• We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.

O que é BATCH SPARGE, e FLY/CONTINUOUS SPARGE, e quando usar?

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Bom, motivado pela seguinte pergunta um tópico, resolvi criar um post-fixo porque já tive que responder isso muitas vezes.

Boa noite, por que não faz sentido batch Sparge com fundo falso? Tenho feito... Meu sistema é um BIAB elétrico com cesto em inox (sei que BIAB não inclui lavar...) normalmente dreno o mosto e acrescento mais água que recircula por um tempo, depois ergo o cesto e retorno com o primeiro mosto... melhorou a eficiência e não gasta tanto tempo a mais...
Bom, antes de entrar na parte do Batch Sparge e Fly Sparge, vou responder o restante da pergunta do @LisboaPrates.

- Meu sistema é um BIAB elétrico com cesto em inox (sei que BIAB não inclui lavar...)

BIAB - Brew In A Bag - Fazer cerveja em um saco. Bom, o que esse nome não diz também é o conceito por trás disso. O conceito de BIAB é fazer cerveja com qualidade igual às melhores e mais clássicas técnicas, porém, com o menor esforço, menor equipamento, e da forma mais rápida possível. Em troca disso (pois sempre quando GANHAMOS algo, precisamos DAR outra coisa em troca) arcamos com uma eficiência menor, e logo, gastamos um pouco mais de dinheiro em malte.

Bom, ocorre que existem variações/deturpações da técnica, o que não tem problema algum porque não precisamos seguir regras. O problema que vejo com isso é que as pessoas mudam o processo, e continuam chamando a coisa de BIAB, e isso sim, na minha visão, é errado. O que eu vejo muitas vezes são cervejeiros querendo fazer BIAB, mas com o espírito do "GANHA e GANHA", ou seja, quer ganhar na hora de aproveitar as vantagens do BIAB, mas querem GANHAR NOVAMENTE também na hora da eficiência, e em resumo, não querem dar nada em troca...... e com isso inventam formas mirabolantes de lavar os grãos dentro do saco.......... achando que ganharam em tudo...... mas não se dão conta que estão adicionando TRABALHO e TEMPO ao processo, muitas vezes de tal forma, que o processo BIAB perde o sentido já que estão tendo o mesmo trabalho que se tivessem um equipamento normal de 2 ou 3 panelas, e no fim fica somente a vantagem de ter só 1 panela em vez de 2 ou 3.


Bom, agora que temos claro o conceito de BIAB, respondendo ao @LisboaPrates, na verdade, não, teu sistema não é BIAB. BIAB é com BAG, e normalmente super fina, justamente pra não demandar recirculação. Você está utilizando um cesto com furos maiores. Furos maiores fazem com que pequenas partículas passem pelo filtro e fazem a gente ser obrigado a recircular.

Logo, esse CESTO nada mais é do que um fundo falso com uma tela na volta dele.

Ou seja, esse sistema é um SINGLE VESSEL (a exemplo de BrauMeister e seus 800 mil clones no Brasil).

Sistemas Single Vessel, sim, TEM QUE recircular, pelos motivos que citei acima, ou seja, o "filtro" tem furos grandes.

Para ficar claro, o ÚNICO sistema em que não precisa recircular, é com BAG de granularidade BEM fina, como tecido VOIL. Qualquer outro sistema, precisa recircular. Se precisa recircular............ é como se estivesse utilizando um fundo-falso, bazooka, etc.

-------------

FLY / CONTINUOUS SPARGE - Lavagem Contínua

- Idealmente você NÃO mexe nos grãos (a menos que seja obrigatório por motivos de entupimento, caso clássico das cervejarias)
- Você drena mosto lentamente para a panela de fervura
- Você adiciona água por cima da cama na mesma vazão, fazendo com que o nível de líquido não baixe e se mantenha sempre alguns CM acima da cama de grãos.
- Não se controla quanto de água se adiciona, e sim a quantidade de mosto (ou densidade) do mosto que sai, ou a densidade do mosto como um todo na panela de fervura.

