1. We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.
    Fechar Aviso

Malte seco (DME) para carbonatação

Discussão em 'Fermentação' iniciado por República Santa Casa, 12/9/19 às 23:46.

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

  1. 12/9/19 às 23:46 #1

    República Santa Casa

    República Santa Casa

    República Santa Casa

    Member

    Afiliado:
    23/8/19
    Mensagens:
    5
    Curtidas Recebidas:
    0
    Localização:
    São João del-Rei
    Olá cervejeiros, todo mundo bem?

    Seguinte: em todas as minhas cervejas, realizei a carbonatação com adição de açúcar (priming). Por uma questão mais mercadológica mesmo, pretendo adequar minhas receitas para a Lei de Pureza Alemã. Quero fazer tudo certinho, sem mentir que não há adição de nenhum outro ingrediente que não água, malte, lúpulo e levedura.

    Não tenho a opção de carbonatar com CO², pois em minha cidade não há a disponibilidade dos cilindros. Então pesquisando sobre o assunto vi que o ideal para esse caso é utilizar o malte seco (DME). Mas não encontrei o cálculo para carbonatação.

    Alguém aqui sabe qual cálculo deve ser feito? E aproveitando o tema da Lei de Pureza Alemã, utilizar whirfloc descaracteriza? Porque para clarificação, só sei de whirfloc e gelatina neutra.

    Obrigado desde já!
     
  2. 13/9/19 às 02:17 #2

    mjay

    mjay

    mjay

    Well-Known Member

    Afiliado:
    4/1/17
    Mensagens:
    110
    Curtidas Recebidas:
    35
    Oi blz, acho que essa calculadora é o que vc precisa, alias o site tem varias outras muito boas.
    https://www.brewersfriend.com/gyle-and-krausen-priming-calculator/
    So para ficar claro consiste em usar mosto não fermentado para carbonatar.
    Edit, essa thread tem bastante informação sobre isso.
    https://www.homebrewtalk.com.br/threads/priming-utilizando-gyle.407706/
     
    Última edição: 13/9/19 às 14:45
  3. 13/9/19 às 12:49 #3

    Paiakan

    Paiakan

    Paiakan

    Well-Known Member

    Afiliado:
    8/5/17
    Mensagens:
    367
    Curtidas Recebidas:
    131
    Para clarificação também tem o Biofine: https://www.homebrewtalk.com.br/threads/biofine-modo-de-uso.403762/

    Devolvo a sua pergunta com 4 perguntas. Whirloc é água? Whirfloc é malte? Whirfloc é lúpulo? Whirfloc é levedura?

    Aliás, a Lei Alemã da Pureza e não Lei de Pureza Alemã (Sim, faz uma baita diferença. E a Lei só valia para a Baviera e não para a Alemanha inteira) de 1516 permitia apenas 3 ingredientes já que a levedura ainda era desconhecida à época. Só pode usar água, malte e lúpulo se quiser colocar a lei no rótulo.

    Honestamente? Considero uma bobagem (não se ofenda, por favor!) essa fissura de querer replicar uma lei de 1516 que tinha foco no mercado/impostos e não na qualidade do produto. Sua estratégia terá um alcance bem limitado, com foco nas pessoas que desconhecem a lei e que tem conhecimento mais básico sobre cerveja artesanal.
    Lei da Pureza Alemã não é sinônimo de cerveja de qualidade.
    Assim como Puro Malte não é sinônimo de cerveja de qualidade.
    Assim como cerveja com milho não é sinônimo de cerveja ruim (apesar de a maioria ser).

    A rigor se quiser seguir a lei não pode utilizar nem os sais para correção da dureza da água, nem CO2 para carbonatar. No meu ponto de vista é um equívoco.

    Mas voltando ao tema, o mjay já deu a solução de usar mosto não-fermentado para a carbonatação como substituição ao açúcar. Mas ainda assim você terá a levedura, que não faz parte da Lei Alemã da Pureza de 1516.
     

Compartilhe esta Página