Quantcast
  • We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.

Posso esperar até quanto tempo para inocular a levedura? Quais os controles necessários até la? (Problemas na logística durante o processo)

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

Gunner

Member
Afiliado
2/8/20
Mensagens
13
Localização
Belo Horizonte
Ola amigos!

Estou me preparando para fazer a minha primeira brassagem daqui 1 semana porém estou com um dilema.
Primeiro preciso explicar os problemas que já terei que lidar.

Eu devo fazer a brassagem na casa do meu pai em uma cidade a 40 minutos de carro da minha pois ele tem um fogão porreta, uma cozinha muito espaçosa e ainda vai ajudar com os custos de gás, aguá mineral, sanitizadores e afins. Ficarei responsável pelos custos dos insumos.

Porém tenho que fermentar e maturar na minha casa pois não há espaço algum na geladeira do meu pai, ou seja, teria que durante algum momento transferir o mosto para a minha cidade para assim lá finalizar o processo. Também não seria viável fazer a brassagem no meu apto pois o espaço é minúsculo e o fogão não tem muita potência.

A questão é: qual o melhor momento para fazer isto, levando em conta que vai ser difícil de manter a temperatura e o mosto irá chacoalhar um pouco dentro do carro? Chego em 40 minutos em casa.

O que eu pensei que seria melhor: transferir o mosto já resfriado para o fermentador, lacrar e levar para o apto, chegando lá hidratar a levedura o mais rápido possível, aerar o mosto e enfim inocular. Pensando nas particularidades de cada momento do processo cervejeiro esta seria a melhor opção?

Agradeço a todos!
 

mestrekame

Well-Known Member
Afiliado
2/2/18
Mensagens
70
Pode levar o balde para casa, aguardar o mosto chegar na temperatura de inoculação e adicionar a levedura.
Eu por diversas vezes deixo o mosto esfriando na geladeira enquanto faço um starter e só inoculo no outro dia. Nunca tive problema com contaminação, porque tomo muito cuidado com limpeza e sanitização.
 

JPianco

Well-Known Member
Afiliado
30/11/16
Mensagens
87
Salve confrade!
Eu faria exatamente isso! Resfriaria o mosto, o levaria pra casa e chegando lá inocularia a levedura.
Vai na fé! Sem medo e sem estresse! É só caprichar na limpeza e na sanitização.
 
Afiliado
31/1/20
Mensagens
21
Localização
Curitiba
Pode levar o balde para casa, aguardar o mosto chegar na temperatura de inoculação e adicionar a levedura.
Eu por diversas vezes deixo o mosto esfriando na geladeira enquanto faço um starter e só inoculo no outro dia. Nunca tive problema com contaminação, porque tomo muito cuidado com limpeza e sanitização.
faço exatamente isso, costumo fazer no chill e só inoculo o fermento no dia seguinte.
 
Afiliado
22/1/19
Mensagens
6
Localização
Curitiba
Bom dia. Eu faço as minhas brassagens na chácara e nunca tive problemas em transportar o mosto e inocular a levedura depois que chegar no local onde vai ficar maturando (mais ou menos 45 minutos). Inclusive fiz um teste este final de semana e inoculei antes de transportar, acreditando que no transporte vai aerar um pouco mais e misturar melhor. Eu não uso airlock, somente sterilock, mas dá para sentir o aroma dentro da geladeira e dá para perceber que a levedura está trabalhando. Uma observação é que eu sempre levo já na temperatura final para ir para geladeira.
 

Gunner

Member
Afiliado
2/8/20
Mensagens
13
Localização
Belo Horizonte
Obrigado pela a ajuda amigos!
Semana que vem conto pra vcs o resultado da minha primeira brassagem.
 

Lord Demolay

Well-Known Member
Afiliado
29/5/20
Mensagens
109
Localização
Sp
Como ja disseram, não tem problema em fazer o transporte do mosto ou inocular a levedura no dia seguinte, PORÉM não esqueça de sanitizar o exterior do fermentador e suas mãos antes de abrir pra colocar a levedura!!
 

damigol

Well-Known Member
Afiliado
13/9/17
Mensagens
244
Pode levar o balde para casa, aguardar o mosto chegar na temperatura de inoculação e adicionar a levedura.
Eu por diversas vezes deixo o mosto esfriando na geladeira enquanto faço um starter e só inoculo no outro dia. Nunca tive problema com contaminação, porque tomo muito cuidado com limpeza e sanitização.
Também tenho feito assim. Termino a cerveja, resfrio a cerveja até 30/40 °C, transfiro para a bombona com o mínimo de exposição do mosto ao ambiente (mangueira e tampa solta por cima), levo para a geladeira e inoculo no dia seguinte, geralmente 12horas depois, chegando a inocular até 18horas após. Mais de 24h não recomendo devido ao risco de algo pior se acentuaria muito. Com isto, sempre inoculo a levedura na temperatura de fermentação, talvez até 1 ou 2 graus abaixo da temperatura que pretende fermentar. Com isso melhorei os resultados na fermentação.
Mas é muito importante ter cuidado com sanitização e limpeza, principalmente limpeza da bombona (partes internas e inacessíveis da torneirinha por exemplo são focos importantes que precisam ser limpas).
Nunca tive problemas de contaminação com esta técnica, embora obviamente os riscos existam de perder o lote.
Agora, respondendo a sua pergunta sobre 40 minutos, diria que vai sem medo, pois não dá nem tempo de algo ruim proliferar.
 
Topo