1. We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.
    Fechar Aviso

contaminações recorrentes :(

Discussão em 'Sanitização' iniciado por valtert, 9/1/16.

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

  1. 9/1/16 #1

    valtert

    valtert

    valtert

    Well-Known Member

    Afiliado:
    19/6/14
    Mensagens:
    432
    Curtidas Recebidas:
    131
    Aqui estou eu com dúvidas sobre contaminações novamente! :(

    Há algumas levas tive uma contaminação bem feia e a leva foi pelo ralo. Tinha cheiro de podre, de esgoto. Limpei muito bem o fermentador e equipamentos mas desde então tenho sentido o odor do enxofre nas levas seguintes.

    A maioria das pessoas que provam essas levas nem percebem o off-flavor, nem mesmo após eu falar, então não deve ser tão grave assim, mas eu sei que está lá. Quando mexo no fermentador pra engarrafar já sinto, mas visualmente não há nada muito estranho na superfície...

    Depois de pesquisar bastante cheguei a algumas conclusões, gostaria que confirmassem ou contestassem:
    • - Após uma contaminação, às vezes existe a possibilidade de limpar todo o equipamento e não ter mais vestígios do contaminante, às vezes não.
    • - Caso o contaminante tenha formado biofilme (ou aderido a um) em equipamento plástico é "impossível" limpar, uma vez que a adesão do biofilme pode ser mais forte que o próprio plástico
    • - Equipamento metálico não oferece tanta aderência para biofilmes, sendo mais fácil de limpar (ufa, o chiller está salvo! Ou não?)
    • - Não existe uma forma visual de detectar a existência de biofilme
    • - A recomendação geral seria limpar tudo muito bem e, caso persista a contaminação, substituir o equipamento contaminado

    Bom, isso foi o que encontrei de informação. Agora, o que eu não encontrei é como definir o que será substituído.

    No meu caso, como ao fim da fermentação já percebo a contaminação, o que me vem à mente é isso: pá do whirlpool, sensor de temperatura imerso durante o resfriamento, chiller, mangueira de trasfega para o fermentador, fermentador, torneiras do fermentador e vedações. O que faço, jogo isso tudo fora? :confused:

    Estou muito desanimado, assim que aumentei a produção apareceu esse problema, tenho medo de trocar só o fermentador e contaminar uma bombona novinha por causa de uma torneira ou uma pá... qualquer ajuda é muito bem vinda!
     
  2. 9/1/16 #2

    lpera

    lpera

    lpera

    Well-Known Member

    Afiliado:
    18/1/15
    Mensagens:
    828
    Curtidas Recebidas:
    398
    Amigo, normalmente, repito, normalmente e não sempre as contaminações vêm acompanhadas de de um visual característico que é a formação de uma espécie de filme no fermentador, você abre o mesmo e pode visualizar uma película na superfície, é esse o seu caso?

    Quais as cepas de fermento que você utilizou nessas suas levas? Você acha que é contaminação pelo cheiro logo após a fermentação ou você engarrafa essas levas e esse odor persiste por semanas? Falo isso pois algumas cepas realmente produzem um odor forte e característico de enxofre durante e logo após a fermentação, que acaba sumindo com o tempo. Vide, https://beerandbrewing.com/VKHrmSsAAF-R76iK/article/off-flavor-of-the-week-sulfur

    Se realmente for contaminação, eu jogaria descartaria todo o material que entrou em contato com a leva pós fervura, normalmente baldes fermentadores e mangueiras. Pá é um item relativamente fácil de limpar e sanitizar, mas entre gastar 20-30 reais ou arriscar contaminar outra leva eu também descartaria a pá.
     
    valtert e stormridersp curtiram isso.
  3. 9/1/16 #3

    valtert

    valtert

    valtert

    Well-Known Member

    Afiliado:
    19/6/14
    Mensagens:
    432
    Curtidas Recebidas:
    131
    Obrigado Leonardo!

    Pois então, não vejo nada muito estranho no fermentador, as vezes parece que sobrou uma espuminha ou outra, não sei se é do krausening mesmo ou se pode ser de algum contaminante. Infelizmente não tenho fotos...

    Mas pra mim é contaminação sim, já aconteceu em levas com US-05 e também com S-04. Já tive residuais de enxofre com o M20 e Munich em weiss e é bem diferente o cheiro, deve ser outro composto de enxofre, sei lá.. Na garrafa persiste, as vezes piora. Teve uma leva que foi metade pro post-mix e tomamos de boa, a outra metade que ficou mais algumas semanas no fermentador acabou ficando ruim, mais com esse cheiro e bem ácida, mas nada de acético, é mais tipo fruta ácida mesmo, lembra araçá. Pelo jeito é algum contaminante que não se importa muito com o álcool!

