• We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.

Meu equipamento

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

HermannPS

Member
Afiliado
15/2/21
Mensagens
6
Localização
Recife - PE - Brasil
Boas pessoal,

Montei meu equipamento para produzir inicialmente 20 litros (que acabou se tornando na pratica 17-19L). Optei por uma single vessel da inversa (52 litros), aproveitei uma cervejeira da Consul que já possuía (Cervejeira Consul Titanium CZD12AT) para a fermentação e maturação. Serpentina para resfriamento (que provou ser insuficiente - 28-30 graus a temperatura da agua que sai da torneira). Por praticidade e economia de cerveja, optei por usar o refratômetro ao invés do densímetro (só agora aprendi a corrigir a densidade pela temperatura - nível de alcool - 5a brassagem). O balde fermentador que coube na cervejeira no limite foi o da lamas brewshop de 20 litros. Optei por usar o postmix ao invés de garrafas (o que dificulta eu compartilhar minha cerveja com amigos), estou migrando aos poucos para o sistema dmfit pela praticidade. Comprei um cilindro de 6 kg e o cilindro da sodastream para reabastecimento, junto com dois manometros, o tradicional e o mini (para usar dentro da cervejeira junto com o sodastream - ja quebrei kkk).

Na 4a brassagem aprimorei o sistema de serviço instalando uma torre de inox com torneira italiana, substituindo a torneira picnic que usava ate então. Atualmente estou lendo livros cervejeiros (em inglês) para aprimorar a minha técnica. Fiz 5 brassagens até o momento:
1- IPA: saiu sensacional... ficaria triste se na primeira errasse (meu maior medo depois de todo investimento feito)
2- Cream Ale: Outra que saiu sensacional
3- Cream Ale: saiu boa, não tanto quanto a segunda
4- Cream Ale: ficou uma bosta... mas bebí tudo kkk
5- APA: que acabou virando English IPA devido a mudança do processo que melhorou estupidamente a eficiência da mosturação (acima de 90%) e ao erro de escolher uma temperatura baixa para a mosturação. Acabou ficando seca e com 7,5% de alcool.

É isso... tinha medo de ser apenas uma onda passageira, mas esse hobby acabou me prendendo... enquanto tiver conhecimento pra ser adquirido e fígado, meu interesse permanecerá acesso. Grande abraço a todos os cervejeiros de plantão... aos iniciantes, e especialmente aos avançados que auxiliam novas pessoas a entrar no hobby.
 

Attachments

EDGAR LOUZANO VERDILE

Well-Known Member
Afiliado
29/12/19
Mensagens
759
Localização
Sao Paulo
Muito bom cara, parabéns! Só uma sugestão, eu evitaria os DMFit... Sei que muitos usam e tal, mas com minha experiência com eles digo que é bem prático, porém se tudo for ficar fixo. Com o tempo aparecem micro vazamentos que te deixarão de cabelo em pé. Troquei todos os meus por espigões com mangueira de silicone 1/4 para líquido e cristal 3/8 para gás. Acabaram meus problemas.
 

HermannPS

Member
Afiliado
15/2/21
Mensagens
6
Localização
Recife - PE - Brasil
Muito bom cara, parabéns! Só uma sugestão, eu evitaria os DMFit... Sei que muitos usam e tal, mas com minha experiência com eles digo que é bem prático, porém se tudo for ficar fixo. Com o tempo aparecem micro vazamentos que te deixarão de cabelo em pé. Troquei todos os meus por espigões com mangueira de silicone 1/4 para líquido e cristal 3/8 para gás. Acabaram meus problemas.
Obrigado pela dica. Vou reconsiderar a utilização do DMFIT. Abraço!
 

Bruno Nery

Well-Known Member
Afiliado
24/12/18
Mensagens
256
Localização
Cotia
Cara, parabens! Eu tenho um sistema semelhante ao seu.. Panela inversa, frigobar com 2 torneira e etc. Estou ampliando meu setup pq é um mundo sem volta. Quanto as questões que levantou, compre uma WINTAP cara. Entre para o mundo da contrapressão. Poderá compartilhar com seus amigos como quer as cervejas e irá liberar seu Fermentador/kegerator para outras levas.
 

DANIEL RODRIGUES

Well-Known Member
Afiliado
2/6/20
Mensagens
190
Localização
Colina/SP
Parabéns pelo relato... agora o que me chamou atenção foi essa eficiência aí de 90% na Inversa... explique melhor, por favor.
À respeito do fermentador ser o kegerator, realmente é um problema. Se tiver espaço, minha sugestão é rever este ponto.... talvez uma geladeira de segunda mão para fermentar, te ajudaria bastante.
Abraços
 

HermannPS

Member
Afiliado
15/2/21
Mensagens
6
Localização
Recife - PE - Brasil
Cara, parabens! Eu tenho um sistema semelhante ao seu.. Panela inversa, frigobar com 2 torneira e etc. Estou ampliando meu setup pq é um mundo sem volta. Quanto as questões que levantou, compre uma WINTAP cara. Entre para o mundo da contrapressão. Poderá compartilhar com seus amigos como quer as cervejas e irá liberar seu Fermentador/kegerator para outras levas.
Boa dica... vou pesquisar melhor sobre o assunto. Obg
 