BATCH SPARGE - Lavagem por Batelada (técnica que entrou em evidência com o homebrewer Danny Conn, dos EUA)

- Você remove todo o mosto rapidamente (alguns recomendam não esgotar completamente e deixar alguns cm de mosto na panela, apesar de não ser algo obrigatório)
- Adiciona água
- MEXE todo o malte (para misturar grãos pouco "lavados" com grãos menos lavados, ou que possuam mais açúcar grudado.
- Recircula
- Extrai novamente o mosto e vai repetido isso até atingir o volume total de mosto que precisa na panela de fervura, ou a densidade, etc.

Comparação

Em ambas você precisa recircular antes de começar a filtrar/lavar.

Feito isso....

- No Fly Sparge, você começa a drenar, acerta a vazão que a água entra, e................ pronto! Não tem mais trabalho nenhum até o final da lavagem.

- No Batch Sparge, você drena, adiciona água, mistura, e RECIRCULA novamente (pois você detonou sua cama degrãos ao mexer o malte), e começa tudo novamente. Resumindo, bem mais trabalho....... mas permite o uso de uma Bazooka.

Mas por que diabos isso é interessante? Porque antigamente, nos EUA, conseguir um fundo-falso apropriado era um imenso problema........ então utilizavam bazooka, que dava pra fazer em casa (qualquer um faz com poucas ferramentas) e podia adaptar numa caixa térmica.

Aí o que esses caras faziam? Tentavam fazer o mesmo que as CERVEJARIAS, e cervejarias, TODAS, usam Fly Sparge. Só que ao fazer isso com bazooka, tinham baixo rendimento..... entupimento, etc... aí criaram outras técnicas pra corrigir a deficiência do filtro.

-------------

Porque Batch Sparge é uma técnica que não tem sentido com Fundo Falso?

Porque a melhor técnica que existe, em todos os sentidos, seja por praticidade, pouca oxigenação de mosto, eficiência, repetibilidade, flexibilidade para implementar RIMS, HERMS, etc, é a Lavagem Contínua, ou Fly-Sparge, só que.... lavagem contínua só realmente é indicada para filtros que promovam uma lavagem homogênea dos grãos, e isso só ocorre com fundo falso.

No How to Brew, do Palmer, tem um apêndice que fala só disso. Vejam a imagem abaixo:




Ou seja, no caso A, com FUNDO FALSO, a Lavagem Contínua é perfeita.... o grão é todo lavado de forma perfeita.

Já nos casos B e C, com filtros de canos ou Bazooka, durante uma LAVAGEM CONTINUA, parte dos grãos (os mais escuros) não seriam lavados adequadamente, e a outra parte, mais clara, seria lavada demais.

Para ESSES casos (e casos de entupimento total) que a técnica de Batch Sparge foi criada. No caso C, no Batch Sparge, você drena o mosto todo, depois adiciona água na panela, e............. MISTURA TODO OS GRÃOS. Isso faz com que a parte ESCURA (grãos mal lavados, com açúcar) vá para o meio, e a parte clara (bem lavada) vá para os cantos, e tudo fique misturado.

Ou seja, você corrige a ineficiência de sugar o mosto com ponto único, que claramente gera o problema mostrado na figura C, pois os fluídos sempre tendem a seguir o caminho mais fácil.

-----------

RESUMO

Pra quem tem um sistema com fundo falso, e faz Batch Sparge, está tendo mais trabalho, menos repetibilidade, e em vários casos, menos eficiência. Resumindo, não tem motivo técnico para tal.

Agora, por gosto pessoal, ok.

Abração,
 

jonnes

Well-Known Member
Afiliado
23/10/14
Mensagens
276
Com fundo falso, após o mash-out (no qual o mosto ja está sendo recirculado), existe tempo ideal para recirculação antes da drenagem/lavagem?
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Se faz recirculação com um objetivo: deixar o mosto límpido.

Logo, não interessa o tempo, interessa é alcançar o objetivo, seja em 1 minuto, ou 20.

Abraço,
 

marqueze

Well-Known Member
Afiliado
14/1/15
Mensagens
289
Pode ter duvidas neste tópico?