    E sobre o fermentador, será que vale a pena usar pra guardar malte?

    E o chiller?

    Valeu, abraço!
     
  4. 9/1/16 #4

    lpera

    lpera

    lpera

    Well-Known Member

    Afiliado:
    18/1/15
    Mensagens:
    828
    Curtidas Recebidas:
    398
    Cara, por esse relato aposto em contaminação mesmo. Já usei S-04 e US-05 em diferentes temperaturas de fermentação (desde 14 a 21 graus) e nunca percebi esse odor.

    Mas para mim, o fato de algumas levas estarem boas logo após a maturação mas quando ficam mais tempo nas garrafas e/ou post-mix ficam ruins é um sinal claro que está contaminado.

    O fermentador eu lavaria muito bem com esponja, na brutalidade mesmo, sanificaria e usaria para guardar malte como você sugeriu.

    As mangueiras, torneiras do balde fermentador e até o airlock que estava sendo usando eu descartaria. O mesmo para as garrafas caso você reutilize.

    O chiller, se for de imersão, o que você pode fazer é limpa-lo muito bem, sanitizar e colocá-lo nos 15 minutos finais da fervura daqui para frente.

    O post-mix é complicado, pois não é um equipamento que você pode descartar pois tem um valor alto, nesse caso eu desmontaria o mesmo inteiro e limparia da melhor maneira que você puder, inclusive o tubo de líquido e deixaria todas as partes, depois de bem limpas, em um recipiente com um sanitizante potente. Eu não sei se soda cáustica pode ser usada com alumínio, mas se puder é uma opção interessante. As mangueiras do post-mix, inclusive a torneira, eu descartaria.

    Se você usa balde branco como fermentador, é muito difícil ele contaminar se não tiver ranhuras, eu aposto que o problema esteja nas mangueiras ou torneiras.

    Abraços.
     
    valtert curtiu isso.
  5. 10/1/16 #5

    valtert

    valtert

    valtert

    Well-Known Member

    Afiliado:
    19/6/14
    Mensagens:
    432
    Curtidas Recebidas:
    131
    É isso então, trocar tudo... Só vou salvar o chiller, garrafas e post-mix.

    O chiller tenho colocado nos 15 finais sempre, inclusive enrolei ele bem largo pra conseguir fazer whirlpool com ele dentro da panela, não fica um cone bonitão mas não ligo muito, é prático.

    Garrafas eu vou deixar. Se perceber que mesmo deixando mais tempo no fermentador continua com perfil limpo e piora nas garrafas até penso em trocar, mas como a princípio contaminação em vidro é mais fácil de remover e não vai pegar em outros equipamentos, vou confiar na minha limpeza.

    Post-mix eu comecei a usar há muito pouco tempo, nem cheguei a desmontar ainda, mas vamos lá hehe

    TORNEIRAS!! Ando encucado com elas faz tempo. O modelo que tenho usado não dá pra desmontar e parece um ambiente bem propício pras bactérias. O que acham delas? Entre a parte vermelha e a transparente não pode ficar resíduos??
    [​IMG]
    Pior que já aumentei o furo de tudo que é balde e fermentador pra usar dessas. Paciência, agora vai tudo fora. :(
     
  6. 10/1/16 #6

    drelimainacio

    drelimainacio

    drelimainacio

    Well-Known Member

    Afiliado:
    11/6/13
    Mensagens:
    437
    Curtidas Recebidas:
    230
    Tá ai uma coisa que tira o tesão da gente, não é? Eu tive problema de biofilme em um fermentador conico comum. Fiz umas 15 levas nele e só 1 não contaminou (a primeira, hahahaha). Depois que abandonei ele e voltei pra bombona, as duas primeiras deram certo, ai na terceira deu de novo, mais duas sem, outra com e mais duas sem. Ou seja, realmente tinha algum outro fator.
    Recomendo a você fazer uma limpa geral ai. Plástico e inox podem ir na soda, então sem dó. O restante, se der pra descartar blz, se não, limpeza mecanica bem feita (bucha, sabão neutro, etc).

    Boa sorte ai
    Abraços!
     
    valtert curtiu isso.
  7. 10/1/16 #7

    fabiobrum

    fabiobrum

    fabiobrum

    Well-Known Member

    Afiliado:
    3/12/15
    Mensagens:
    182
    Curtidas Recebidas:
    46
    Pergunta besta, mas achava que a soda dava conta de remover o biofilme. Ou não ?!
     
    Última edição: 10/1/16
    valtert curtiu isso.
  8. 11/1/16 #8

    drelimainacio

    drelimainacio

    drelimainacio

    Well-Known Member

    Afiliado:
    11/6/13
    Mensagens:
    437
    Curtidas Recebidas:
    230
    No meu caso, demorei muito pra reagir, ai nem a soda deu conta. Mas se a limpeza com soda for com uma frequencia alta, ai é tranquilo.

