• We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.

Dry Hopping ê a morte!!!!

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

Alexandre Guedes Batista

Active Member
Afiliado
4/8/18
Mensagens
26
Localização
Maringá - PR
Caros amigos cervejeiros,

Estou com quase 40 brassagem, e o que tenho percebido é que , no meu caso, o dry Hopping tem dado mais desvantagens do que vantagens! Vamos lá!:
- o aroma só dura nas primeiras semanas;
- o processo traz oxidação devido a adição do lupulo na fase fria ( abertura do fermentador e o2 nos pellets de lupulo);
- como não uso hopbag, tenho que fazer trafega, o que dá mais oxidacao;
- custo maior da breja;

E o mesmo efeito aroma tenho conseguido com adições tardias de lupulo (0 min ),

Assim, gostaria da opinião de todos , pois quero evoluir nesta parte do processo!!
 

AntonioMartins

Well-Known Member
Afiliado
5/5/14
Mensagens
628
Bom dia Alexandre.

Parece que a sua opinião vai contra a da maioria dos cervejeiros 😁

Vou dar minha opinião.

- o aroma só dura nas primeiras semanas;

Normal. Cervejas lupuladas são para beber jovens, preferencialmente. Com o passar do tempo o aroma e sabor do lúpulo diminuem mesmo, ficando só o amargor.
Bebe essa breja logo, irmão!!

- o processo traz oxidação devido a adição do lupulo na fase fria ( abertura do fermentador e o2 nos pellets de lupulo);

Para melhor extração dos óleos essenciais, experimente colocar os lúpulos quando você subir a temperatura para o descanso diacetil, ou depois dele, mas antes de baixar para o cold crash. Já li uns estudo que diziam que a otimização da extração dos óleos é com a temperatura na casa dos 22ºC a 24ºC (não lembro exatamente) e que em 48 horas nesta temperatura já tinha extraído praticamente tudo.
Coloque os lúpulos com cuidado, sem fazer splash. A adição de CO2 é mínima se fizer com cuidado.

- como não uso hopbag, tenho que fazer trafega, o que dá mais oxidacao;

Não precisa. No cold crash os lúpulos afundam e se acumulam no fundo do balde, igual acontece com o fermento.

- custo maior da breja;

Faz parte...

E o mesmo efeito aroma tenho conseguido com adições tardias de lupulo (0 min ),

Adições tardias acrescentam aroma, mas os resultados do DH são diferentes, diriam que os dois processos se completam.
 

Carlos Cadamuro

Active Member
Afiliado
3/4/19
Mensagens
32
Localização
Curitiba - PR
Oi Alexandre,

Cara, para mim essa questão bate muito no tempo de produção. Como faço a minha cerveja no litoral e moro na capital do Paraná só tenho acesso a ela por 2, 3 dias a cada 5 dias (fds e dia útil). Então o dh me leva a deixar a breja mais uma semana no descanso diacetil para usar essa técnica.
Geralmente tenho feito adições tardias no 0 min e no whirlpool para aroma, mas estudando um pouco vi que o Scott Janish fala algumas coisas de adição na fermentação primária, coisa que pretendo testar!
Resumindo eu uso dh quando quero tomar uma cerva refrescante direto do barril e em geral faço outras adições para cerva engarrafada.
É isso. Abraços e boas cervas!
 

Thiago Borges Gonçalves

Active Member
Afiliado
5/1/19
Mensagens
25
Localização
Uberlândia
Ultimamente fiz várias experiências com cervejas de alta lupulagem, principalmente NEIPAS e um dos processos que mais interfere na durabilidade do aroma e manutenção da qualidade da cerveja é o envase. Se vc estiver fazendo priming estará perdendo dinheiro mesmo, pois a cerveja deteriora muito rápido nesse processo.
 
Última edição:

Barão Barone

Well-Known Member
Afiliado
24/8/19
Mensagens
58
Localização
Atibaia - SP
Caros amigos cervejeiros,

Estou com quase 40 brassagem, e o que tenho percebido é que , no meu caso, o dry Hopping tem dado mais desvantagens do que vantagens! Vamos lá!:
- o aroma só dura nas primeiras semanas;
- o processo traz oxidação devido a adição do lupulo na fase fria ( abertura do fermentador e o2 nos pellets de lupulo);
- como não uso hopbag, tenho que fazer trafega, o que dá mais oxidacao;
- custo maior da breja;

