Quantcast
  • We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.

Iniciando com carbonatacao forçada

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

Barbosa

Member
Afiliado
20/7/20
Mensagens
5
Localização
Neves Paulista
Confrades,
Fiz meu primeiro envase usando pressão na bombona (0,1 bar), com o filtro na linha e blow off. Deu um certo medo quando a bombona começou a "engordar". Mas foi tudo de boa. Obrigado pela colaboração. Até animei encher mais a bombona/fermentador.Ver anexo 125119
Ver anexo 125118
Boa tarde Amigo!

Apenas para entender esse esquema que você fez, estou pensando em realizar o mesmo esquema, a mangueira de saída para o balde, qual a funcionalidade dela? seria para saber quando o PM estivesse cheio e assim ter a saída para o balde?

Outra coisa, sua torneira da bombona, é com a valvaula de anti sedimento, ou neste processo é melhor não ter essa válvula?

fico agradecido pela informação!
 

Addyson

Well-Known Member
Afiliado
5/11/17
Mensagens
96
Boa tarde Amigo!

Apenas para entender esse esquema que você fez, estou pensando em realizar o mesmo esquema, a mangueira de saída para o balde, qual a funcionalidade dela? seria para saber quando o PM estivesse cheio e assim ter a saída para o balde?

Outra coisa, sua torneira da bombona, é com a valvaula de anti sedimento, ou neste processo é melhor não ter essa válvula?

fico agradecido pela informação!
A saída para o balde é apenas um blow off, para evitar a entrada de O2 no pm, que poderia acontecer se deixasse o conector aberto direto. O volume que entrou no pm eu meço pelo que baixa na marcação da bombona e pelo q vai condensando na parte externa do pm.
Sempre no uso a valvula anti sedimento.
Não sei se reparou, mas tem tb um filtro entre a bombona e o pm.
Tudo sem O2, zero oxidação.
 

Barbosa

Member
Afiliado
20/7/20
Mensagens
5
Localização
Neves Paulista
A saída para o balde é apenas um blow off, para evitar a entrada de O2 no pm, que poderia acontecer se deixasse o conector aberto direto. O volume que entrou no pm eu meço pelo que baixa na marcação da bombona e pelo q vai condensando na parte externa do pm.
Sempre no uso a valvula anti sedimento.
Não sei se reparou, mas tem tb um filtro entre a bombona e o pm.
Tudo sem O2, zero oxidação.
Opa! Obrigado pelas informações!

Somente mais uma dúvida, como consegue visualizar o nível nessa bombona? tenho uma igual e a minha infelizmente não passa nenhuma luminosidade, queria fazer igual você fez, por essa régua de medição e tal...

Vou ver se faço a transfega na próxima desta maneira, atualmente faço por meio de sifão, mas desta maneira é mais seguro para não haver a oxidação!
 

Addyson

Well-Known Member
Afiliado
5/11/17
Mensagens
96
Com uma fonte de luz dá para ver o nível do líquido. fica muito fácil à noite usando a lanterna do celular atrás ou na lateral da bombona. O líquido fica destacado. Qd comprei a bombona, comprei o adesivo de marcação, que não é muito preciso. Fiz minhas próprias marcações tb.
 

Barbosa

Member
Afiliado
20/7/20
Mensagens
5
Localização
Neves Paulista
Com uma fonte de luz dá para ver o nível do líquido. fica muito fácil à noite usando a lanterna do celular atrás ou na lateral da bombona. O líquido fica destacado. Qd comprei a bombona, comprei o adesivo de marcação, que não é muito preciso. Fiz minhas próprias marcações tb.
Maravilha!

Vou fazer isso, não sabia que dava para ver o liquido!

Muito obrigado pela atenção e pelas informações!

Abraço
 

Rodrigo Nunes

Member
Afiliado
21/11/19
Mensagens
7
Localização
São Leopoldo - RS
Bom dia, pessoal

Aproveitando o tópico, gostaria de algumas dicas de equipamentos, pois também estou saindo do priming e começando a adquirir equipamentos para carbonatação forçada. Estive pesquisando no post mix, mas estão bem caros, os polykegs estão quase o mesmo valor, então acredito que vou no PM mesmo. Minhas levas são de 30 litros, no final dá uns 25~27 envasados. Estou pensando em pegar 2 PM de 19L e 2 kegs de 5L, é uma boa ideia?

Além disso, quero montar um kegerator com duas saídas, uma torneira e uma com envasador contrapressão (estilo WinTap). Além de carbonatar e servir a breja, quero fazer o cold crash da bombona de 30L nela. Acredito que uma geladeira 342L dê conta do recado e ainda consiga armazenar algumas garrafas.

Mais uma questão: devo instalar um controlador de temperatura externo? Onde devo manter o sensor de temperatura, de maneira que fique adequado para os PM e para o cold crash?
 

Bruno Nery

Well-Known Member
Afiliado
24/12/18
Mensagens
168
Localização
Cotia
Bom dia, pessoal

Aproveitando o tópico, gostaria de algumas dicas de equipamentos, pois também estou saindo do priming e começando a adquirir equipamentos para carbonatação forçada. Estive pesquisando no post mix, mas estão bem caros, os polykegs estão quase o mesmo valor, então acredito que vou no PM mesmo. Minhas levas são de 30 litros, no final dá uns 25~27 envasados. Estou pensando em pegar 2 PM de 19L e 2 kegs de 5L, é uma boa ideia?

