[Envase] Flocos de fermento e sedimento garrafa

Discussão em 'Iniciantes' iniciado por CoCoZeTa, 14/6/15.

  1. 14/6/15 #1

    CoCoZeTa

    CoCoZeTa

    CoCoZeTa

    Active Member

    Afiliado:
    24/5/15
    Mensagens:
    34
    Curtidas Recebidas:
    6
    Boa noite galera,

    Hoje envasei a minha segunda leva e acho que vou ter os mesmos problemas de alto sedimento nas garrafas e flocos de fermento na superfície da bombona.

    Eu deixei 10 dias na geladeira após o término da fermentação a 2 graus (mínimo que a geladeira aguentava) e ao abrir a bombona para iniciar o envase ainda existiam flocos de fermento na superfície da cerveja.
    [​IMG]
    * Essa é uma foto antes do resfriamento, antes de envasar estava cerca de 70% menos flocos na superfície.

    As primeiras 24 garrafas envasadas (500mL) parece ter sido tudo certinho, porém eu acabo perdendo MUITA cerveja pois quando chega no nível da torneira e começa a entrar os flocos de fermento para as garrafas com certeza terei um alto sedimento.

    Eu tive o mesmo problema com as minhas witbiers como na foto abaixo depois de 1 semana engarrafado (porém nas witbiers eu não deixei maturando na geladeira).
    [​IMG]

    Alguém sabe se eu que estou fazendo alguma coisa errada no processo?
    Pode ser algum problema na hora do resfriamento e mal execução do whirlpool?

    Obrigado pela ajuda,
    Leandro Negrão.
     
  2. 14/6/15 #2

    djfelipe2004

    djfelipe2004

    djfelipe2004

    Well-Known Member

    Afiliado:
    29/10/14
    Mensagens:
    202
    Curtidas Recebidas:
    29
    nesse caso eu sugiro a você a trocar de balde entre a fermentação e a maturação, quando faço isso minha cerveja fica ainda mais limpida.
     
    JocaP curtiu isso.
  3. 14/6/15 #3

    CoCoZeTa

    CoCoZeTa

    CoCoZeTa

    Active Member

    Afiliado:
    24/5/15
    Mensagens:
    34
    Curtidas Recebidas:
    6
    Pois é, eu estava pensando nisso mas também li que isso é uma prática não necessária para volumes caseiros pelo risco de contaminação e oxidação.

    Por isso que acabei não fazendo.
     
  4. 14/6/15 #4

    Machado

    Machado

    Machado

    Well-Known Member

    Afiliado:
    23/8/13
    Mensagens:
    329
    Curtidas Recebidas:
    72
    @CoCoZeTa , tu fez a hidratação correta do fermento? Diluiu corretamente até dissolver e deixar a mistura homogênea, sem "bolotas"? Ou largou a seco no mosto?
     
  5. 14/6/15 #5

    CoCoZeTa

    CoCoZeTa

    CoCoZeTa

    Active Member

    Afiliado:
    24/5/15
    Mensagens:
    34
    Curtidas Recebidas:
    6
    Oi Machado,

    Essa que tirei a foto acima eu larguei a seco.

    Porém a witbier que é a que tirei a foto da garrafa fiz o procedimento do guenther de hidratação até ficar homogêneo parecendo um creme.

    Acredito ter sido certinho, soltem bem devagar para espalhar na superfície para evitar a formação de bolotas.
     
    Machado curtiu isso.
  6. 14/6/15 #6

    Tiago

    Tiago

    Tiago

    Moderator Moderador

    Afiliado:
    11/6/13
    Mensagens:
    3,010
    Curtidas Recebidas:
    1,259
    A questão aí de excesso de fermento na garrafa podem ser duas coisas... ou levou muito sedimento do fundo do fermentador pro recipiente do priming, que depois acabou na garrafa, ou envasou muito cedo a cerveja, com excesso de fermento em suspensão.

    Não resolve nada trocar de balde da fermentação pra maturação. A velocidade de decantação do fermento em suspensão indefere do que está no fundo do balde. Ele vai levar o mesmo tempo pra decantar e a clarificação vai ser a mesma que se não tivesse trocado de balde.

    Então os procedimentos pra resolver são: ter muito cuidado na transferência pro priming, pra não sacudir o fermentador, não sifonar em excesso pra não pegar essa lama de fermento junto. Ter certeza de que a fermentação acabou, todos os açucares foram consumidos e ela está completamente atenuada, dentro do que deveria estar, sem isso a etapa de clarificação não é muito eficiente, o fermento tende a permanecer em suspensão. Depois manter por uns dias em temperaturas mais frias, até que o fermento tenha decantado o suficiente.