    Abraço
     
    valtert curtiu isso.
  9. 11/1/16 #9

    paulopinho

    paulopinho

    paulopinho

    Well-Known Member

    Afiliado:
    2/4/15
    Mensagens:
    451
    Curtidas Recebidas:
    82
    vamos lá contaminação somente após a fervura antes vc não tem risco
    entao se usa chiller para esfriar dificil de contaminar pois quando vc faz a imersao o mosto está super quente praticamente 85ºc ou mais

    o que contamina aí está entre a transfega apo´s esfriamento e fermentador

    aí que vc tem que verificar
    se utiliza bombona cuidado primeiro vc lave com agua e detergente neutro deixa secar bem no sol emborcada apo´s secar vc verá pontos mais esbranquiçados que é aonde vc deve dar uma boa relavada depois sanitizar com iodofor e ainda assim borrifar alcool 70 após a secagem..

    sempre verifique aqueles aneis de vedação da torneira pode ter muita sujeira escondida alí
     
    valtert curtiu isso.
  10. 11/1/16 #10

    Divv_C_Divin01

    Divv_C_Divin01

    Divv_C_Divin01

    Member

    Afiliado:
    13/12/15
    Mensagens:
    18
    Curtidas Recebidas:
    3
    Estou abandonando o uso destas torneiras quando desmontei uma na marra e constatei que fica sujeira acumulada. Quando remontei começou a vazar. Uso mangueira de silicone e mando na panela de pressão. Apesar de fazerem parte da fazer quente, estou desmontando os registros das panelas, só assim dá pra limpar 100%. Não se assuste se tiver um cheiro de podre.
     
    valtert curtiu isso.
  11. 12/1/16 #11

    tomazela

    tomazela

    tomazela

    Well-Known Member

    Afiliado:
    12/1/16
    Mensagens:
    1,683
    Curtidas Recebidas:
    458
    valtert curtiu isso.
  12. 12/1/16 #12

    tomazela

    tomazela

    tomazela

    Well-Known Member

    Afiliado:
    12/1/16
    Mensagens:
    1,683
    Curtidas Recebidas:
    458
    valtert curtiu isso.
  13. 13/1/16 #13

    paulopinho

    paulopinho

    paulopinho

    Well-Known Member

    Afiliado:
    2/4/15
    Mensagens:
    451
    Curtidas Recebidas:
    82
    valtert curtiu isso.
  14. 13/1/16 #14

    valtert

    valtert

    valtert

    Well-Known Member

    Afiliado:
    19/6/14
    Mensagens:
    432
    Curtidas Recebidas:
    131
    Obrigado a todos pelas considerações!

    No caso estou focando na limpeza pós-contaminação, é essa minha dúvida nesse tópico. Mas são boas as considerações com relação à limpeza.

    Estava pesquisando e descobri que o material da bombona que uso como fermentador (HDPE) não é muito resistente à água sanitária, mas é muito resistente à soda cáustica. Interessante! Porém com relação a remoção de biofilme encontrei mais ensaios relacionados à água sanitária...

    @paulopinho não sabia dessa sobre as manchas brancas. As torneiras sempre desmontei e lavei tudo que fosse possível.

    @Divv_C_Divin01 essa torneira que não é possível desmontar realmente me preocupa, agora com seu relato vou abandonar de vez...

    @tomazela pelo que pesquisei os sanitizantes comuns não tem muita eficácia depois que forma biofilme. Eu uso iodo para todo equipamento, mas estou considerando voltar pro peracético pro fermentador. Quanto à esponja, uso aquelas que o lado áspero não risca, não sei se pode danificar, espero que não.
     
  15. 13/1/16 #15

    gabrielcalo

    gabrielcalo

    gabrielcalo

    Well-Known Member

    Afiliado:
    25/6/14
    Mensagens:
    611
    Curtidas Recebidas:
    124
    @valtert,

    Vou relatar o que eu fiz com meu equipamento que estava com uma contaminação recorrente e que funcionou, mas não sei se é uma prática boa pois é agressiva.

    Tenho aquelas bombonas azuis de 30L. O que fiz foi uma limpeza mecânica, molho em cloro e bastante enxague. Depois, fervi água e joguei dentro da bombona ainda fervendo e deixei lá, fechada. Quando baixou para uns 70°C eu adicionei soda cáustica (a soda tem efeito sanitizante quando em temperatura alta, no entanto, cuidado ao colocar pois ela reage fortemente com a água quente).

    Depois disso, lavei e sanitizei com ácido peracético.

    Também fervi as torneiras plásticas em água e não derreteram.