Se nao me avisem e crio um novo, mas vou aproveitar a pratica e perguntar:
Tenho o equipamento referido como os americanos, a caixa termica com bazooka e utilizo batch sparge, seria normal então a eficiencia ser baixa?
Tive aproximadamente 55% de eficiência segundo o beersmith, mesmo utilizando uma sacarificação de 90 mins a temp constante. Seria apropriado a cada 30 mins agitar para homogeneizar ou mantenho tudo parado?

Grato pelas explicações!
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Pode ter duvidas neste tópico?

Se nao me avisem e crio um novo, mas vou aproveitar a pratica e perguntar:
Tenho o equipamento referido como os americanos, a caixa termica com bazooka e utilizo batch sparge, seria normal então a eficiencia ser baixa?
Tive aproximadamente 55% de eficiência segundo o beersmith, mesmo utilizando uma sacarificação de 90 mins a temp constante. Seria apropriado a cada 30 mins agitar para homogeneizar ou mantenho tudo parado?

Grato pelas explicações!
Mantem tudo parado.

E não, não é normal ter baixa eficiência. Na verdade, dá pra ter eficiências altíssimas mesmo com caixa térmica, bazooka, e fazendo batch sparge.

Abraço,
 

marqueze

Well-Known Member
Afiliado
14/1/15
Mensagens
289
creio que talvez nao tenha feito o sparge da maneira correta então... vou pesquisar e farei novamente... tive o mesmo problema que em outro topico, creio que a bomba ta com mta força e nao circulando pelo mosto inteiro.

Obrigado!
 

LisboaPrates

Well-Known Member
Afiliado
2/1/14
Mensagens
195
Boa noite... Realmente Meu sistema é um single vessel com recirculação continua... Tenho feito Batch Sparge pois pensava ser mais eficiente que o fly Sparge por remexer a cama e recircular... Mas está fácil mudar para fly... Da próxima vou tentar... Na verdade, o objetivo é alcançar um volume maior, e não apenas eficiência...
Obrigado,
Ricardo Lisboa Prates.
 

guikf

Well-Known Member
Afiliado
21/5/15
Mensagens
46
Bom dia!

utilizo fly sparge, mas tenho notado uma deficiencia na lavagem e na recirculação, e vendo estas imagens notei que o indicado pra quem usa fundo falso seria colocar uma mangueira prologando a saida ate o centro da panela, no meu caso nao uso isso, a saida da panela esta puxando o mosto pela lateral, isso pode causar problemas na brassagem? seria indicado eu prolongar com um tubo ate o meio da panela?
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Não faz grande diferença fazer isso, apesar de estar assim na imagem.

Abraço,
 

guikf

Well-Known Member
Afiliado
21/5/15
Mensagens
46
digo isso porque apos a lavegem, dei uma viradinha na panela pra tirar ate a ultima gota e saiu um mosto de cor muito escuro, isso apos a lavagem onde ja estava saindo mosto bem claro, ou seja esse mosto estava la parado no canto, tenho receito que, se o mosto que esta do outro lado da saida ficar parado, ele pode aquecer de mais e a temperatura naquele canto aquecer muito, bagunçando a rampa (utilizo resistencia eletrica com resirculação constante e controle de temp no retorno)
 

dcunhamaciel

Well-Known Member
Afiliado
30/7/15
Mensagens
324
Faz sentido recircular usando Fly Sparge ?

Li em algum lugar, não me lembro onde agora, que aumenta a eficiência, mas dá um trampo danado recircular toda a água da lavagem.

Na minha última brassagem não recirculei, e não senti diferença..
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Faz sentido recircular usando Fly Sparge ?

Li em algum lugar, não me lembro onde agora, que aumenta a eficiência, mas dá um trampo danado recircular toda a água da lavagem.

Na minha última brassagem não recirculei, e não senti diferença..
Recirculação se faz antes da lavagem, em qualquer caso.

Durante, só TALVEZ pode-se fazer em Batch Sparge.

