1. We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.
    Fechar Aviso

Primeira Brassagem - Compartilhando!

Discussão em 'Iniciantes' iniciado por eduardomn, 3/6/19.

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

  1. 3/6/19 #1

    eduardomn

    eduardomn

    eduardomn

    Member

    Afiliado:
    10/5/19
    Mensagens:
    9
    Curtidas Recebidas:
    6
    Localização:
    Sorocaba
    Boa noite a todos!

    Primeiramente gostaria de agradecer imensamente ao Guenther por disponibilizar tantas informações preciosas e sem custo algum para a todos que desejam fazer cerveja!

    Bem, meu nome é Eduardo de Sorocaba-SP e comecei a pesquisar como fazer cerveja há cerca de 1,5 mês atrás (lendo todos os tópicos fixos e o livro do Palmer).

    Pois bem, neste final de semana comprei os insumos para fazer uma SMaSH com Pale Ale e Cascade seguindo esta receita:

    https://learn.kegerator.com/recipe-cascade-smash-pale-ale/

    Basicamente escolhi esta receita justamente para compreender os aromas e sabores do malte e lúpulo.

    Eu ia comprar um kit "pronto" para 20 litros, mas como meu investimento para o hobby é relativamente baixo (se não minha esposa ia me matar) fiz uma gambiarra utilizando um caldeirão de inox de 6 litros, voil e fermentação no garrafão de água dentro de uma adega de vinho (minha esposa quase teve um surto quando falei que ia usar a adega! hahahha) e escalonado a receita para 4 litros (sim é pouco, mas é um começo).
    Foram:
    800g de Maris Otter
    30g Cascade
    1/2 US-05 devidamente hidratado a 27 graus

    Na brassagem, segui a dica de utilizar uma rampa única decrescente de 68-65 graus por 1,5 hora.

    Na fervura comecei com 4,5 L mas no final estava só com 2,4 L. Infelizmente eu ainda não tenho um densímetro (próximo investimento!) e não corrigi nada e levei trub para o fermentador por conta da pouca quantidade de água.

    Agora fazem 26 horas da inoculação do fermento. Estou usando um termostato básico (W1209) setado em 18 graus.
    Por enquanto o Airlock ainda não está borbulhando, mas o fermento parece estar bem ativo!

    Eu pensei em corrigir a quantidade de água durante a fervura, porém fiquei receoso pela inexperiência...

    Será que compensa, na hora do primming, colocar um pouco mais de água?
    Ou deixa como está ? Provavelmente vai ficar uma imperial IPA muito amarga hahaha

    Alguma outra dica???

    Seguem algumas fotos da brassagem!

    Um grande abraço pessoal e obrigado!
     

    Arquivos Anexados:

    De Niro curtiu isso.
  2. 3/6/19 #2

    josmmar

    josmmar

    josmmar

    Member

    Afiliado:
    9/6/16
    Mensagens:
    6
    Curtidas Recebidas:
    1
    Parabéns amigo!
    Também devo muito a todos aqui do fórum.
    Estou partindo para a 10ª Brassagem, até agora todas saíram muito boas. Embora seja novato posso passar algumas dicas que me ajudaram muito.
    Comecei também por levas pequenas (5 litros), hoje meu setup é para 9/10 litros.
    É normal na primeira receita não acertar o final que vai para o fermentador, não se preocupe, a cerveja vai sair boa. Não corrigiria nada!
    Anote tudo durante a brassagem, até chegar um dia onde vc mesmo vai criar o seu passo a passo. A partir dessa primeira por exemplo você já deve ter em mente as perdas (absorção do malte, fervura e Trub) para corrigir nas próximas.
    Uma dica que sempre sigo, não se preocupe em corrigir nada, o processo tem que fluir normalmente, com calma, nada de neuroses, estabeleça o seu método do modo que te dê prazer em realizá-lo.
    Faça a cerveja para você, tenha prazer, diversão e lembre-se que por mais que você aprenda ainda vai faltar algo que você não sabe, esse hobby é maravilhoso.
    Leia bastante, assista aos vídeos de grandes canais sobre cerveja no YT, tire suas dúvidas aqui no fórum que provavelmente é a maior fonte de informação aqui no Br.
    Poste aqui a evolução da sua breja.
     
