Quantcast
  • We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.

Controlador Craftbeerpi

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

Afiliado
29/5/18
Mensagens
19
Localização
Floripa
Isso, eles falham quando ligo a resistência e a temperatura sobe.
Ja ficaram horas ligados em temp ambiente e funcionaram normalmente.
A repeito da fonte, suspeitei disso também, mas ja substitui por outra e o problema persiste.
qual a tensão que vc está alimentando eles ? 3,3 ou 5 Vcc ?
 
Afiliado
3/12/19
Mensagens
6
Localização
Sete Lagoas MG
Isso, eles falham quando ligo a resistência e a temperatura sobe.
Ja ficaram horas ligados em temp ambiente e funcionaram normalmente.
A repeito da fonte, suspeitei disso também, mas ja substitui por outra e o problema persiste.
Consegui resolver este problema de travamento de sensores colocando microcoolers atrás da placa do raspberry, e afastando os cabos dos sensores dos cabos elétricos, apos diversas consultas ao grupo de Craftbeerpi no Facebook
 

Caio Krohling

Member
Afiliado
31/5/19
Mensagens
12
Localização
Espirito Santo
Boa tarde.
Aferi algumas medidas e realmente acho que algo esta errado (me corrijam se estiver errado)

Tensão dos sensores: O máximo que chega é 5,08v (acredito que não seja o problema).

Tensão da panela (coloquei uma ponta no neutro outro na panela, quando a resistência esta ligada): 15,8v (Achei muito estranho, pois creio que não deveria passar corrente para a panela. Obs.: Resistência já veio montada nela e não aterrei as panelas).
Como a ponta dos sensores ficam encostadas no fundo do poço (que estão em contato com a panela, portanto também tem corrente neles), o problema pode ser este? Sera que um simples aterramento da panela resolveria o problema?

Abs.
 

Gu_MAZZA

Well-Known Member
Afiliado
12/3/17
Mensagens
276
A tensão que chega nos sensores está correta, não pode passar dos 5,5V.

A tensão que vc mediu na panela tbm está correto, sempre tem uma leve fuga mas até atingir os 36V vc não leva choque, na maioria dos casos é um tensão induzida e não de contato direto com a linha viva de energia.
Vc pode colocar um cabo com malha pro sensor só que a malha só deve ser aterrada na ponta mais próximo ao raspberry e a ponta que fica o sensor no poço, vc não conecta em nada e deixa aberto. Se conectar essa malha no poço pode dar ruim.

O aterramento da panela é bom, vai lhe ajudar se caso a resistência estiver com fuga.

OBS: Muita atenção a como vc está conectando os fios do sensor no raspberry ou interface.
Se vc utiliza uma interface com bornes de aperto, então não se deve estanhar as pontas dos fios e nem ligar os fios direto no borne, tem que colocar um terminal. Estanho é péssimo condutor e apenas o fio pode não estar dando o contato correto.
 

Caio Krohling

Member
Afiliado
31/5/19
Mensagens
12
Localização
Espirito Santo
A tensão que chega nos sensores está correta, não pode passar dos 5,5V.

A tensão que vc mediu na panela tbm está correto, sempre tem uma leve fuga mas até atingir os 36V vc não leva choque, na maioria dos casos é um tensão induzida e não de contato direto com a linha viva de energia.
Vc pode colocar um cabo com malha pro sensor só que a malha só deve ser aterrada na ponta mais próximo ao raspberry e a ponta que fica o sensor no poço, vc não conecta em nada e deixa aberto. Se conectar essa malha no poço pode dar ruim.

O aterramento da panela é bom, vai lhe ajudar se caso a resistência estiver com fuga.

OBS: Muita atenção a como vc está conectando os fios do sensor no raspberry ou interface.
Se vc utiliza uma interface com bornes de aperto, então não se deve estanhar as pontas dos fios e nem ligar os fios direto no borne, tem que colocar um terminal. Estanho é péssimo condutor e apenas o fio pode não estar dando o contato correto.
Boa tarde!

Entao nao devo me preocupar com as tensões, ja que estao dentro dos parâmetros normais.