E o mesmo efeito aroma tenho conseguido com adições tardias de lupulo (0 min ),

Assim, gostaria da opinião de todos , pois quero evoluir nesta parte do processo!!
Alexandre , vamos lá : Como estou fazendo atualmente : 3dias 18 Cº / 4 dias 20 Cº / 3 dias 22 Cº .....depois 0 Cº 7 dias (decanta leveduras) ...subo para 20 Cº e faço o DH por 4 dias a lamço (esmigalho os lúpulos) ...abaixo para 0 Cº por 3 dias ...e carbonato NÃO troco de baldes ...após o 2º , cold espero 1 dia para a temperatura chegar a a temperatura ambiente e , faço a tranfega paa outro balde , por gravidade , com uma mangueira nas 2 torneiras ...e o balde JÁ com a solução de priming que vai se misturando enquanto enche ....pouco contato com o ar
 

Attachments

Afiliado
17/12/19
Mensagens
23
Localização
Juiz de Fora
To meio frustrado com meus dry hopping, tenho colocado o lúpulo no final do descanso do diacetil a 23º, coloco ele e altero a temperatura pra 0º, demora em média pouco mais de 24hs pra chegar a zero, e deixo uns 5 dias, no 2º dia de cold já jogo gelatina pra começar a clarificar, deixo a gelatina entre 24hs e 48hs, o fato é que uso hop bag de inox, 7x30cm, pois quando não usava não conseguia limpar muito bem a breja. Mais eu tirei hoje 135g que tinha colocado em 44l de uma IPA, ficou 2 dias no descanso e 5 dias no cold, os lúpulos estavam com muito cheiro e a breja nem tanto. Parece que não extraiu todos os óleos essenciais, percebi que ficaram bem apertados no hop bag que usei, tenho certeza que não extraiu o que precisava, já vi muitos vídeos sobre dry hopping, cada um de uma forma e cada um fica um tempo, uns falam no máximo 3 dias, outros falam em 5, 7, coloca no cold, coloca na fermentação secundária, coloca no descanso... Não tem muita regra, uma coisa que vou parar de usar é o hop bag, vou voltar a jogar no "pelo". Fico bem perdido e também acho que to perdendo dinheiro...Meu sistema é carbonatação forçada. Se alguém puder me dar uma dicas de qual melhor forma de fazer, de preferência sem ficar trocando de fermentador, pq só tenho 1 fermentador cônico de 50l e vários baldes de 20l, ai daria uma trabalheira danada...Mais se o segredo for transferir de fermentador pra ir limpando ou pra tirar o contato com o lúpulo estou disposto a tentar da próxima vez.
 

Persevalli

Well-Known Member
Afiliado
21/1/17
Mensagens
262
To meio frustrado com meus dry hopping, tenho colocado o lúpulo no final do descanso do diacetil a 23º, coloco ele e altero a temperatura pra 0º, demora em média pouco mais de 24hs pra chegar a zero, e deixo uns 5 dias, no 2º dia de cold já jogo gelatina pra começar a clarificar, deixo a gelatina entre 24hs e 48hs, o fato é que uso hop bag de inox, 7x30cm, pois quando não usava não conseguia limpar muito bem a breja. Mais eu tirei hoje 135g que tinha colocado em 44l de uma IPA, ficou 2 dias no descanso e 5 dias no cold, os lúpulos estavam com muito cheiro e a breja nem tanto. Parece que não extraiu todos os óleos essenciais, percebi que ficaram bem apertados no hop bag que usei, tenho certeza que não extraiu o que precisava, já vi muitos vídeos sobre dry hopping, cada um de uma forma e cada um fica um tempo, uns falam no máximo 3 dias, outros falam em 5, 7, coloca no cold, coloca na fermentação secundária, coloca no descanso... Não tem muita regra, uma coisa que vou parar de usar é o hop bag, vou voltar a jogar no "pelo". Fico bem perdido e também acho que to perdendo dinheiro...Meu sistema é carbonatação forçada. Se alguém puder me dar uma dicas de qual melhor forma de fazer, de preferência sem ficar trocando de fermentador, pq só tenho 1 fermentador cônico de 50l e vários baldes de 20l, ai daria uma trabalheira danada...Mais se o segredo for transferir de fermentador pra ir limpando ou pra tirar o contato com o lúpulo estou disposto a tentar da próxima vez.
Já que faz carbonatação forçada, já tentou Keg Hopping?
Na minha experiência mudou de patamar.
 
Afiliado
17/12/19
Mensagens
23
Localização
Juiz de Fora
Já que faz carbonatação forçada, já tentou Keg Hopping?
Na minha experiência mudou de patamar.

Ainda não tentei, porque só tenho 1 hop bag, e faço levas de 45l, coloco em 2 post mix de 19l e em um de 5l, com a perda do trub da certinha, dai seria mais complicado fazer desta forma, mais vou tentar em 1 pra ver o resultado, vc passa a cerveja pra outro postmix depois de um tempo? Ou deixa o lúpulo lá enquanto consome a cerveja? Ipa eu tenho engarrafado, só deixo no barril cerveja mais comercial, RED, Blonde....
 