HermannPS

Member
Afiliado
15/2/21
Mensagens
6
Localização
Recife - PE - Brasil
Parabéns pelo relato... agora o que me chamou atenção foi essa eficiência aí de 90% na Inversa... explique melhor, por favor.
À respeito do fermentador ser o kegerator, realmente é um problema. Se tiver espaço, minha sugestão é rever este ponto.... talvez uma geladeira de segunda mão para fermentar, te ajudaria bastante.
Abraços
Boa Daniel, seguinte, eu fiz preaquecimento de uns 15 litros de agua a 78oC pra usar na lavagem dos graos, e transferi esses 15 litros para uma bombona e botei dentro de um cooler. Então voltei a aquecer a agua pra brassagem. Quando chegou a hora de introduzir os graos, percebi que a agua da brassagem estava pouca (os graos estavam expostos, fora da agua quente). Sem pensar muito, peguei a bombona (que estava guardando a agua a 78o) e despejei uns 5 litros na panela para completar o suficiente para cobrir os graos. Rapidamente percebi que poderia ter feito besteira, pois poderia ter acabado com as enzimas antes mesmo de iniciar a brassagem, e botei rapidinho a agua pra recircular.

Com medo de ter perdido boa arte das enzimas, estendi o processo de brassagem de 1 hora para 2:30h, na esperança de converter todo o amido. Durante esse tempo, tampa fechada (pra uniformizar a temperatura) e fiquei revirando de 15 em 15 minutos a cama de graos com a ajuda de uma escumadeira (para isso, eu iniciei o processo sem a "peneira" superior constantemente utilizada nas single vessel). Ao final da brassagem eu medí a OG, realizando as devidas correçoes de acordo com a litragem e a temperatura do mosto, e o Beersmith me deu a eficiência que informei (foi algo em torno de 92% se não me falha a memória).

No fim, o que era pra ser uma receita 4,5% acabou virando 7,5% até onde eu consegui medir.
 

lmercucci

Member
Afiliado
5/11/18
Mensagens
18
Localização
Taboão da Serra
Muito bom, parabéns.
enquanto tiver conhecimento pra ser adquirido.....vão ser vidas.... pode preparar o herdeiro que tem muita coisa para explorar, estou a 5 anos, fiquei 1 anos no processo básico, depois mais lúpulos agora estou nas leveduras, os processos, rampas explorei um pouco. é uma infinidade de combinações.....
O DMFIT é o que o colega falou, facilita muito a mudança, mas se tem algo fixo deixe fixo, eu uso o cilindro de soda steam tb, mas sabendo que pode acabar naquela usada. não tenho espaço para deixar fixo, então o DMFIT ajuda muito, sempre monto e desmonto....
 

Attachments

HermannPS

Member
Afiliado
15/2/21
Mensagens
6
Localização
Recife - PE - Brasil
5- APA: que acabou virando English IPA devido a mudança do processo que melhorou estupidamente a eficiência da mosturação (acima de 90%) e ao erro de escolher uma temperatura baixa para a mosturação. Acabou ficando seca e com 7,5% de alcool.
Pessoal, uma pequena nota, a eficiência que me referi acima foi da etapa de mostura, e deu 94,1%. A eficiência geral (que considera as perdas trub (na panela), lama no fermentador e etc) foi de 72,2%. Como disse, o fato de ficar revirando a cama de grãos periodicamente e ter feito a mostura durante 2:30h a uma temperatura baixa (64,4oC) devem ter contribuído para elevar a eficiência da mosturação.
 

rovocat

New Member
Afiliado
11/10/21
Mensagens
2
Localização
sto amaro
Boas pessoal,

Montei meu equipamento para produzir inicialmente 20 litros (que acabou se tornando na pratica 17-19L). Optei por uma single vessel da inversa (52 litros), aproveitei uma cervejeira da Consul que já possuía (Cervejeira Consul Titanium CZD12AT) para a fermentação e maturação. Serpentina para resfriamento (que provou ser insuficiente - 28-30 graus a temperatura da agua que sai da torneira). Por praticidade e economia de cerveja, optei por usar o refratômetro ao invés do densímetro (só agora aprendi a corrigir a densidade pela temperatura - nível de alcool - 5a brassagem). O balde fermentador que coube na cervejeira no limite foi o da lamas brewshop de 20 litros. Optei por usar o postmix ao invés de garrafas (o que dificulta eu compartilhar minha cerveja com amigos), estou migrando aos poucos para o sistema dmfit pela praticidade. Comprei um cilindro de 6 kg e o cilindro da sodastream para reabastecimento, junto com dois manometros, o tradicional e o mini (para usar dentro da cervejeira junto com o sodastream - ja quebrei kkk).