Utilizo uma interface adquirida com você.
A respeito das conexões, estava utilizando conectores XLR e fio apertado diretamente no borne.
Hoje fiz mais uns testes, seguindo sua recomendação (utilizando terminal e conectando o sensor direto na placa, sem o XLR).
Resistência ficou ligada por umas 3h, depois rodei o PID e o sensor funcionou perfeitamente.
Assim que o PID parou de rodar, o sensor parou novamente, com o mesmo problema (a ponta dele fica muuuuuuito quente e ele trava). Tenho que reiniciar o rasp para voltar.

Sera que, existe alguma forma de testar o rasp + interface, para saber se o problema não vem deles? Sera que o problema pode ser no lote de sensores adquiridos (pois ja testei todos que tenho e acontece o mesmo problema)?

Abs
 

Gu_MAZZA

Well-Known Member
Afiliado
12/3/17
Mensagens
276
Se a interface tiver defeitos, vou passar aqui alguns testes que vc pode fazer.

Remove a interface do Raspberry, alimenta ela e meça se o regulador está regulando pra 5V, não mais que 5,3V.
Dá uma olhada na trilha da GPIO 4 e veja se não tem nada de anormal.
Com a interface desligada, com o multímetro na escala de 10k Ohms meça no borne do sensor o pino DATA com o 5V, é pra dar 4k7 ou algo próximo disso. Meça o DATA com o GND e não é pra dar nada ou quase nada.
Repete a etapa anterior mas agora medindo continuidade, verifica se vai apitar.
 

Márcio Mônego

Active Member
Afiliado
20/11/18
Mensagens
32
Localização
Gravataí, RS
Fala galerinha do bem!
Depois de um bom tempo de projeto segue umas fotos do meu último upgrade.
Fiquei quase dois anos brassando com sucesso em um sistema tribloco com fogareiro e depois de brassar num dia de 40º aqui no sul com esse fogo todo ligado achei que era hora de sofrer menos para fazer minha breja e ter mais tempo durante a brassagem cuidando menos do fogo(e tomando mais breja..) e atentando às rampas.
Desde que vi alguns vídeos do pessoal usando o Craftbeer pi achei que era o caminho prá mim.
O caminho foi fácil? Nops
Mesmo com conhecimentos de elétrica, eletrônica, programação e arquitetura de software tive que repensar vários pontos.

Sistema:
3 panelas com resistência de inox:
2KW - 40l - Sparge
5KW - 68l - Mostura e aquecimento da água total
4KW - 45l - Fervura
Chiller de contrafluxo 3/8 inox, 15m
Sistema manual de direcionamento de água e mosto com régua de registros: Entrada, recirculação, chiller

Sistema de controle: Craftbeer pi 3

No painel fiz algumas escolhas:
Proteger a parte de potência de acionamentos acidentais(aconteceu um por bug no Craftbeerpi) com uma chave de emergência com contactora, pois vou usar o painel para fermentação e outros controles fora do ciclo de brassagem.
Coloquei chaves de liberação para as resistências para evitar acionamentos acidentais.
Coloquei acionamentos manuais redundantes para entrada de água e bomba.

Antes de montar a caixa fiz umas simulações com aqueles dissipadores de kits que vem com alguns Fotek. Na resistência de 2000w já dava prá queimar a mão, então comecei a procurar um dissipador grande que pudesse ser um bloco só para os 3 SSRs assim a dissipação seria bem melhor. Só achei esse monstro ai das fotos que tem um cooler porrada tb. Ligando tudo não chega nem no morno o dissipador e o SSR. Que durem esses ching-lings!

Assim como o confrade Daniel postou também estou direcionando para uma automação mais completa no futuro, sempre analiso o reaproveitamento do setup para evoluir depois, exemplo da resistência da panela de mostura que já prevê o upgrade dela para fervura depois, etc..

Logo que comecei a brincar o Craftbeer pi antes mesmo de receber ele me dei conta que apesar de excelente ele tinha limites e o criador abandonou a criatura(Manuel Fritsch) e várias discussões sobre o problema da licença do CFpi fui vendo como a comunidade tá se virando para evoluir o sistema e que quais seriam os limites.
Sou parceiro para resolver alguns entraves deste sistema top:
Percebi logo que a parte mais manual do processo não eram as rampas, mas sim(no meu caso) pegar a água total , esquentar até a temperatura de strike, tratar e separar a água do sparge...
Tem como incluir passos para este processo porém cada vez que você importa uma receita em beerxml ele apagava os steps de processo..
Então modifiquei a importação para não apagar mais e adicionar no final dos passos, depois é só mover para o local certo do meu processo.
Percebi que a importação descarta várias informações do arquivo como água da infusão, água total, etc. logo não adianta ter sensor de fluxo e ter que digitar sempre na mão algo que já tem na receita.