Persevalli

Well-Known Member
Afiliado
21/1/17
Mensagens
262
Olá Carlos, claro.

Faço os procedimentos usuais de late hopping e dry hopping normalmente.
Porém, deixo uma pequena quantidade (tipicamente 1,5 ou 2g por litro) para o Keg Hopping.
Após isso:

- Lúpulos em saco de voal com folga de espaço;
- Saco bem amarrado para não soltar partículas;
- Amarro com fio dental na tampa do postmix para chegar próximo ao fundo sem atrapalhar o tubo pescador;
- Purga usual de oxigênio;
- Envase normal;
- Deixo os lúpulos dentro do postmix até o fim do consumo (para mim, tipicamente 4 a 6 semanas) - sempre gelado.

A partir do 3o ou 4o dia a presença do lúpulo se torna muito marcante.
Como referência, faço tipicamente com Citra e Amarillo.

Abs

Persevalli
 
Última edição:

Persevalli

Well-Known Member
Afiliado
21/1/17
Mensagens
262
Ainda não tentei, porque só tenho 1 hop bag, e faço levas de 45l, coloco em 2 post mix de 19l e em um de 5l, com a perda do trub da certinha, dai seria mais complicado fazer desta forma, mais vou tentar em 1 pra ver o resultado, vc passa a cerveja pra outro postmix depois de um tempo? Ou deixa o lúpulo lá enquanto consome a cerveja? Ipa eu tenho engarrafado, só deixo no barril cerveja mais comercial, RED, Blonde....
Eu faria o oposto, deixaria IPA no KEG e o resto em garrafa...rs
Cervejas lupuladas se beneficiam mais dos recursos de redução de contato com oxigênio que a carbonatação forçada permite. É comum ver NEIPAS "marrons" depois de 1 mês de garrafa e ainda mais ou menos redondas depois de 1 mês no Keg.

Considerando um bom processo, é claro....
 

LeonardoLisboa

Active Member
Afiliado
6/8/18
Mensagens
35
Localização
Rio
To meio frustrado com meus dry hopping, tenho colocado o lúpulo no final do descanso do diacetil a 23º, coloco ele e altero a temperatura pra 0º, demora em média pouco mais de 24hs pra chegar a zero, e deixo uns 5 dias, no 2º dia de cold já jogo gelatina pra começar a clarificar, deixo a gelatina entre 24hs e 48hs, o fato é que uso hop bag de inox, 7x30cm, pois quando não usava não conseguia limpar muito bem a breja. Mais eu tirei hoje 135g que tinha colocado em 44l de uma IPA, ficou 2 dias no descanso e 5 dias no cold, os lúpulos estavam com muito cheiro e a breja nem tanto. Parece que não extraiu todos os óleos essenciais, percebi que ficaram bem apertados no hop bag que usei, tenho certeza que não extraiu o que precisava, já vi muitos vídeos sobre dry hopping, cada um de uma forma e cada um fica um tempo, uns falam no máximo 3 dias, outros falam em 5, 7, coloca no cold, coloca na fermentação secundária, coloca no descanso... Não tem muita regra, uma coisa que vou parar de usar é o hop bag, vou voltar a jogar no "pelo". Fico bem perdido e também acho que to perdendo dinheiro...Meu sistema é carbonatação forçada. Se alguém puder me dar uma dicas de qual melhor forma de fazer, de preferência sem ficar trocando de fermentador, pq só tenho 1 fermentador cônico de 50l e vários baldes de 20l, ai daria uma trabalheira danada...Mais se o segredo for transferir de fermentador pra ir limpando ou pra tirar o contato com o lúpulo estou disposto a tentar da próxima vez.
Eu costumo jogar o lupulo depois do discanso do diacetil, uns 22 graus. Deixo por 3 dias nessa temperatura e depois vou para o cold crash.
Acho que você colocando o lúpulo a uma temperatura tão baixa coko está fazendo, não consegue extrair muita coisa.
O hop bag também prejudica um pouco o contato do lúpulo com a cerveja.
Eu jogo direto.

Tenho bons resultados desta forma.
 

Thiago Borges Gonçalves

Active Member
Afiliado
5/1/19
Mensagens
25
Localização
Uberlândia
A Brewdog faz um dry hop único a 14 °C, fiz isso uma vez e achei o resultado muito bom, usei Ekuanot e Mosaic, quero testar outros lúpulos para ver se o resultado será bom também. Todos artigos que li demonstram que em 24 horas a concentração máxima dos compostos é atiginda, numa temperatura por volta de 20 °C, em temperaturas mais baixas deve demorar mais um pouco. Nunca usar Hop Bag, a extração dos óleos fica extremamente prejudicada, usar saco só se for diretamente dentro do barril.
 
