• We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.

Dry Hopping

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

Francisco Mattos

Active Member
Afiliado
5/5/19
Mensagens
26
Localização
Araruama
Olá pessoal!

Tenho disponíveis os seguintes lúpulos:

Citra, Mosaic, Amarillo, Centennial, Mittelfrueh, Tradition, Columbus, Soraci e Summit

Qual a melhor combinação para um Dry Hopping para uma Session IPA?

Citra e Mosaic já testei anteriormente e curti bastante, mas quero fazer novas experiências.

O que vocês sugerem??
 
Última edição:

Persevalli

Well-Known Member
Afiliado
21/1/17
Mensagens
376
Fala Francisco,
É difícil não ficar bom com Citra, Mosaic, Amarillo, Centennial e CTZ.

Já Mittelfrüh e Tradition eu não usaria para DH, principalmente em Session IPA. Eu deixaria pra uma Lager.
Sorachi é ame ou odeie, eu deixaria para uma Saison.

Amarillo + CTZ pode ser uma boa próxima experiência. Recomendo 2 pra 1.

Já conhece a hop oil calculator do Scott Janish? Voce insere os lupulos/ qtd e ela te dá as características sensoriais esperadas. Veja a foto anexa pra ter uma ideia.

image.png
 
Última edição:

FMLIMA

New Member
Afiliado
10/9/20
Mensagens
3
Localização
Petrolina
Fala Francisco,
É difícil não ficar bom com Citra, Mosaic, Amarillo, Centennial e CTZ.

Já Mittelfrüh e Tradition eu não usaria para DH, principalmente em Session IPA. Eu deixaria pra uma Lager.
Sorachi é ame ou odeie, eu deixaria para uma Saison.

Amarillo + CTZ pode ser uma boa próxima experiência. Recomendo 2 pra 1.

Já conhece a hop oil calculator do Scott Janish? Voce insere os lupulos/ qtd e ela te dá as características sensoriais esperadas. Veja a foto anexa pra ter uma ideia.

Ver anexo 124872
Não conhecia. Valeu a dica! A propósito ... eu sei que gosto é pessoal... mas sua opinião: single hop ou multi hop ? Todo mundo combina dois lúpulos pelo menos... e fico querendo fazer so citra ou so galaxy ou so amarillo
 

Cleber de Lima

Well-Known Member
Afiliado
7/7/19
Mensagens
134
Localização
São Caetano do sul
Olá pessoal!

Tenho disponíveis os seguintes lúpulos:

Citra, Mosaic, Amarillo, Centennial, Mittelfrueh, Tradition, Columbus, Soraci e Summit

Qual a melhor combinação para um Dry Hopping para uma Session IPA?

Citra e Mosaic já testei anteriormente e curti bastante, mas quero fazer novas experiências.

O que vocês sugerem??
Fala Francisco, beleza ?? pelas minhas experiencias (não são tantas assim) eu não curti columbus no Dry Hop, eu acho legal para fervura ou pra Hop Stand, mas pra mim no Dry hop não funcionou e não uso mais, mas é gosto pessoal, eu uso muito amarilo para dry hop drurante a fermentação primaria, se estiver usando alguma levedura inglesa (S-04, London Ale) ou alguma leverdura pra NEIPA, você vai ter bons resultados colocando ele na primária, com fermentação bem ativa. Citra e Mosaic são perfeitos e combinam bem um com o outro e com o Amarillo, não tem como errar ...

Summit eu gosto mais para witbier puxando um pouco pra laranja, mas pode dar jogo com os outros, já que ele traz aromas complementares, nunca usei combinado com nenhum dos outros, mas pode valer a pena.
 

Barão Barone

Well-Known Member
Afiliado
24/8/19
Mensagens
101
Localização
Atibaia - SP
Olá pessoal!

Tenho disponíveis os seguintes lúpulos:

Citra, Mosaic, Amarillo, Centennial, Mittelfrueh, Tradition, Columbus, Soraci e Summit

Qual a melhor combinação para um Dry Hopping para uma Session IPA?

Citra e Mosaic já testei anteriormente e curti bastante, mas quero fazer novas experiências.