Também percebi que não tem como parar o processo para uma etapa manual como apartar parte da água, trocar as mangueiras para direcionar o mosto, etc..
Fui ver o funcionamento do sistema de plugins e vi que posso alterar a fonte deles, mantendo o que tem hoje e adicionando os meus. Vou ver depois para combinar os do Manuel com algum a mais que eu queira ou para trocar a implementação original por um fork dela no GitHub.

Essa semana vou avançar nisso e publicar meu plugin de pausa orientada com mensagens e orientação para o Cervejeiro.
Quem sabe se sobrar tempo não arrumamos as dependências para o plugin da Alexa que adiciona comandos de voz na nossa brassagem. "Nutelagem", eu sei. Mas o cervejeiro mais raiz sempre merece a valorização do seu setup.

Meu setup ainda está longe da perfeição, tenho prioridades na parte fria ainda. no ano que vem a gente pega umas panelas de Inox prá abriliantar.
Se tiverem alguma dúvida, quiserem criticar alguma das escolhas todas considerações são bem-vindas! O mais importante é a felicidade do cervejeiro.

Abração à todos.

WhatsApp Image 2020-08-29 at 15.15.38(1).jpegWhatsApp Image 2020-08-29 at 15.15.36(1).jpeg WhatsApp Image 2020-08-29 at 15.15.37(3).jpegWhatsApp Image 2020-08-29 at 15.15.37(2).jpegWhatsApp Image 2020-08-29 at 15.15.37.jpegWhatsApp Image 2020-08-29 at 15.15.37(1).jpegWhatsApp Image 2020-08-29 at 15.15.36(3).jpegWhatsApp Image 2020-08-29 at 15.15.36(2).jpegWhatsApp Image 2020-08-29 at 15.15.36.jpeg
 
Última edição:

Gu_MAZZA

Well-Known Member
Afiliado
12/3/17
Mensagens
276
Muito top Márcio.

Sobre os plugins que vc pretende fazer, acho melhor enviar aqui pra gente o link da sua aplicação e então adicionamos manualmente, pois o Manuel abandonou o projeto já faz um tempo.
 

Márcio Mônego

Active Member
Afiliado
20/11/18
Mensagens
32
Localização
Gravataí, RS
Novo plugin para o Crafbeerpi

Como comentei estou começando a colaborar com modificações no próprio Craftbeerpi ou na adição de plugins.
Inicialmente fiz meu plugin direto no meu Craftbeerpi mesmo, mas pensando na galera melhorei um pouco e fiz um plugin padrão.

Para poder listar meu plugin na lista padrão tive que fazer o fork do repositório original onde o arquivo está e incluir meu plugin no final do arquivo. Isso é o que o Manuel faz(ou fazia) para incluir os plugins da comunidade.
Coloquei algumas orientações no meu repositório para auxiliar aqueles que também vão ou já fizeram o seu fork ou não querem ir por este caminho.

Disponibilizei os dois repos, o da lista e do plugin para quem quiser dar uma testada. Também coloquei orientações e imagens no repo do plugin

Objetivo do plugin:
Poder incluir steps de pausa com timer para ações manuais evitando a não parada do processo e podendo chegar a steps que envolvam acionamentos antes de você fazer a ação manual.
Exemplos simples de uso:
Pausa para mudar conexões, apartar água para quem aquece na mesma panela de mostura, lembretes, sei lá o que mais.

Url do plugin:
MarcioMonego/PauseStep

Url do repo da lista:
MarcioMonego/craftbeerpi-plugins

Algumas imagens:
PauseStepConfiguration.png
PauseStepRunning.png

Se faltou alguma informação me avisem.
Abraço a todos e boas brassagens!
 

Gu_MAZZA

Well-Known Member
Afiliado
12/3/17
Mensagens
276
Muito bom @Márcio Mônego , e muito obrigado por compartilhar.

