1. We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.
    Fechar Aviso

Minha primeira brassagem

Discussão em 'Iniciantes' iniciado por Trops, 14/1/20 às 12:57.

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

  1. 14/1/20 às 12:57 #1

    Trops

    Trops

    Trops

    Member

    Afiliado:
    26/11/19
    Mensagens:
    7
    Curtidas Recebidas:
    4
    Localização:
    Minas gerais
    Como vai pessoal? meu primeiro post aqui...

    Ontem fiz minha primeira brassagem, 20 L de uma APA, usando Biab.

    Tive a oportunidade de ver meu primo fazendo e tbm estudei bastante, tanto a teoria quanto a prática.

    Mosturação foi tranquilo, consegui ficar sempre em 66 graus (mais ou menos 2), fiz mash out, e lavei o malte um pouco abaixo da temperatura, 68 graus (meu gás da cozinha acabou e ate poderia ter levado o gás do fogareiro para a cozinha e depois voltado com ele pro fogareiro, mas nao acho q valia tanto o trabalho.)

    Fermentação tbm foi bem tranquilo, usei columbus (25g @60min, 10g @0min) para amargor e cascade (25g @10min) para aroma, o resto separado para dry hopping.

    Meu objetivo era transferir 21 L para o fermentador e aumentar para 22L com o starter (safale us-05)

    O grande problema foi na parte de resfriar o mosto, tenho um chiller de contra fluxo que começou a vazar na conexão (testei ele dias antes, mas com água fria, achei q teria dado para quente tbm, lição aprendida), na tentativa de corrigir o vazamento interrompi o a transferência removi a mangueira e voltei a conectar, mas sem sucesso.

    Ai resolvi prosseguir mesmo vazando, devo ter perdido uns 3 litros.

    A OG da receita era 1049 a minha deu 1050, apesar deste dado estar mascarado pelos erros cometidos acho q nessa parte fui bem ainda.

    Mas agora vem meu maior medo, como tentei consertar o vazamento e desconectei a mangueira posso ter contaminado meu mosto, a temperatura do mosto no fermentador foi de 30°C, meu objetivo era inocular a 16°C, mas como o mosto tava sem as leveduras e com risco de contaminação decidi inocular mesmo assim, pois cada minuto perdido era seria usado pelas bactérias contaminante para reproduzir, dai as leveduras talvez pudessem suprimir um pouco tais bactérias, mesmo que 30°C possa gerar um pouco de off-flavor.

    Apesar do contra-tempo acho q deu pra ter uma ideia do processo na pratica, espero que o resultado final seja consumivel, assim compensa ao menos o trabalho q tive limpando o chão onde vazou.
     
    Última edição: 14/1/20 às 13:04
  2. 14/1/20 às 13:52 #2

    GuilhermeAlmeida

    GuilhermeAlmeida

    GuilhermeAlmeida

    Active Member

    Afiliado:
    9/1/19
    Mensagens:
    35
    Curtidas Recebidas:
    30
    Localização:
    Nárnia
    A primeira leva agente nunca esquece, são tantas etapas, tantos erros, parece que tudo vai dar errado.
    Com o tempo, estes problemas tendem a desaparecer, mas o mais importante é focar nas etapas básicas, e nunca esquece-las, pois isto sim pode atrapalhar no resultado final da cerveja.
    A sanitização está em primeiro lugar. Esta etapa deve ser feita em todos os processos, desde a mostura até o envase.

    Sobre a temperatura de inoculação da levedura. Possivelmente a levedura poderá se estressar, gerando esteres indesejados. Se preocupe com isto após o envase, nesta etapa, acredito que não será um problema.
    Temperaturas acima de 30°, para este tipo de levedura, podem não só causar esteres indesejados, assim como também pode matá-las. Então na próxima, passe a cerveja para o fermentador, lacre e aguarde atingir a temperatura ideal. Se o fermentador estiver devidamente sanitizado, a probabilidade de contaminação é extremamente baixa.
    Existem técnicas como o no-chill, que consiste em fazer a refrigeração da cerveja no próprio fermentador ou em outro recipiente, apenas com a troca de calor do ambiente. Então seguindo esta analogia, deixar de inocular a levedura não fará que seu mosto contamine, desde que o recipiente esteja devidamente sanitizado.

    Na etapa do dry-hopping, novamente, deve se tomar cuidado com a sanitização, sanitize tudo que entrará em contato com o fermentador, principalmente as mãos e a parte externa do fermentador, isto garantirá que a contaminação seja mínima, caso ocorra.

    Por fim, agora é aguardar, no final sempre dá cerveja.
     
    Última edição: 14/1/20 às 16:24
  3. 14/1/20 às 13:58 #3

    Trops

    Trops

    Trops

    Member

    Afiliado:
    26/11/19
    Mensagens:
    7
    Curtidas Recebidas:
    4
    Localização:
    Minas gerais
    @GuilhermeAlmeida se não tivesse ocorrido o vazamento eu provavelmente teria inoculado qdo a temperatura estivesse em 18°C ou menos, mas como tive o risco de contaminação resolvi inocular, pois assim criaria a competição entre as bactérias contaminantes e as leveduras, como a levedura estaria em maior quantidade poderia suprimir as contaminantes (claro que não seria 100%), mas realmente eu não estava preparado para a situação.

    Mas mesmo se der errado nao vou deixar isso me desanimar, a primeira vez sempre tem os vacilos neh
     
  4. 14/1/20 às 16:35 #4

    GuilhermeAlmeida

    GuilhermeAlmeida

    GuilhermeAlmeida

    Active Member

    Afiliado:
    9/1/19
    Mensagens:
    35
    Curtidas Recebidas:
    30
    Localização:
    Nárnia
    Sim, a primeira é um desafio.

    Se você tomou todos os cuidados com a sanitização, acredito que não terás problemas.
    Retire amostras para verificar a atenuação do mosto, só assim saberás que a fermentação está acontecendo.
    Como eu já disse, no final sempre dá cerveja.

    Na próxima você acerta esses detalhes.
     
    Trops curtiu isso.
  5. 15/1/20 às 13:56 #5

    marcelo_r_a

    marcelo_r_a

    marcelo_r_a

    Member

    Afiliado:
    7/2/17
    Mensagens:
    22
    Curtidas Recebidas:
    12
    Vai dar tudo certo! Nada que vc relatou aí é grave. Sempre da alguma M.. no meio do caminho mesmo. Normal.
     
    Trops curtiu isso.

Rascunho Salvo Rascunho deletado

Compartilhe esta Página