• We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.

Harvest Ale - do Rizoma ao copo

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

Persevalli

Well-Known Member
Afiliado
21/1/17
Mensagens
464
Os rizomas chegaram de Santa Catarina em Agosto/20.
Para esta receita, a nossa Harvest Ale, focamos em Chinook e Cascade.

Tudo começou com os rizomas...
 

Attachments

Última edição:

Persevalli

Well-Known Member
Afiliado
21/1/17
Mensagens
464
Para que a característica dos lúpulos fosse a mais perceptível possível, optei por uma receita de Pale Ale simples.

80% malte Pale Ale
20% malte Pilsner
170g Chinook 60 min
50g Cascade 10 min
50g Chinook 10 min
50g Cascade 5 min
60g Cascade 0 min
80g Chinook - whirlpool 20 min - iniciando a 80c
50g Cascade - whirlpool 20 min - iniciando a 80c
50g Cascade - Dry Hop - 5 dias @ 20c

OG 1.050
FG 1.009
IBU 38
EBC 10.13
 

Attachments

Última edição:

Persevalli

Well-Known Member
Afiliado
21/1/17
Mensagens
464
Esta é a Haverst Ale pronta.

Ficou muito leve.
Baixo amargor (provavelmente alpha acidos mais baixos do que as colheiras comercias). Muito gostosa, alto drinkability.

Poderia ter amargor mais alto.
Sabor de lúpulo presente, porém baixo aroma. Para melhorar na próxima colheita, percebi que a lupulina foi pouco absorvida durante o Dry Hop. Técnica será alterada na próxima leva...

É isso, espero que gostem. Com certeza valeu a experiência.

Abs
 

Attachments

Última edição:
Afiliado
21/10/19
Mensagens
19
Localização
Sertãozinho/SP
Então.
Também plantei os rizomas em setembro do ano passado e foram colhidos em fevereiro deste ano.
Fiz uma Cream Ale pq queria ver qual era a pegada dos lúpulos.
Ficou uma merda.
intragável.
Parecia um chá de folhas de qualquer coisa.
Joguei quatro maracujás dentro do post mix e virou um suco, mas o certo mesmo era jogar no ralo.
Vamos aguardar a próxima leva.
 

e.cassaro

Well-Known Member
Afiliado
18/2/20
Mensagens
115
Localização
São Paulo
Esta é a Haverst Ale pronta.

Ficou muito leve.
Baixo amargor (provavelmente alpha acidos mais baixos do que as colheiras comercias). Muito gostosa, alto drinkability.

Poderia ter amargor mais alto.
Sabor de lúpulo presente, porém baixo aroma. Para melhorar na próxima colheita, percebi que a lupulina foi pouco absorvida durante o Dry Hop. Técnica será alterada na próxima leva...

É isso, espero que gostem. Com certeza valeu a experiência.

Abs
Que da hora Persevalli! Isso é que podemos chamar de um cervejeiro raiz!! ;-D
Sensacional!!!
 

rdinallo

Well-Known Member
Afiliado
8/9/16
Mensagens
148
pergunta de leigo, tem q fazer algum processo nso lupulos colhidos (secagem, etc), ou pode ir direto da planta para a panela??
 

Persevalli

Well-Known Member
Afiliado
21/1/17
Mensagens
464
pergunta de leigo, tem q fazer algum processo nso lupulos colhidos (secagem, etc), ou pode ir direto da planta para a panela??
Se você não for utilizar em até 48 horas após a colheita, a boa prática é secá-los e armazenar a vácuo.
No meu caso, organizei a brassagem de forma a poder usá-los no dia da colheita.

Abs
 

Persevalli

Well-Known Member
Afiliado
21/1/17
Mensagens
464
Então.
Também plantei os rizomas em setembro do ano passado e foram colhidos em fevereiro deste ano.
Fiz uma Cream Ale pq queria ver qual era a pegada dos lúpulos.
Ficou uma merda.
intragável.
Parecia um chá de folhas de qualquer coisa.
Joguei quatro maracujás dentro do post mix e virou um suco, mas o certo mesmo era jogar no ralo.
Vamos aguardar a próxima leva.
Interessante, Carlos.
Qual/quais variedades?
Será que pode ter sido o ponto de colheita? Perdi um pouco da minha colheita (flores já ressecadas) por ter que esperar bastante tempo para colher o máximo possível em condição de uso (pontas amareladas com camadas se soltando, lupulina sem cheiro de alho, textura de papel seco sendo amassado ao apertar a flor).
 