Infelizmente não manjo nada de programação e não tenho nem ideia de como começar a fazer um plugin desse... srsrssrs mas gostaria muito de aprender e poder contribuir, tenho várias ideias.
Quem sabe um dia.
 

Márcio Mônego

Active Member
Afiliado
20/11/18
Mensagens
32
Localização
Gravataí, RS
Muito bom @Márcio Mônego , e muito obrigado por compartilhar.

Infelizmente não manjo nada de programação e não tenho nem ideia de como começar a fazer um plugin desse... srsrssrs mas gostaria muito de aprender e poder contribuir, tenho várias ideias.
Quem sabe um dia.
Esse é o ponto forte da comunidade, cada um pega aquilo que mais domina ajuda aos outros.
Tempo sempre é um limite prá gente, mas se dá um jeito.
Tô com várias ideias para destravar algumas coisas no pi e acho que muitos percebem os mesmo problemas.
Só precisamos ver qual seria um thread adequado para discutir essas mudanças sem depender do Manuel prá tudo. Tem coisa que no software não foi feito para ser extensível com plugins.
A maior parte das minhas propostas está no processo de importação de receitas.
Vejo que a maioria dos steps na brassagem não se referem às rampas e sim ao processo todo incluindo o hardware. Alterei direto no fonte do Crafbeerpi para não apagar a lista de steps ao importar uma receita, assim posso manter vários steps de processo e só posicionar os de rampas no lugar adequado.

Exemplos:
Em sistemas com lavagem:
Posso extrair os volumes de sparge e mash separadamente e verificar se a instalação tem o plugin de Flowmeter para calcular a água..acionar a bomba
Definir a temnperatura da infusão do mashin pela temperatura de strike calculada pelo Beersmith que consta no arquivo.
Usar meu plugin de pausa para troca das mangueiras, ou quem tem válvula motorizada criar grupos de fluxo (tipo Panela de Mash para lavagem(x litros depois de aquecer/tratar), acionar as válvulas para drenar o mash e liberar o sparge).
Ou mesmo dar a opção de importar as etapas de fermentação do Beerxml para o Craftbeerpi.
A criatividade é o limite.
 

Gu_MAZZA

Well-Known Member
Afiliado
12/3/17
Mensagens
276
Uma implementação que já vi muita gente pedir, é a de conseguir salvar a "receita" que foi configurada no Craft.
Por exemplo eu consigo importar a receita do BS, daí tenho que implementar mais coisas nas etapas de mostura e é ai que infelizmente não dá mais pra salvar.
 

Márcio Mônego

Active Member
Afiliado
20/11/18
Mensagens
32
Localização
Gravataí, RS
Exatamente, essa é parte mais chata que vejo. A importação/Salvar uma receita.
Como o Manuel não disponibilizou o código do fron-end seria mais complicado mudar coisas da parte visual do CBPI.
O que fiz inicialmente foi apenas impedir que ele apague os passos existentes no processo de importação. Ai ele sempre vai adicionar os passos no final e tu apaga o que não quer e desloca os passos para o local certo. Como a importação não é uma parte extensível dele não teria inicialmente como fazer um plugin. Aceito sugestões para escolhermos um caminho para flexibilizar isso. Como o plugin é o caminho básico para quase todos que não programam podemos bolar um Plugin meio power que substitua a implementação original. Preciso amadurecer a ideia ainda e ver quem mais se habilita prá gente meter a mão nisso, a forma mais fácil de dividir isso.
Mas conforme avanço destrinchando o software vou acabar achando o caminho.
 

Caio Krohling

Member
Afiliado
31/5/19
Mensagens
12
Localização
Espirito Santo
Se a interface tiver defeitos, vou passar aqui alguns testes que vc pode fazer.

Remove a interface do Raspberry, alimenta ela e meça se o regulador está regulando pra 5V, não mais que 5,3V.
Dá uma olhada na trilha da GPIO 4 e veja se não tem nada de anormal.
Com a interface desligada, com o multímetro na escala de 10k Ohms meça no borne do sensor o pino DATA com o 5V, é pra dar 4k7 ou algo próximo disso. Meça o DATA com o GND e não é pra dar nada ou quase nada.
Repete a etapa anterior mas agora medindo continuidade, verifica se vai apitar.
Boa tarde!
Me desculpe a demora para responder, mas vamos la:
Regulador esta correto;
Meu multímetro só tem 20k Ohms. No Data com 5v, deu 4.8 (ou seja, dentro do padrão), ja o DATA com GND deu 15.5 (acho que temos um problema ai, certo?)