Além disso, quero montar um kegerator com duas saídas, uma torneira e uma com envasador contrapressão (estilo WinTap). Além de carbonatar e servir a breja, quero fazer o cold crash da bombona de 30L nela. Acredito que uma geladeira 342L dê conta do recado e ainda consiga armazenar algumas garrafas.

Mais uma questão: devo instalar um controlador de temperatura externo? Onde devo manter o sensor de temperatura, de maneira que fique adequado para os PM e para o cold crash?
Fala Rodrigo, algumas perguntas, vou dar minha opinião sobre elas:

Quanto aos Post mix o preço dos de 19 lts são semelhantes aos de 9 lts e 5 lts. Talvez pelo tamanho da geladeira iria em 2 de 19 lts.

Possuo um controlador em meu frigobar/kegerator com controlador GAUGE que é muito bom, nunca tive problema. Quanto ao controle, na bombona na minha opiniao é essencial um poço térmico. Já quando estou com post mix cheios utilizo garrafa com agua ao lado para tentar chegar na temp, porém sempre deixa 1 grau abaixo do que quero devido a diferença de tamanho e quantidade de liquido no post mix.
 

Carlos Cadamuro

Well-Known Member
Afiliado
3/4/19
Mensagens
79
Localização
Curitiba - PR
Bom dia, pessoal

Aproveitando o tópico, gostaria de algumas dicas de equipamentos, pois também estou saindo do priming e começando a adquirir equipamentos para carbonatação forçada. Estive pesquisando no post mix, mas estão bem caros, os polykegs estão quase o mesmo valor, então acredito que vou no PM mesmo. Minhas levas são de 30 litros, no final dá uns 25~27 envasados. Estou pensando em pegar 2 PM de 19L e 2 kegs de 5L, é uma boa ideia?

Além disso, quero montar um kegerator com duas saídas, uma torneira e uma com envasador contrapressão (estilo WinTap). Além de carbonatar e servir a breja, quero fazer o cold crash da bombona de 30L nela. Acredito que uma geladeira 342L dê conta do recado e ainda consiga armazenar algumas garrafas.

Mais uma questão: devo instalar um controlador de temperatura externo? Onde devo manter o sensor de temperatura, de maneira que fique adequado para os PM e para o cold crash?
Fala Rodrigo!

Cara, minhas opiniões baseada no que funcionou para mim.

Os kegs de 5l dão mais trabalho do que recompensa. Eu uso somente para festas e tals que eu tenha que levar, pois é bem leve e compacto e extraio com bomba manual de ar mesmo, tendo em vista que vai sempre ser consumido todo o conteúdo e a oxidação não vai ter tempo de ocorrer. Se você pensa neles como envase "do que sobra" na bombona, sugiro umas pets com um carbonator, muito fácil de usar e funcional, mas difícil de extrair em um sistema de serviço completo.
Tem que usar o controlador de temperatura sim, onde vai ficar o sensor, depende da sua situação. No começo eu tentava colocar em poço térmico e tals, maior trabalho, depois tentei em garrafas de água, depois garrafas de água com glicol, enfim, todas as formas são trabalhosas. Hoje eu deixo solto no meu kegerator e no fermentador passo uma fita crepe em volta dele todo (ela cola super bem nela mesma) e prendo o sensor na lateral da bombona que acabou de entrar. Com a minha experiência nos meus equipamentos sei qual a temperatura devo setar nos controladores para obter "x" graus no líquido. Pra vc ter uma ideia, no meu sistema de serviço a temperatura está setada para -3ºC, a breja sai exatamente a 2,5ºC. No copo ela estabiliza a 4ºC que é bem bom para começar a beber qualquer estilo! Tudo aferido com uma câmera térmica! rsrsrsrs
Bem, como disse, vc vai ter que testar o seu setup e encontrar o que é melhor para vc, mas as dicas aqui dão um norte pelo menos para saber por onde iniciar.
Espero ter ajudado.
Abraços e boas Brejas!!!
 

BrenoPoubel

Member
Afiliado
19/12/16
Mensagens
8
Só para ilustrar como tenho feita a trasfega. Não é para um post mix. Também pretendo partir para co2 esse fim de ano. Essa bomba de galão chinesa com filtro foi o q funcionou melhor para mim. Abs. 05DD569A-A8B7-4183-821F-ADA32DF6F77C.jpeg
 
Última edição:

BrenoPoubel

Member
Afiliado
19/12/16
Mensagens
8
Cara, genial essa sua idéia, você acha que sem o filtro rola de fazer a transfega também? ou precisa do filtro?
Rola sem o filtro tranquilamente. O único chato desta bomba e q ela desliga automaticamente de 1 em 1 minuto. Então tem q ficar apertando o botão. Mas a vazão e boa. Transferi 20 litros em mais ou menos 10 minutos. E ainda carrega a bateria da bomba no USB. Mas até hoje não precisei carregar.
 

Barbosa

Member
Afiliado
20/7/20
Mensagens
5
Localização
Neves Paulista
Rola sem o filtro tranquilamente. O único chato desta bomba e q ela desliga automaticamente de 1 em 1 minuto. Então tem q ficar apertando o botão. Mas a vazão e boa. Transferi 20 litros em mais ou menos 10 minutos. E ainda carrega a bateria da bomba no USB. Mas até hoje não precisei carregar.
Show demais! já vou providenciar uma hoje mesmo kkkkk

Obrigado pela dica e atenção!
 

Latest posts

Topo