    De Niro curtiu isso.
  3. 3/6/19 #3

    Cassiano Schneider

    Cassiano Schneider

    Cassiano Schneider

    Member

    Afiliado:
    20/5/19
    Mensagens:
    13
    Curtidas Recebidas:
    4
    Localização:
    São José do Cedro
    Penso da mesma forma, sempre quis fazer cerveja desde que "descobri" as artesanais, mas por falta de verba ia deixando de lado. Uns dois/três meses atrás comprei uns equipamentos para fazer 10l, fiz duas brassagens e comprei mais um balde fermentador para poder fazer duas receitas por vez. Ontem fiz uma Dry Stout e uma Red Ale, e simplesmente não vejo a hora de experimentá-las e poder fazer mais!!!
    É a coisa mais legal da vida kkk ainda mais que meu pai tbm gostou e esta me ajudando.
    Quero estudar e tentar aprender o máximo pra sempre fazer uma breja de qualidade, que tenho orgulho e prazer de beber.

    Abraço!
     
  4. 4/6/19 #4

    eduardomn

    eduardomn

    eduardomn

    Member

    Afiliado:
    10/5/19
    Mensagens:
    9
    Curtidas Recebidas:
    6
    Localização:
    Sorocaba
    Olá pessoal! Obrigado pelo apoio!

    Hoje, 48 horas depois de inocular o fermento oAirlock começou a borbulhar, porém a cor mudou totalmente, lembrando a cor de um doce de leite (amarelado). Antes estava com uma cor de cerveja mesmo e a espuma mais clarinha...
    Eu percebi também que existe internamente um movimento do mosto (talvez pela liberação do CO2).

    Seguem algumas fotos com e sem flash... Ta certo isso mesmo? Não é contaminação? (Parece bem feio mesmo hahahaha)

    Um abraço!
     

    Arquivos Anexados:

    De Niro curtiu isso.
  5. 4/6/19 #5

    Rodrigo Saga

    Rodrigo Saga

    Rodrigo Saga

    Member

    Afiliado:
    1/4/19
    Mensagens:
    11
    Curtidas Recebidas:
    3
    Localização:
    Petropolis -RJ
    Blz Eduardo, a fermentação ALE é assim mesmo ela ocorre na parte de cima do mosto fica essa "bagunça" mesmo.

    Sobre o seu comentário anterior "botar água?" normalmente a dica padrão para quem esta começando é deixar seguir o barco e aprender com os erros, mas no seu caso eu arriscaria botar água alias não chega a ser um risco, use algum software para calcular recomendo o https://www.brewersfriend.com/homebrew/recipe/calculator

    Imagino se você continuar o processo que esta vai terminar com um copo de cerveja.

    Edit, botei no software, em que momento vc adicionou o cascade?
    Parece que daria para colocar mais 2,5litros de água.
     
    Última edição: 4/6/19
    De Niro curtiu isso.
  6. 4/6/19 #6

    eduardomn

    eduardomn

    eduardomn

    Member

    Afiliado:
    10/5/19
    Mensagens:
    9
    Curtidas Recebidas:
    6
    Localização:
    Sorocaba
    Rodrigo,

    Eu utilizei 25 gramas de Cascade na fervura. A receita indicava um dryhop com 5g mas não irei fazer (vou tentar não complicar muito o processo).

    10g - 60 minutos (início)
    5g - 30 minutos
    5g - 15 minutos
    5g - 1 minuto (final)

    O que eu pensei foi deixar pelo menos duas semanas fermentando do jeito que está para não quebrar o ritmo e depois, na hora do primming fazer uma calda rala com uma quantidade maior de água...

    Eu comprei um densímetro ontem e vou conseguir agora medir a FG para saber a quantas anda a gravidade da cerveja...

    A partir da FG, talvez eu consiga ter um calculo mais preciso da diluição e uma ideia geral se vai ser interessante fazer isso ou não...

    Faz sentido? Opiniões??

    Muito obrigado pessoal!!!

    Eduardo
     
    De Niro curtiu isso.
  7. 4/6/19 #7

    Rodrigo Saga

    Rodrigo Saga

    Rodrigo Saga

    Member

    Afiliado:
    1/4/19
    Mensagens:
    11
    Curtidas Recebidas:
    3
    Localização:
    Petropolis -RJ
    No software sem saber a sua eficiência usando o volume de 3litros deu mais ou menos 90 de IBU achei bem alto.
    Não fazer dryhop acho uma boa ideia poderia aumentar a sensação de amargor e/ou perder volume total.
    Diluir a partir da FG parece uma boa ideia também, so acho que fazer no priming pode ser um pouco complicado, como vc vai separar essa leva do trub da fermentação?

    Pensando bem agora acho que tem pouco o que se fazer para "melhorar" a leva supondo que vc bote mais água mais 2litros ou 2.5 vai ficar com um corpo menor na cerveja e vai ficar um amargor pesado pesquise sobre relação BU:GU.

    O que resta é a experiencia, quem acerta de primeira é sortudo rsrs.
     