Sds
 

Gu_MAZZA

Well-Known Member
Afiliado
12/3/17
Mensagens
276
Boa tarde!
Me desculpe a demora para responder, mas vamos la:
Regulador esta correto;
Meu multímetro só tem 20k Ohms. No Data com 5v, deu 4.8 (ou seja, dentro do padrão), ja o DATA com GND deu 15.5 (acho que temos um problema ai, certo?)

Sds
Pode usar a escala de 20k.
Mede continuidade entre a trilha DATA e GND. Se apitar é pq tem algum curto-circuito, daí vc olha o caminho da trilha e veja se não tem algo em curto, se tiver é só remover o curto com um estilete ou ponta afiada, só cuidado pra não cortar trilhas.
 

Márcio Mônego

Active Member
Afiliado
20/11/18
Mensagens
32
Localização
Gravataí, RS
Exatamente, essa é parte mais chata que vejo. A importação/Salvar uma receita.
Como o Manuel não disponibilizou o código do fron-end seria mais complicado mudar coisas da parte visual do CBPI.
O que fiz inicialmente foi apenas impedir que ele apague os passos existentes no processo de importação. Ai ele sempre vai adicionar os passos no final e tu apaga o que não quer e desloca os passos para o local certo. Como a importação não é uma parte extensível dele não teria inicialmente como fazer um plugin. Aceito sugestões para escolhermos um caminho para flexibilizar isso. Como o plugin é o caminho básico para quase todos que não programam podemos bolar um Plugin meio power que substitua a implementação original. Preciso amadurecer a ideia ainda e ver quem mais se habilita prá gente meter a mão nisso, a forma mais fácil de dividir isso.
Mas conforme avanço destrinchando o software vou acabar achando o caminho.
Incrivelmente acabei achando um caminho para substituir a implementação de importação via plugin sem ter que alterar o código original.
Porém, acredito que os passos do processo geral, não apenas os de rampas de mostura e a fervura não são para muitos setups a parte maior e mais complexa.
E ai começa o problema da definição de como é o setup de cada um para poder agregar mais ou menos passos.
Como não conseguiria atender as criativas combinações pensei em fazermos uma enquete para coletar mais informações de quem realmente tem interesse e chegarmos ao meio termo.
Nem acho que o melhor lugar para abrir a discussão seja este post pelo tamanho e generalidade que já tem. Acredito que teria que ser algo concentrado em melhorias de software e que funcionalidades se conseguira fazer.

Seguem alguns exemplos:
Detecção de quantidade de água na importação
Se o sistema do cervejeiro tem 1,2,3 panelas para que importação possa prever separação de água
Se a água total deve ser esquentada até a temperatura de strike em uma panela só como eu faço no meu sistema
Se alguém prefere a separação das quantidades pelo beerxml da água de sparge direto para a panela de lavagem(que precisaria ser categorizada nos parâmetros) e esquentar com duas resistências.
Passar a usar um step de mashin para a infusão inicial e não tudo mashstep como é hoje
Se o cervejeiro usa bomba única com válvulas motorizadas para esta separação ou bombas separadas, também teria que configurar
Se na importação queremos importar também o perfil de fermentação para controle via Craftbeerpi

Tem muitas combinações.
Eu tenho clareza como poderia arrumar o processo para o meu setup e o processo, mas para chegar neste nível com n configurações prá todo mundo precisamos discutir um processo com várias configurações ali na área de parâmetros do sistema para não ficar engessado.

O que acho que ficaria top para minha combinação de setup x processo
Detectar a água total e criar um step com flowmeter para entrada da água total na panela de mostura
Detectar a temperatura ideal de strike e incluir um step mashin com essa temperatura para água total
Usar o plugin de pausa e incluir uma pausa para eu mover x litros de água da panela de mostura para a panela de lavagem
Ao concluir iniciar os passos da mostura
Ao concluir pausa para eu reconectar as mangueiras e transferir o mosto e fazer a lavagem
Iniciar a fervura normalmente

Opcionalmente
Ao concluir
Fazer recirculação no chiller até a temp baixar para x graus

Criar ou não o perfil de fermentação pego no beerxml

Mas prá fazer um esforço destes tem que fazer sentido para mais pessoas. O que hoje não me parece ser a realidade. Não consigo saber quem tá com equipamento bem melhor que o meu e gostaria de se beneficiar de uma mudança assim e para quem isso nem interessa.