    Mas como disse, é algo agressivo e talvez danifique o equipamento. Mas como iria descartar mesmo, resolvi fazer e deu certo.

    Abraço.
     
    valtert e stormridersp curtiram isso.
  16. 13/1/16 #16

    valtert

    valtert

    valtert

    Well-Known Member

    Afiliado:
    19/6/14
    Mensagens:
    432
    Curtidas Recebidas:
    131
    Vi em outros lugares também, acho que no HBT americano, pra usar sabão e não detergente. Tem tanta diferença assim mesmo?

    Em outro lugar, acho que foi um post do Guenther sobre espuma até, fala pra usar detergente pra lavar os copos e não sabão, pois o sabão pode ter gordura residual. E agora?

    @gabrielcalo muito obrigado pelo relato, ajuda bastante sim!
     
  17. 14/1/16 #17

    Ronan

    Ronan

    Ronan

    Member

    Afiliado:
    4/1/16
    Mensagens:
    12
    Curtidas Recebidas:
    2
    Essas torneira não precisam serem desmontadas, basta usar uma escova dental nas roscas e no interior delas (tem umas ranhuras lá que não dá pra ver). Sempre usei delas e nunca tive problema com contaminação e lavo dessa forma, somente com água e detergente.
     
  18. 15/1/16 #18

    Divv_C_Divin01

    Divv_C_Divin01

    Divv_C_Divin01

    Member

    Afiliado:
    13/12/15
    Mensagens:
    18
    Curtidas Recebidas:
    3
    Também achava isso até resolver desmontar uma...
     
  19. 18/1/16 #19

    valtert

    valtert

    valtert

    Well-Known Member

    Afiliado:
    19/6/14
    Mensagens:
    432
    Curtidas Recebidas:
    131
    Buenas, seguindo o relato dos colegas, de outras leituras na web e dados científicos coletados (na web, claro) estendi bastante meu envase de hoje pra garantir uma boa higienização e sanitização do fermentador, torneiras e baldes de envase.

    Sobre a receita, hoje foi pra garrafa minha SMaSH vienna+citra, que mosturei a 68C e ficou com a incrível FG de 1.025. Espero que não ocorram as primeiras explosões em 20 levas, achei uma FG bem peculiar mas pelo malte e temperatura resolvi acreditar estar tudo bem, se alguém não concordar por favor sinalize! (22g US-05 hidratados para ~20L com OG 1.052, 25 dias a 18C com sensor colado no fermentador e isolado termicamente, diferencial 0.1C). Durante o envase observei algumas placas sobre a cerveja no balde de envase, parecendo óleo, o que certamente remente à alguma contaminação. Como foi uma receita bem lupulada e com dry hopping fica difícil fazer uma avaliação sensorial, mas darei retorno se houver gushing como as levas anteriores.

    Sobre a "desinfecção", após o envase lavei muito bem o fermentador. Todas as torneiras foram lavadas e após, banho de água sanitária 500ppm, uns vinte minutos. Fermentador (bombona de 50L) sofreu o mesmo processo, claro que com poucos litros de água, fui girando a cada 10 minutos pra que todos os lados ficassem em contato com a solução. Ao fim do processo fervi 40L de água (o máximo que consegui com meu equipamento) e joguei no fermentador com 50g de PAC, completando com água a temperatura ambiente. Está lá, pretendo deixar a noite toda. Sei que o sucesso da sanitização depende de uma boa higienização, por isso lavei muito bem com água e detergente (já que ninguém me esclareceu sobre o sabão vs. detergente). Sobre o biofilme, pelo que pesquisei (já que também não tive contribuições sobre o assunto) resolvi usar o hipoclorito (água sanitária) já que foi o sanitizante mais abordado nos artigos científicos que encontrei sobre o assunto, juntamente com a água fervente, que pelo que entendi é um ótimo meio de descontaminação, juntamente com o PAC, já que tinha disponível e pelas minhas pesquisas tem um espectro de ação maior do que o iodo, que uso costumeiramente.

    Enfim, agradeço a colaboração de todos e na próxima leva pretendo fazer uma blonde simples e neutra e, apesar de desnecessário, deixar algumas semanas no fermentador a temperatura ambiente para verificar a incidência de contaminações. Em seguida, volto com os resultados.

    Agradeço a colaboração de todos!

    Boas cevas :mug:
     
  20. 18/1/16 #20

    lpera

    lpera

    lpera

    Well-Known Member

    Afiliado:
    18/1/15
    Mensagens:
    828
    Curtidas Recebidas:
    398
    Acho a FG alta em relação a OG, ainda mais usando o S-05.

    Tem certeza de que a fermentação tinha realmente terminado?
     

Compartilhe esta Página