O que vocês sugerem??
Fala Francisco
To saindo desses lúpulos citricos ....já se tornaram enjoativos para min em DH ... prefiro os mais resinosos ...pinho ...madeira ... e seus aromas são mais duradouros , com o tempo , do que os citricos ....faço DH com Columbus ...Wilanette ...Chinook ...Centenial e , acredie se quiser Nugget ....fica excelente
Mas aí no teu caso , Columbus e Centenial , metade cada um na minha opinião , vai dar aquilo que tá procurando ...sair do batidão
Saudações cervejeiras
 

tenplacebo

Well-Known Member
Afiliado
23/6/20
Mensagens
47
Localização
Paraguai
Fala Francisco, beleza ?? pelas minhas experiencias (não são tantas assim) eu não curti columbus no Dry Hop, eu acho legal para fervura ou pra Hop Stand, mas pra mim no Dry hop não funcionou e não uso mais, mas é gosto pessoal, eu uso muito amarilo para dry hop drurante a fermentação primaria, se estiver usando alguma levedura inglesa (S-04, London Ale) ou alguma leverdura pra NEIPA, você vai ter bons resultados colocando ele na primária, com fermentação bem ativa. Citra e Mosaic são perfeitos e combinam bem um com o outro e com o Amarillo, não tem como errar ...

Summit eu gosto mais para witbier puxando um pouco pra laranja, mas pode dar jogo com os outros, já que ele traz aromas complementares, nunca usei combinado com nenhum dos outros, mas pode valer a pena.
Interessante.

Como tu procede com o dry hopping suponto fermentação primaria de 10 dias + coldcrash de 8 dias.

O dryhopping de 5 dias por exemplo, vai em quanto intervalo ?

DUVIDA
1 - Faço o DH (no hopbag) no 8 dia de fermentação primaria e removo o bag no 3 dia de coldcrash? (totalizam 5 dias)
ou
2 - faço o DH no coldcrash?
 

gabrielskin

Well-Known Member
Afiliado
15/9/20
Mensagens
77
Localização
Niterói
Via de regra, em cervejas com um único DH em que vc não quer aroma de biotransformação (IPAs, APAs etc, com exceção das NEIPAs) o ideal é fazer DH no fim da fermentação primária - faltando uns 4 a 6 pontos até a FG esperada - pra que a levedura ainda ativa metabolize o O2 que vc introduziu durante o processo de DH, além do fato que a fase quente (até uns 25ºC) privilegia a extração dos óleos essenciais do lúpulo.

Com isso seria, mais ou menos: - início da fermentação; - DH faltando 4 a 6 pontos até a FG esperada; - aumento da temperatura pro descanso de diacetil; - após não notar off flavor, cold crash até clarificar ao seu gosto.

Sobre o hopbag: sugiro que dispense. Rola bastante achismo sobre o sabor gramídeo do DH (falam que n pode deixar o lúpulo por mais de 4 dias, 5 dias em contato com a cerveja), mas na real esse "prazo" é bem mais longo que isso. Coisa de umas 3 semanas pra começar a extrair o off flavor. A não ser que vá esquecer a cerveja maturando por 1 mes, sugiro que faça sem hopbag sem medo pois vai extrair bem mais do lúpulo dessa forma.
 

EDGAR LOUZANO VERDILE

Well-Known Member
Afiliado
29/12/19
Mensagens
587
Localização
Sao Paulo
Eu faço DH após o 7° dia de fermentação. Nesse ponto o mosto já está praticamente fermentado. Dependendo da breja e do lúpulo, vai de 50 a 200g de lúpulo para 50L de breja. Mando direto, sem HopBag (já usei algumas vezes, não curti o resultado) e fica 3 a 4 dias a 23-26°, depois disso cold de 4 a 5 dias e tá pronta.
 

Cleber de Lima

Well-Known Member
Afiliado
7/7/19
Mensagens
134
Localização
São Caetano do sul
eu não sou autoridade no assunto tenho estudado muito e aprendido muito, mas também errado muito, sobre graminio, de acordo com o que li e e ouvi e experimentei, depende muito do lupulo que vc está usando, nos lupulos mais comuns pra DH é muito difícil afetar o sensorial com os 7 a 10 dias.

Se não quiser bio transformacao, faca o dry hop durante o diacetil rest, a 20 22 graus e vá pro cold crash normalmente quando a breja estiver redonda que vai dar tudo certo.

Algo que tenho tentado é fazero DH depois do diacetil rest, assim eu fecho o fermentador ao colocar o DH para maximizar a retenção do aroma, mas não tenho ainda uma opniao ...
 