    De Niro curtiu isso.
  8. 4/6/19 #8

    eduardomn

    eduardomn

    eduardomn

    Member

    Afiliado:
    10/5/19
    Mensagens:
    9
    Curtidas Recebidas:
    6
    Localização:
    Sorocaba
    Rodrigo,

    Eu já vi o que fiz de errado! Quando eu escalonei a receita eu calculei 20g (arredondando para cima ainda) de lúpulo. Não sei porque comprei 30g hahaha
    Na brassagem eu apenas dividi o valor inteiro de 30g! Maior besteira!

    Como tive ainda problemas com a fervura, onde teve uma evaporação muito grande, a proporção de lúpulo ficou ainda maior.

    Eu fiz um cálculo teórico e a relação BU/GU (não conhecia essa relação, obrigado por compartilhar) ficou em 1,61, ou seja, maior que uma imperial IPA hahaha

    Mesmo que eu dilua, vai continuar extremamente amarga e vai perder o corpo... Talvez seja uma má idéia.

    Bem, se a minha brassagem teve uma eficiência alta (o que acho muito difícil) talvez a OG ficou alta a ponto de equilibrar a relação...

    Particularmente eu gosto de estilos extremos e amargos (sou um fã da Colorado Vixnu), vamos ver no que vai dar!

    Talvez eu dívida a leva em duas, uma diluída e outra normal.

    No caso da separação do trub, vou fazer um cold crash por um tempo maior, e tirar por sifonamento com muito cuidado.

    Enfim, o jeito é aguardar

    Obrigado novamente!!!

    Eduardo
     
    De Niro curtiu isso.
  9. 4/6/19 #9

    Caramba

    Caramba

    Caramba

    Well-Known Member

    Afiliado:
    13/4/16
    Mensagens:
    89
    Curtidas Recebidas:
    17
    Não pense em "tive uma eficiência alta"...
    Pense em "fervi demais evaporando muita água e concentrado muito o mosto"...
    Isso sim pode ter deixado sua OG muito alta...

    Vamos supor que você teve a eficiência prometida na receita (o que acho difícil, mas vamos supor)
    Você ferveria os 4,5 litros e teria 4 litros a 1.050
    Dá pra fazer uma aproximação de cálculo usando o volume (V) e densidade (D) (usando apenas a densidade "acima de 1.000")
    V1D1 = V2D2
    4 litros x 50 = 2,4 litros x OG
    OG = 200/2,4
    OG = 83,33

    Sua OG seria de aproximadamente 1.083

    Porém você provavelmente não teve uma eficiência de 75%....
    Então não temos como determinar a OG.... Mas numa aproximação eu diria que ficou entre 1.070 e 1.080
     
    De Niro curtiu isso.
  10. 4/6/19 #10

    eduardomn

    eduardomn

    eduardomn

    Member

    Afiliado:
    10/5/19
    Mensagens:
    9
    Curtidas Recebidas:
    6
    Localização:
    Sorocaba
    Sim, sim exatamente. A OG provavelmente ficou mais alta que na receita devido a evaporação maior que o esperado.

    Mesmo considerando uma OG hipotética alta de 1080, pela "carga" de lúpulo que eu usei, vai ficar muito amarga.

    Eu gosto de estilos extremos,uma referência que tenho de imperial IPA é a Colorado Vixnu, porém é uma cerveja com bastante corpo e um dulçor que equilibra com o lúpulo...
     
  11. 7/6/19 #11

    eduardomn

    eduardomn

    eduardomn

    Member

    Afiliado:
    10/5/19
    Mensagens:
    9
    Curtidas Recebidas:
    6
    Localização:
    Sorocaba
    Atualizando... Vou tentar postar algumas fotos ao longo do processo.

    Nesses últimos dois dias o mosto mudou novamente. A levedura, que antes estava muito ativa, desacelerou e agora, apesar de turva, já está mais com cara de cerveja.

    Meu densímetro chegou também! Mas não vou monitorar a densidade por enquanto, só na hora do envase pela questão da diluição comentada anteriormente, justamente para evitar mais perdas (pelos meus cálculos, agora deve ter 2,3 litros só hahaha)

    Como aqui em Sorocaba as temperaturas estão na faixa dos 21 graus, eu mudei o controlador para aquecer com lâmpada (sem a claridade) para 23 graus.

    Vou deixar mais uns dois dias para esse descanso e logo vou fazer o cold crash.

    Pergunto aos mais experientes, depois de ir a zero grau, posso já engarrafar ou convém ficar mais uma semana maturando?
    Pergunto isso pois vou viajar na segunda e só voltarei na próxima sexta feira.