Carlos Cadamuro

Well-Known Member
Afiliado
3/4/19
Mensagens
123
Localização
Curitiba - PR
Lega seu relato @Persevalli! Parabéns!
Também plantei alguns lúpulos nesse ano de pandemia e já fiz duas cervejas com eles, mas somente para aroma. Como usei no dh, congelei eles para eliminar o máximo possível os microrganismos indesejados.
O amargor, como vc mesmo disse, segundo o pessoal das gringas é muito difícil de estimar, principalmente nas primeiras 3 colheitas, depois o pé se estabiliza e fica mais fácil estimar.
Enfim, acho que consigo mais uma breja, estou colhendo aos poucos e secando. Aqui na minha região foi uma floração espalhada, o que resultou em colheitas parciais e permanentes.
Espero que ano que vem consiga uma colheita mais uniforme.
Valeu pelo relato!
Abraços e boas brejas!
 

Persevalli

Well-Known Member
Afiliado
21/1/17
Mensagens
464
Lega seu relato @Persevalli! Parabéns!
Também plantei alguns lúpulos nesse ano de pandemia e já fiz duas cervejas com eles, mas somente para aroma. Como usei no dh, congelei eles para eliminar o máximo possível os microrganismos indesejados.
O amargor, como vc mesmo disse, segundo o pessoal das gringas é muito difícil de estimar, principalmente nas primeiras 3 colheitas, depois o pé se estabiliza e fica mais fácil estimar.
Enfim, acho que consigo mais uma breja, estou colhendo aos poucos e secando. Aqui na minha região foi uma floração espalhada, o que resultou em colheitas parciais e permanentes.
Espero que ano que vem consiga uma colheita mais uniforme.
Valeu pelo relato!
Abraços e boas brejas!
Valeu, Carlos!
Legal seu relato. A floração espalhada foi minha maior dificuldade aqui também. Pode ser impressão minha, mas notei que as plantas com melhor exposição ao sol sofreram menos com essa situação.

Qual sua impressão do uso para o Aroma, foi perceptível? Caso tenha comparado com a mesma variedado comercial, o que achou?

Abs!
 

Carlos Cadamuro

Well-Known Member
Afiliado
3/4/19
Mensagens
123
Localização
Curitiba - PR
Valeu, Carlos!
Legal seu relato. A floração espalhada foi minha maior dificuldade aqui também. Pode ser impressão minha, mas notei que as plantas com melhor exposição ao sol sofreram menos com essa situação.

Qual sua impressão do uso para o Aroma, foi perceptível? Caso tenha comparado com a mesma variedado comercial, o que achou?

Abs!
Bom, quanto ao sol, minhas plantas tem quase o mesmo tempo de exposição por dia, mas notei que uma fica numa parte mais alta do terreno e ela floresceu bem menos do que as outras, mesmo com regas regulares, o que me leva a crer que elas precisam de muita água e sol de pelo menos metade do dia.
Quanto ao aroma foi perceptível sim!
Segundo pesquisei, lúpulo em flores deve ser adicionado 4x em massa no lugar do lúpulo peletizado. Coloquei +ou- 260g de flores já secas em 25l de bera, misturando chinook e cascade. Confesso que esperava mais, pois as flores quando colhidas e espremidas entre os dedos liberavam aroma considerável, mas parecia lúpulo "cansado". Ele tá lá, mas não como gostaríamos.
Enfim, segundo o povo das gringas que usam isso rotineiramente, depois de 3 anos os pés se estabilizam e ficam mais consistentes com os aromas e sabores dos peletizados que estamos acostumados.
Mas eu posso dizer com certeza que estou animado em fazer umas 2 ou 3 brejas com as colheitas por ano.
Creio conseguir melhorar na próxima colheita e isso vai dar um parâmetro melhor para análise. De qualquer forma, depois da poda e crescimento no final desse ano vou fixar eles no pergolado sobre a piscina! Deve ficar muito maneiro para os amantes da arte.....
Se eu lembrar vou postar aqui a breja da última colheita (ainda tem algumas flores no pé para serem colhidas).
Abraços!
 

Latest posts

Topo