Na 4a brassagem aprimorei o sistema de serviço instalando uma torre de inox com torneira italiana, substituindo a torneira picnic que usava ate então. Atualmente estou lendo livros cervejeiros (em inglês) para aprimorar a minha técnica. Fiz 5 brassagens até o momento:
1- IPA: saiu sensacional... ficaria triste se na primeira errasse (meu maior medo depois de todo investimento feito)
2- Cream Ale: Outra que saiu sensacional
3- Cream Ale: saiu boa, não tanto quanto a segunda
4- Cream Ale: ficou uma bosta... mas bebí tudo kkk
5- APA: que acabou virando English IPA devido a mudança do processo que melhorou estupidamente a eficiência da mosturação (acima de 90%) e ao erro de escolher uma temperatura baixa para a mosturação. Acabou ficando seca e com 7,5% de alcool.

É isso... tinha medo de ser apenas uma onda passageira, mas esse hobby acabou me prendendo... enquanto tiver conhecimento pra ser adquirido e fígado, meu interesse permanecerá acesso. Grande abraço a todos os cervejeiros de plantão... aos iniciantes, e especialmente aos avançados que auxiliam novas pessoas a entrar no hobby.
Muito bom seu equipamento. Parabens !!! Tenho uma cervejeira desta, tava pensando em por a torneira na porta . Com medo de furar a parte de cima dela.
 

Tiburcio Jobs

Active Member
Afiliado
6/6/18
Mensagens
28
Localização
Guaíra PR
Muito bom cara, parabéns! Só uma sugestão, eu evitaria os DMFit... Sei que muitos usam e tal, mas com minha experiência com eles digo que é bem prático, porém se tudo for ficar fixo. Com o tempo aparecem micro vazamentos que te deixarão de cabelo em pé. Troquei todos os meus por espigões com mangueira de silicone 1/4 para líquido e cristal 3/8 para gás. Acabaram meus problemas.
Cara, estou tendo problemas com espigão e mangueira de silicone quando uso pressões próximas a 2 bar (água com gás, por exemplo). Teria como me mandar uma foto das abraçadeiras q vc tá usando? Essas abraçadeiras de aperto por parafuso não aplicam a pressão uniformemente no espigão, e como a mangueira de silicone é mais flexível acaba vazando conforme as linhas ficam no kegerator.
 

BEASTIEBREWERS

New Member
Afiliado
2/6/21
Mensagens
2
Localização
Joinville
Buenas pessoal,
Comecei com um setup de duas panelas de 70L, pré-chiller e chiller de imersão, bomba caseira (máquina de lavar roupas), flauta (DIY) para recirculação e sparging, fundo-falso (DIY), e muita quinquilharia barata que acabou saindo caro (porque não serve ao proposito), tipo termômetros chenchen, etc...
Com seis meses da primeira brassagem, fui p segunda e muita coisa já foi aprimorada no equipo. Na terceira leva, já tinha construído um agitador automatizado para a brassagem, adquirido outra bomba (de máquina com cabeça de inox da we consult*..., que não vale nada). Minha 4,5 e 6 brassagem foram em sequencia, 130 litros de apronte em 3 dias (80L Belgian Strong Dark Ale e 50L de double IPA). Agora, já com painel controlador pwm para velocidade do agitador, e timers (relay/delay) para duas bombas (uma mais eficiente e uma futura), chiller de contrafluxo, phnometro, refratômetro, erlenmeyer, agitador magnético, e uma pancada de outras coisas que parece não ter fim. Seguem fotos vídeo do setup atual.
Ver anexo YouCut_20211026_091120459.mp4
 

Attachments

Última edição:
Afiliado
3/3/21
Mensagens
9
Localização
VERANÓPOLIS RS
Show de bola. Eu estou em fase de aumento de produção, mas ainda não sei bem qual tipo de equipamento optar. Quero passar para uns 75 ou 120 litros por brassagem e automatizar um pouco mais o processo.
 

RafaSantos

Member
Afiliado
29/3/20
Mensagens
24
Localização
Brasil
@BEASTIEBREWERS, massa seu setup cara.
Uma coisa que me chamou a atenção foi o botijão de gás em baixo do fogareiro. Não sei se durante o trabalho vc o deixar por ali, mas acho que vc deve mantê-lo um pouco mais distante do fogareiro. Já me aconteceu de soltar a mangueira da válvula. Por sorte não estava próximo a chama.
 

BEASTIEBREWERS

New Member
Afiliado
2/6/21
Mensagens
2
Localização
Joinville
@BEASTIEBREWERS, massa seu setup cara.
Uma coisa que me chamou a atenção foi o botijão de gás em baixo do fogareiro. Não sei se durante o trabalho vc o deixar por ali, mas acho que vc deve mantê-lo um pouco mais distante do fogareiro. Já me aconteceu de soltar a mangueira da válvula. Por sorte não estava próximo a chama.
Buenas Rafael,
De fato, isso me ocorreu na primeira vez q usei o fogareiro. Apesar de não deixar ele exatamente em baixo do queimador, a mangueira era curta e foi trocada por uma mais longa que permite colocá-lo em uma distancia mais segura. A propósito, esse quesito é essencial quando os equipamentos são móveis. Sempre verifico a fixação das conexões e a condição das mangueiras.
Brassagem segura, galera.
Abraço p geral 🍻🍻
 
Topo