Em Fly Sparge, você quer REMOVER os açúcares, ou seja, o fluxo deve ser constante para que a água que entra na panela sirva de "meio de transporte" para os açúcares. Se você recircular, estará sendo contra-producente já que está devolvendo para panela açúcares que você já conseguiu remover.... e que você quer que fique fora dela. Seria como eu colocar as minhas mãos sujas embaixo de uma torneira e deixar a água suja acumular num balde, e depois de minhas mãos estarem limpas, eu mergulhá-las novamente na água suja lá no balde.

Abraço,
 

dcunhamaciel

Well-Known Member
Afiliado
30/7/15
Mensagens
324
Recirculação se faz antes da lavagem, em qualquer caso.

Durante, só TALVEZ pode-se fazer em Batch Sparge.

Em Fly Sparge, você quer REMOVER os açúcares, ou seja, o fluxo deve ser constante para que a água que entra na panela sirva de "meio de transporte" para os açúcares. Se você recircular, estará sendo contra-producente já que está devolvendo para panela açúcares que você já conseguiu remover.... e que você quer que fique fora dela. Seria como eu colocar as minhas mãos sujas embaixo de uma torneira e deixar a água suja acumular num balde, e depois de minhas mãos estarem limpas, eu mergulhá-las novamente na água suja lá no balde.

Abraço,
Muito obrigado Guenther..

Pelo visto perdi tempo e eficiência recirculando com a água da lavagem..

Parabéns pelo fórum nota mil, tem me ajudado muito corrigir os erros que aprendi com fontes não confiáveis..
 

Raisoshi

Well-Known Member
Afiliado
9/1/15
Mensagens
838
Muito obrigado Guenther..

Pelo visto perdi tempo e eficiência recirculando com a água da lavagem..

Parabéns pelo fórum nota mil, tem me ajudado muito corrigir os erros que aprendi com fontes não confiáveis..
Não entendi, em que ponto você conseguiu recircular no meio de um fly sparge se teoricamente é um método de lavagem continua?
 

fabiobrum

Well-Known Member
Afiliado
2/12/15
Mensagens
182
Acho q na verdade o que rolou foi um batch sparge com reciculação.
Só fiquei na dúvida quando a eficiência, achava que não deveria perder.

E provavelmente deve ter ganho um mosto mais limpo , correto?
 
Última edição:

dcunhamaciel

Well-Known Member
Afiliado
30/7/15
Mensagens
324
Não entendi, em que ponto você conseguiu recircular no meio de um fly sparge se teoricamente é um método de lavagem continua?
O mosto lavado que eu retirava pela torneira eu devolvia para a panela, fazia esse processo algumas vezes até retirar o mosto definitivamente para fervura e depois adicionava mais água, e recirculava novamente...
 

Raisoshi

Well-Known Member
Afiliado
9/1/15
Mensagens
838
O mosto lavado que eu retirava pela torneira eu devolvia para a panela, fazia esse processo algumas vezes até retirar o mosto definitivamente para fervura e depois adicionava mais água, e recirculava novamente...
Então foi um batch mesmo, não um fly hehe.
 

TiagoSouza

Well-Known Member
Afiliado
27/1/15
Mensagens
62
Ótimo texto, professor! Comecei a fazer cerveja há um ano e optei pela sua sugestão de fundo falso+fly sparge, e não me arrependo👍🍻
 

Rins

Well-Known Member
Afiliado
14/6/13
Mensagens
472
O que eu posso fazer para colocar em cima do fly sparge? Eu to recirculando com bomba e mangueira, mas to achando que a cama de graos esta se desfazedo, mesmo eu colocando a bomba com vazao baixa...
Vale a pena criar alguma geringonça?
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
O que eu posso fazer para colocar em cima do fly sparge? Eu to recirculando com bomba e mangueira, mas to achando que a cama de graos esta se desfazedo, mesmo eu colocando a bomba com vazao baixa...
Vale a pena criar alguma geringonça?
No geral, mangueira com comprimento suficiente para dar uma volta completa dentro da panela faz com que a ponta dela fique submersa, rente à parede, e apontando levemente pra cima, o que é a perfeição porque gera aeração quase zero, um suave whirlpool que homogeneiza tudo, tudo isso sem fazer buraco no malte.

Abraço,
 
Topo