    Abraço
     
    Rohr curtiu isso.
  7. 15/6/15 #7

    CoCoZeTa

    CoCoZeTa

    CoCoZeTa

    Active Member

    Afiliado:
    24/5/15
    Mensagens:
    34
    Curtidas Recebidas:
    6
    Oi Tiago,

    Sobre o fermento em suspensão, eu percebi uma cerevja mais clara nessa última que engarrafei sábado, apesar dos flocos de fermento na superfície, ela estava mais clara, pois ficou de 14 dias fermentando e mais 10 em temperatura no mínimo que a geladeira podia alcançar. Mas estando no mínimo apresentou esses flocos em suspensão, pode ser algum vestígio de thrub que passou para o fermentador?
     
  8. 15/6/15 #8

    valtert

    valtert

    valtert

    Well-Known Member

    Afiliado:
    19/6/14
    Mensagens:
    432
    Curtidas Recebidas:
    131
    Você também pode usar a técnica de clarificação com gelatina (tem um tópico fixo explicando em detalhes). Pra mim reduz MUITO a formação de sedimento na garrafa!

    Mas como você ainda está com sedimento excessivo seria interessante também resolver os demais possíveis problemas.
     
    ClimaBeer curtiu isso.
  9. 15/6/15 #9

    Tiago

    Tiago

    Tiago

    Moderator Moderador

    Afiliado:
    11/6/13
    Mensagens:
    3,010
    Curtidas Recebidas:
    1,259
    Não, em suspensão é fermento. Aqueles flocos da imagem são flocos de fermento, é vestígio de krausen. Qual fermento que era ali? A grande maioria das cepas não permanece em cima depois que a fermentação acaba. Tome cuidado pra não pré-definir a quantidade de dias que a cerveja fermenta. Vá conduzindo a fermentação e tome ela por acabada quando estabilizar a FG, e já tiver melhorado o sabor. Nesse ponto normalmente já não tem mais floco de fermento boiando daquele jeito.

    Abraço
     
    CoCoZeTa curtiu isso.
  10. 15/6/15 #10

    tiefensee

    tiefensee

    tiefensee

    Well-Known Member

    Afiliado:
    13/10/14
    Mensagens:
    882
    Curtidas Recebidas:
    307
    Trub não fica em suspensão. Assim como na panela, se ele for pro fermentador ele decanta rapidinho.
    Inclusive se for fazer dry hopping. Na verdade, este é um dos grandes "inimigos" do dry hopping. Os pellets acabam indo pro fundo dos fermentadores muito rápido, muitas vezes sem extrair todos os óleos e liberar todo o potencial.

    Pra solucionar este seu problema, recomendo também baixar bem a temperatura após a fermentação, e clarificar com gelatina.
     
    CoCoZeTa curtiu isso.
  11. 15/6/15 #11

    Guenther

    Guenther

    Guenther

    Administrador Moderador

    Afiliado:
    23/4/13
    Mensagens:
    3,826
    Curtidas Recebidas:
    3,043
    Isso não tem sentido.

    Nessa teria, o fato de trocar de balde faria com que, em tese, as leveduras começassem a decantar mais rapidamente... e isso não ocorre. O fato de ter ou não lama no fundo não altera nenhuma propriedade das leveduras que estão em suspensão para "limpar" mais a cerveja.

    Abraço,
     
    CoCoZeTa curtiu isso.
  12. 15/6/15 #12

    CoCoZeTa

    CoCoZeTa

    CoCoZeTa

    Active Member

    Afiliado:
    24/5/15
    Mensagens:
    34
    Curtidas Recebidas:
    6
    Assim, podemos considerar como completa a fermentação a partir do momento que a FG não é mais alterada por 2 - 3 dias seguidos, correto?

    Se mesmo assim, ao abrir o fermentador eu encontrar flocos de fermento em suspensão, vale fechar novamente e aguardar mais uns dias até eles descerem? Eu tenho essa certeza de que eventualmente eles descerão?
     
  13. 16/6/15 #13

    lpera

    lpera

    lpera

    Well-Known Member

    Afiliado:
    18/1/15
    Mensagens:
    828
    Curtidas Recebidas:
    396
    Não necessariamente. Existe ainda a possibilidade de por inúmeras razões, algum fermento ainda estar em suspensão, não é a regra mas pode acontecer.
     