Afiliado
23/12/19
Mensagens
19
Localização
Sao Paulo
Olá Carlos, claro.

Faço os procedimentos usuais de late hopping e dry hopping normalmente.
Porém, deixo uma pequena quantidade (tipicamente 1,5 ou 2g por litro) para o Keg Hopping.
Após isso:

- Lúpulos em saco de voal com folga de espaço;
- Saco bem amarrado para não soltar partículas;
- Amarro com fio dental na tampa do postmix para chegar próximo ao fundo sem atrapalhar o tubo pescador;
- Purga usual de oxigênio;
- Envase normal;
- Deixo os lúpulos dentro do postmix até o fim do consumo (para mim, tipicamente 4 a 6 semanas) - sempre gelado.

A partir do 3o ou 4o dia a presença do lúpulo se torna muito marcante.
Como referência, faço tipicamente com Citra e Amarillo.

Abs

Persevalli
Você tem problema com intupimento ? Sedimentos do lupulo entopem seu pm ?
 

srafaels

Member
Afiliado
8/3/19
Mensagens
5
Localização
Vitória da Conquista - Bahia
Olá Carlos, claro.

Faço os procedimentos usuais de late hopping e dry hopping normalmente.
Porém, deixo uma pequena quantidade (tipicamente 1,5 ou 2g por litro) para o Keg Hopping.
Após isso:

- Lúpulos em saco de voal com folga de espaço;
- Saco bem amarrado para não soltar partículas;
- Amarro com fio dental na tampa do postmix para chegar próximo ao fundo sem atrapalhar o tubo pescador;
- Purga usual de oxigênio;
- Envase normal;
- Deixo os lúpulos dentro do postmix até o fim do consumo (para mim, tipicamente 4 a 6 semanas) - sempre gelado.

A partir do 3o ou 4o dia a presença do lúpulo se torna muito marcante.
Como referência, faço tipicamente com Citra e Amarillo.

Abs

Persevalli
Além das perguntas acima, não dá muito gramíneo depois de 10-15 dias? Eu tenho até um hop spider, daria pra acoplar no PM sem problemas. O receio, além de entupimento, é ficar com muito caráter vegetal (já que na literatura é consenso que exposição muito grande do lúpulo na breja dá esse caráter.
 

Carlos Cadamuro

Active Member
Afiliado
3/4/19
Mensagens
32
Localização
Curitiba - PR
Olá Carlos, claro.

Faço os procedimentos usuais de late hopping e dry hopping normalmente.
Porém, deixo uma pequena quantidade (tipicamente 1,5 ou 2g por litro) para o Keg Hopping.
Após isso:

- Lúpulos em saco de voal com folga de espaço;
- Saco bem amarrado para não soltar partículas;
- Amarro com fio dental na tampa do postmix para chegar próximo ao fundo sem atrapalhar o tubo pescador;
- Purga usual de oxigênio;
- Envase normal;
- Deixo os lúpulos dentro do postmix até o fim do consumo (para mim, tipicamente 4 a 6 semanas) - sempre gelado.

A partir do 3o ou 4o dia a presença do lúpulo se torna muito marcante.
Como referência, faço tipicamente com Citra e Amarillo.

Abs

Persevalli
Valeu Persevalli,

Vou adaptar para minha realidade e mandar ver! Quanto aos lúpulos de aroma, tenho usado o Loral, meio difícil de achar, mas com um buquê de aromas que ó!!!! Na falta dele sou fã do citra tb.
Abraços e boas brejas!
 

Persevalli

Well-Known Member
Afiliado
21/1/17
Mensagens
262
Você tem problema com intupimento ? Sedimentos do lupulo entopem seu pm ?
Olá Ricardo.
Não pois uso Hop Bag.
Se os lúpulos estiverem soltos, muito provável entupir. Não necessariamente o tupo pescador, mas aquela mola do poppet mais o pino de inox que o conector abaixa quando é conectado ficam uma desgraça só.

Abs
 

Persevalli

Well-Known Member
Afiliado
21/1/17
Mensagens
262
Além das perguntas acima, não dá muito gramíneo depois de 10-15 dias? Eu tenho até um hop spider, daria pra acoplar no PM sem problemas. O receio, além de entupimento, é ficar com muito caráter vegetal (já que na literatura é consenso que exposição muito grande do lúpulo na breja dá esse caráter.
Na minha capacidade sensorial e nos lúpulos que costumo usar em suas respectivas quantidades (1,5 ou 2g por litro), não detectei.
E posso dizer que sou bem chato...

Pode ser que outros lúpulos em outras quantidades, em outras temperatudas para outras capacidades sensoriais isso apareça.

Abs
 
2

Latest posts

Topo