Cleber de Lima

Well-Known Member
Afiliado
7/7/19
Mensagens
134
Localização
São Caetano do sul
Via de regra, em cervejas com um único DH em que vc não quer aroma de biotransformação (IPAs, APAs etc, com exceção das NEIPAs) o ideal é fazer DH no fim da fermentação primária - faltando uns 4 a 6 pontos até a FG esperada - pra que a levedura ainda ativa metabolize o O2 que vc introduziu durante o processo de DH, além do fato que a fase quente (até uns 25ºC) privilegia a extração dos óleos essenciais do lúpulo.

Com isso seria, mais ou menos: - início da fermentação; - DH faltando 4 a 6 pontos até a FG esperada; - aumento da temperatura pro descanso de diacetil; - após não notar off flavor, cold crash até clarificar ao seu gosto.

Sobre o hopbag: sugiro que dispense. Rola bastante achismo sobre o sabor gramídeo do DH (falam que n pode deixar o lúpulo por mais de 4 dias, 5 dias em contato com a cerveja), mas na real esse "prazo" é bem mais longo que isso. Coisa de umas 3 semanas pra começar a extrair o off flavor. A não ser que vá esquecer a cerveja maturando por 1 mes, sugiro que faça sem hopbag sem medo pois vai extrair bem mais do lúpulo dessa forma.
Tbm não uso Hop bag no DH, o lupulo precisa de área de contato ... mas envasar em postmix com exatamente de lupulo é punk, eu ainda tô tentando achar boas alternativas para filtrar, pq entope tudo ....
 

gabrielskin

Well-Known Member
Afiliado
15/9/20
Mensagens
77
Localização
Niterói
Tbm não uso Hop bag no DH, o lupulo precisa de área de contato ... mas envasar em postmix com exatamente de lupulo é punk, eu ainda tô tentando achar boas alternativas para filtrar, pq entope tudo ....
Então, o que tenho feito e tem funcionado muito bem, tanto pra manter a cerveja limpa quanto pra evitar resto de lúpulo no postmix: envase com autosifão com o hopbag preso na ponta do sifão (a que vai dentro da cerveja).

Envasar a cerveja de cima pra baixo (e não pela torneira) faz com que ela saia bem mais limpa, sem eventual resíduo de lama que desprende do fundo, lúpulo etc, e caso tenha algum resto de lúpulo ainda suspenso ele vai ficar preso no bag. Com isso nunca tive problema de tubo pescador entupido ou afins. E ainda encontra alguma utilidade pro bendito do bag kkkk
 

Cleber de Lima

Well-Known Member
Afiliado
7/7/19
Mensagens
134
Localização
São Caetano do sul
Então, o que tenho feito e tem funcionado muito bem, tanto pra manter a cerveja limpa quanto pra evitar resto de lúpulo no postmix: envase com autosifão com o hopbag preso na ponta do sifão (a que vai dentro da cerveja).

Envasar a cerveja de cima pra baixo (e não pela torneira) faz com que ela saia bem mais limpa, sem eventual resíduo de lama que desprende do fundo, lúpulo etc, e caso tenha algum resto de lúpulo ainda suspenso ele vai ficar preso no bag. Com isso nunca tive problema de tubo pescador entupido ou afins. E ainda encontra alguma utilidade pro bendito do bag kkkk
Eu comprei um filtro e vou usar ele pela primeira vez essa semana pra envasar uma session que tá no cold crash, mas o sifao com bag é uma boa
 

EDGAR LOUZANO VERDILE

Well-Known Member
Afiliado
29/12/19
Mensagens
587
Localização
Sao Paulo
Então, o que tenho feito e tem funcionado muito bem, tanto pra manter a cerveja limpa quanto pra evitar resto de lúpulo no postmix: envase com autosifão com o hopbag preso na ponta do sifão (a que vai dentro da cerveja).

Envasar a cerveja de cima pra baixo (e não pela torneira) faz com que ela saia bem mais limpa, sem eventual resíduo de lama que desprende do fundo, lúpulo etc, e caso tenha algum resto de lúpulo ainda suspenso ele vai ficar preso no bag. Com isso nunca tive problema de tubo pescador entupido ou afins. E ainda encontra alguma utilidade pro bendito do bag kkkk
Eu uso Hop Bag na mangueira, no momento de transferir da panela para o fermentador, e no momento de mandar do fermentador para o Keg, justamente pra evitar esses resíduos. Obs: tiro do fermentador pro keg pela torneira mesmo.
 
Topo