Abraço cervejeiro pros confrades,
 

Márcio Mônego

Active Member
Afiliado
20/11/18
Mensagens
32
Localização
Gravataí, RS
Olá a todos,

Hoje disponibilizei um novo plugin para o Crafbeerpi que permite a troca do repositório de onde se obtém a lista a lista de plugins.
Porque isso nos ajuda:
Hoje se alguém criar um plugin, o restante dos cervejeiros só poderão ver na lista de plugins SE o criador do plugin mandar um email para o criador do Crafbeerpi e ele adicionar na lista oficial.
Muitos cervejeiros fazem novos plugins ou clonam(fork na verdade) repositórios de plugins existentes para fazerem seus ajustes e isso necessita que você faça tanto o fork do repositório original onde está a lista(Manuel83/craftbeerpi-plugins) como também modifique o fonte original do Crafbeerpi na instalação do seu Raspberry pi.
Minha intenção aqui é facilitar isso para que se possa tanto alterar completamente a fonte de plugins instaláveis, mantendo uma cópia isolada dela, como também mesclar a sua fonte com a original. Assim você não perde se um novo plugin aceito pelo Manuel venha a ser integrado no Craftbeerpi.

As orientações estão no repositório do plugin que criei para flexibilizar a lista de plugins:
MarcioMonego/ChangePluginsRepository
Só clonar em uma nova pasta onde estão seus plugins locais conforme as instruções do link acima e depois você já pode tanto ficar com a origem configurável via parâmetro quanto escolher seu novo repositório e opcionalmente se você quer mesclar a lista original com a sua do seu repositório, evitando a duplicação e você perder algum plugin novo que a comunidade convença o Manuel a aceitar.

Boas brejas!
 

Ícaro Macedo

Active Member
Afiliado
23/1/19
Mensagens
38
Localização
Recife
Olá a todos,

Hoje disponibilizei um novo plugin para o Crafbeerpi que permite a troca do repositório de onde se obtém a lista a lista de plugins.
Porque isso nos ajuda:
Hoje se alguém criar um plugin, o restante dos cervejeiros só poderão ver na lista de plugins SE o criador do plugin mandar um email para o criador do Crafbeerpi e ele adicionar na lista oficial.
Muitos cervejeiros fazem novos plugins ou clonam(fork na verdade) repositórios de plugins existentes para fazerem seus ajustes e isso necessita que você faça tanto o fork do repositório original onde está a lista(Manuel83/craftbeerpi-plugins) como também modifique o fonte original do Crafbeerpi na instalação do seu Raspberry pi.
Minha intenção aqui é facilitar isso para que se possa tanto alterar completamente a fonte de plugins instaláveis, mantendo uma cópia isolada dela, como também mesclar a sua fonte com a original. Assim você não perde se um novo plugin aceito pelo Manuel venha a ser integrado no Craftbeerpi.

As orientações estão no repositório do plugin que criei para flexibilizar a lista de plugins:
MarcioMonego/ChangePluginsRepository
Só clonar em uma nova pasta onde estão seus plugins locais conforme as instruções do link acima e depois você já pode tanto ficar com a origem configurável via parâmetro quanto escolher seu novo repositório e opcionalmente se você quer mesclar a lista original com a sua do seu repositório, evitando a duplicação e você perder algum plugin novo que a comunidade convença o Manuel a aceitar.

Boas brejas!
Nobre, um problema que vejo no craftbeerpi é steps paralelos, ou seja duas brassagens em sequencia, enquanto estou fervendo um mosto já estou com a tina de mostura com água e as rampas configuracadas e assim começar aquecer para o target de temperatura de mashin e sucessivamente. Outra coisa que vejo é não ser necessario o sparge começar aquecer de imediato e sim um certo tempo antes de acabar a mosturação assim não ficaria as 3 resistencia ligadas ao mesmo tempo.
 
Topo