  14. 17/6/15 #14

    Guenther

    Guenther

    Guenther

    Administrador Moderador

    Afiliado:
    23/4/13
    Mensagens:
    3,826
    Curtidas Recebidas:
    3,043
    A questão é que alguns fermentos ficam com mais sedimento em suspensão, outros menos. Tudo depende do fermento, da cepa, etc.

    Eu particularmente já vi acontecer tudo que é situação, e na hora de envasar, simplesmente nem presto atenção nisso (nunca me chama atenção). Se um dia me deparar com algo absurdo, aí uma boa opção é usar gelatina.

    Abraço,
     
  15. 22/6/15 #15

    CoCoZeTa

    CoCoZeTa

    CoCoZeTa

    Active Member

    Afiliado:
    24/5/15
    Mensagens:
    34
    Curtidas Recebidas:
    6
    Ficou PERFEITA a cerveja que envasei e com o minimo possível de sedimento na garrafa :)

    Envasei direto do fermentador primário após maturação por 2 semanas e gelatina com a dica de colocar um isopor no fermentador para dar uma leve inclinação 2 dias antes de envasar para evitar que o slurry seja agitado ao abrir a torneira.

    Foto:
    [​IMG]
     
  16. 29/6/15 #16

    renangust

    renangust

    renangust

    Well-Known Member

    Afiliado:
    6/5/15
    Mensagens:
    52
    Curtidas Recebidas:
    1
    Esse esquema do isopor, a idéia é ficar mais sedimento no lado contrário da torneira?
     
    CoCoZeTa curtiu isso.
  17. 29/6/15 #17

    AntonioMartins

    AntonioMartins

    AntonioMartins

    Well-Known Member

    Afiliado:
    5/5/14
    Mensagens:
    580
    Curtidas Recebidas:
    217
    Exato.

    Assim evita de puxar sedimento pela torneira.
     
    CoCoZeTa curtiu isso.
  18. 11/7/15 #18

    Rewris

    Rewris

    Rewris

    New Member

    Afiliado:
    11/7/15
    Mensagens:
    3
    Curtidas Recebidas:
    0
    Então a transfega do fermentador pro balde de envase deve ser através de sifão e não pela torneira?
     
  19. 11/7/15 #19

    tiefensee

    tiefensee

    tiefensee

    Well-Known Member

    Afiliado:
    13/10/14
    Mensagens:
    882
    Curtidas Recebidas:
    307
    Cara, não tem muito esse negócio de DEVE. Sifão é uma opção sim, mas não é obrigatório. É mais seguro? é... mas conheço muita gente que acaba retirando sempre pela torneira.
    Se for feita uma boa clarificação e tua torneira estiver a uma boa altura, dificilmente os sedimentos sairão pela torneira. Na dúvida, coloque a torneira um pouco mais pra cima e incline de leve o fermentador se tu ver que ainda tem cerveja pra retirar sem resíduos.
    Pro meu equipamento especificamente, eu sempre tiro pela torneira mesmo (acho mais prático), e a lama sempre ficou abaixo da torneira. Geralmente ainda consigo tirar um pouco de cerveja abaixo da torneira, inclinando de leve o fermentador. Quando noto que começa a ficar mais turva a cerveja (é fácil de acompanhar por dentro da mangueira), interrompo o fluxo.
     
    Rewris curtiu isso.
  20. 11/7/15 #20

    Rewris

    Rewris

    Rewris

    New Member

    Afiliado:
    11/7/15
    Mensagens:
    3
    Curtidas Recebidas:
    0
    Acredito que, no meu caso, inclinar não dê solução. Utilizo uma bombona de 50 litros e a inclinação dentro da geladeira não resolve muito. A cerveja sai turvada, mas se deixo ela descansar alguns minutos em um copo ela fica cristalina.

    [​IMG]

    A fermentação primaria dessa Pale Ale da foto começou domingo (05/07) à 19º com OG de 1,055. Medi quinta, sexta e hoje e a densidade estacionou em 1,013. O airlock borbulha sem muita intensidade e comecei a aumentar a temperatura: hoje 20º, amanhã 21º, subindo 1º por dia até quarta-feira.
    Minhas dúvidas:
    Qual é o próximo passo? Vi alguns falando que devo transferir para outro fermentador e resfriar, vi alguém falando que não devo mudar de fermentador e partir pra resfriar.
    Quinta-feira posso baixar pra 0º direto, ou devo fazer gradativamente? Depois engarrafo ou deixo maturando?
    Eu não devo deixar assentar antes de engarrafar? Isso não vai fazer ela sedimentar dentro da garrafa?
     

Compartilhe esta Página