    Obrigado e um abração

    Eduardo
     

    Arquivos Anexados:

  12. 15/6/19 #12

    eduardomn

    eduardomn

    eduardomn

    Member

    Afiliado:
    10/5/19
    Mensagens:
    9
    Curtidas Recebidas:
    6
    Localização:
    Sorocaba
    Senhores, atualizando!

    Deixei maturar por 1 semana, com uma temperatura próxima de 1°C e a cerveja clarificou bastante! Decantou bastante a levedura e ficou bem presa ao fundo do galão.

    A leitura do densímetro foi de 1013. Considerando uma OG de 1070 (calculado teórico), deve ter próximo dos seus 7%.

    Hoje foi a primeira vez que experimentei de fato a cerveja! Mesmo sem carbonatação eu achei ela moderadamente seca, um aroma leve de malte e lúpulo. No gosto, o lúpulo não apareceu muito, é bem súbito e acaba logo. O amargor eu gostei, ficou bem"redondo", ele começa aos poucos e finaliza levemente amargo, mas nada "porrada" estilo algumas IPAs mais modernas. O retrogosto também não tem nada resinoso ou que mantenha o amargor, só um leve sabor maltado.
    Em relação ao álcool eu senti ele assim que a amostra aqueceu um pouco. Não senti cheiro de álcool...

    Eu ainda não tenho paladar para detectar off flavours, mas tem gosto de cerveja, tem cheiro de cerveja e parece cerveja hahaha

    Minha esposa experimentou e mesmo sem carbonatar ela gostou (e ela no geral não gosta de IPA)...

    Para a primming utilizei 5g/litro...

    Agora é esperar a carbonatação!

    Um abraço!!

    PS: Próxima leva vai ser no mínimo uns 10 litros, com certeza hahahah
     

    Arquivos Anexados:

    1 pessoa curtiu isso.
  13. 15/6/19 #13

    eduardomn

    eduardomn

    eduardomn

    Member

    Afiliado:
    10/5/19
    Mensagens:
    9
    Curtidas Recebidas:
    6
    Localização:
    Sorocaba
    Ah,

    Esqueci de comentar... Para o primming fiz cerca de 400 ml de água e misturei a "cerveja na calda, não a calda na cerveja" hahaha

    Usei uma mangueira de aquário de silicone e como a sucção foi relativamente lenta, não houve quase nenhum arraste de sedimentos.

    O volume final foi de mais ou menos 2,5 litros... A FG final deve ter ficado por volta dos seus 1011 / 1010 com a diluição (dentro do esperado da receita).

    Pensando em relação ao estilo, acredito que ficou muito mais para uma APA bem alcoólica do que uma IPA... Hahaha
     
    1 pessoa curtiu isso.
  14. 22/6/19 #14

    eduardomn

    eduardomn

    eduardomn

    Member

    Afiliado:
    10/5/19
    Mensagens:
    9
    Curtidas Recebidas:
    6
    Localização:
    Sorocaba
    Senhores!

    O tão aguardado momento! Não aguentei os 10 dias de primming e abri uma hoje (7 dias).

    Eis o resultado. Uma pale ale com amargor intenso, sabor de lúpulo não tão presente e um sabor de malte e mouthfeel bem interessante.

    Minha esposa gostou bastante, para mim faltou mesmo o dry Hop para um aroma mais intenso de lúpulo. De toda forma, ficou bem legal.


    Novamente, gostaria de agradecer a todos do fórum, em especial ao Guenther! A quantidade de material de qualidade que existe aqui é fenomenal. Para eu, que só leu o livro do Palmer e os tópicos fixos do fórum, o resultado foi surpreendente.


    Essa receita ficou bem interessante, o que eu mudaria é:
    1- Acertar a OG e a taxa de evaporação
    2- Diminuir o amargor um pouco (não muito, apesar de tudo ficou boa)
    3- Colocar algum malte especial para dar uma colorida
    4- melhorar a mosturacao para reduzir o ABV.

    Obrigado pessoal!
     

    Arquivos Anexados:

  15. 23/6/19 #15

    Jose Coratto

    Jose Coratto

    Jose Coratto

    Member

    Afiliado:
    3/11/18
    Mensagens:
    17
    Curtidas Recebidas:
    5
    Localização:
    Ribeirão Preto SP
    Parabens Eduardo pela sua Leva .
    Mas é assim mesmo essa alquimia de fazer cervejas. Ocorre com todos aquelas duvidas simples, que fazemos questão de se descabelar de tanta preocupação.

    Mas no final de tudo, como diz um certo Confrade: Sai Breja . Rsrsrsrs

    Parabens.
     
    eduardomn curtiu isso.

Compartilhe esta Página