
@Brewmaster,

Só priming na garrafa. Faço lotes em torno de 48L e antes de terminar uma já faço outra. Ou seja, eu precisaria considerar em torno de 60L envasado.

Carbonatação forçada na garrafa, como o @Trops comentou, não vai refrescar em nada em termos de trabalho e já demandaria um investimento.

Mas complementando o @Trops eu vejo assim:

Prós priming: custo baixíssimo, cerveja fracionada em pequenos volumes, refrigeração facilitada pelo fracionamento, formação do levedo de cerveja na garrafa que é extremamente saudável e nutritivo.

Contras: leve perda de aroma de lúpulo e alteração de sabor (leve ao ponto de jamais ser um incômodo).

Prós forçada na garrafa: conservação do aroma de lúpulo e de sabor, e refrigeração facilitada pelo fracionamento.

Contra: investimento e tempo de envase.

Prós postmix: idem a garrafa forçada quanto a aroma e sabor, e praticidade pelo volume envasado e carbonatado de uma só vez, como o @Trops citou.

Contra: investimento altíssimo (no meu caso para uma média de 60L envasados), logística complicada para refrigeração e consumo de uma pessoa no postmix (manter um postmix na geladeira funcionando perto de 0°C é um tanto caro e incômodo).

Mas assim, isso tudo é muito pessoal e esse é meu entendimento. Cada um se adapta ao que julgar melhor.

Agora, é fato: cerveja mal feita ou mal fermentada não tem salvação, vai ficar ruim em qualquer um dos métodos hehehehe

Boa sorte com sua cerveja, cara! Saúde!
@_Mó_,

Minhas levas vão demorar pra chegar nesse tanto kkkkk. A primeira foi de 5L e envasei 3,5L.

Li sobre carbonatação e vi que muita gente usa o CO2 pra carbonatar as brejas. Tantos vídeos falando bem que imaginei que era um caminho necessário. Um monte de vídeos falando que carbonatação forçada é bem melhor do que o priming, já tinha começado a olhar os equipamentos aqui, me espantei com o preço, até desanimou continuar kkkkkk

Cara, muito obrigado pela ajuda! Tuas respostas solucionaram várias dúvidas minhas, to ansioso pra ver o resultado da minha primeira breja aqui. As expectativas não estão altas, tomara que saia algo bebível nessa primeira leva hahahahaha.

Saúde!
 

_Mó_

Well-Known Member
Afiliado
13/11/18
Mensagens
216
Localização
Indaiatuba/SP
@_Mó_,

Minhas levas vão demorar pra chegar nesse tanto kkkkk. A primeira foi de 5L e envasei 3,5L.

Li sobre carbonatação e vi que muita gente usa o CO2 pra carbonatar as brejas. Tantos vídeos falando bem que imaginei que era um caminho necessário. Um monte de vídeos falando que carbonatação forçada é bem melhor do que o priming, já tinha começado a olhar os equipamentos aqui, me espantei com o preço, até desanimou continuar kkkkkk

Cara, muito obrigado pela ajuda! Tuas respostas solucionaram várias dúvidas minhas, to ansioso pra ver o resultado da minha primeira breja aqui. As expectativas não estão altas, tomara que saia algo bebível nessa primeira leva hahahahaha.

Saúde!
@Brewmaster,

Essa é a função do fórum. Muitos aqui nos ensinam a cada dia!

Espero que tenha calculado o açúcar baseado no volume de 3,5L hehehehe

Do mais, aguarde duas semanas para provar a primeira. A carbonatação agora dependerá da temperatura das garrafas. Minha última levou um mês devido ao frio em torno de 16°C.

E cara, após beber "sua" cerveja vai querer partir para 20L, 30L logo logo hehehehe

Saúde!
 

Brewmaster

Active Member
Afiliado
8/1/17
Mensagens
44
@Brewmaster,

Essa é a função do fórum. Muitos aqui nos ensinam a cada dia!

Espero que tenha calculado o açúcar baseado no volume de 3,5L hehehehe

Do mais, aguarde duas semanas para provar a primeira. A carbonatação agora dependerá da temperatura das garrafas. Minha última levou um mês devido ao frio em torno de 16°C.

E cara, após beber "sua" cerveja vai querer partir para 20L, 30L logo logo hehehehe

Saúde!
Como moro no nordeste, frio aqui é só no pensamento kkkkkkk

Fiz o cálculo direitinho como vc indicou no outro tópico, me salvou!

E cara, após beber "sua" cerveja vai querer partir para 20L, 30L logo logo hehehehe

Saúde!

hahahahha boa! Nem tomei a primeira e já to ansioso pra segunda.

Saúde!
 

Latest posts

Topo