• We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.

Cilindro CO2 - Dentro ou fora da geladeira?

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

Marceloraff

Member
Afiliado
11/6/13
Mensagens
5
E aí pessoal, tudo certo?

Tenho uma dúvida que persiste, apesar de já ter lido algumas opiniões sobre o assunto.
O cilindro de CO2 deve ficar dentro ou fora da geladeira?

Em geral escuto que deve ficar fora, pois quando fica gelado cai a pressão interna.
Porém, na prática, como vocês fazem para carbonatar suas cervejas?
- Carbonatam em temperatura ambiente e depois colocam na geladeira; ou
- Furam a geladeira para passar a mangueira de gás

Caso a opção seja furar, como fazer para poder retirar a mangueira quando for, por exemplo, levar o post para uma festa? :confused:

Alguma outra consideração ou dica sobre esse assunto?

abraços e obrigado! :mug:
 

chicobento

Member
Afiliado
10/6/13
Mensagens
6
No meu caso fiz 2 furos no lado da geladeira e instalei um suporte de extintor na geladeira pro cilindro não ficar no chão. Deixei um conector ball lock pra fora da geladeira por conveniência - pra usar o carbonater por exemplo sem ter que abrir a geladeira.
Foi bom que liberou espaço na geladeira - cabem 3 postmixes.
Pra levar pra outro lugar, eu disconecto as mangueiras do regulador e conecto uma reserva que já fica com um conector de gás ball lock fixo.
 

paulo

Moderador
Supporter
Afiliado
9/5/13
Mensagens
601
Tem uns engates rápidos pra gás que facilitam a conexão e desconexão das mangueiras.
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Cara, eu utilizo uma geladeira com 2 torneiras e 2 postmix há muito tempo, e simplesmente deixo o CO2 fora, e desconectado. O que faço é ir servindo a cerveja com a pressão de dentro do barril mesmo, e então se começa a sair muito devagar, eu completo.

Ao final da noite ou do churrasco, eu completo o CO2 para a pressão que quero para manter a cerveja carbonatada e pronto. Não vejo necessidade nenhuma de furar geladeira ou manter CO2 sempre conectado, até porque, está arriscando perder todo o CO2 com um vazamento.

Quanto a ficar dentro ou fora, a verdade é que não faz diferença. Tem gente que diz que a pressão do cilindro baixa, e baixa mesmo, mas não faz diferença pois no fim das contas o que interessa é a quantidade de CO2 que é dissolvida no líquido, e a pressão que tu vai regular depende da temperatura do líquido, e não do cilindro.

Outra coisa é que uma vez que o CO2 entra no barril, a temperatura dele também vai cair e consequentemente a pressão também. :)

Abraço,
 
Afiliado
10/6/13
Mensagens
20
Ótimas referências, esclareceu boa parte das minhas dúvidas. Ainda tenho uma dúvida quanto à pressão do CO2 na hora de servir do barril, existe alguma regra ou fica a meu gosto?
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Fica a teu gosto. Existe um grande mito em volta disso, muitos dizem "tem que manter a pressão, se não a cerveja vai descarbonatar". Não é verdade.

Isso pode acontecer de forma suave, e se o barril estiver quente... aí talvez em algumas HORAS de baixa pressão a cerveja comece a perder carbonatação.

Se o barril estiver gelado.... pode baixar a pressão o quanto for necessário para servir, e ao final do uso, complete a pressão para manter a carbonatação.

Eu já tive casos de post-mix que estavam dentro da minha geladeira, e ir servindo até quase não sair mais nada (ou seja, pressão zero no barril) e esquecer de completar a pressão no fim do churrasco (embriaguez!). Depois de alguns dias, fui me servir e não saia nada. Coloquei um pouco de pressão e...... a cerveja ainda estava carbonatada! Não igual ao que estava antes... mas não perder toda a carbonatação, justamente por estar gelada.

O líquido perde carbonatação porque as moléculas se chocam umas com as outras, e em alta temperatura isso acontece muito. Em baixa temperatura, a perda de carbonatação é muito pequena, pois a velocidade com que as moléculas se movimentam é muito menor.

Abração!
 

Leonardo

Well-Known Member
Afiliado
11/6/13
Mensagens
46
Tem uns engates rápidos pra gás que facilitam a conexão e desconexão das mangueiras.
Na Termaco (do lado da Costi em POA ) o engate rápido fêmea custa uns 40pilas do macho uns 6 pilas. Vale muito a pena. Facilita a vida.
 

Leonardo

Well-Known Member
Afiliado
11/6/13
Mensagens
46
Na Termaco (em POA do lado da Costi bebidas) custa 40 pilas a fêmea e 6 pilas o macho. Facilita a vida.
 

Marceloraff

Member
Afiliado
11/6/13
Mensagens
5
Amigos, muito obrigado pelas respostas!
Leonardo, creio que eu vá buscar alguns engates desses, vai ajudar e muito!

Guenther, sua dica é valiosa, mas me traz uma dúvida.
Como você faz a carbonatação inicial da breja?
Considerando que sua geladeira não tem furo, você transfere a cerveja (gelada, imagino) pro Posto, conecta o gás e... como faz?

abraços!
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Transfiro a cerveja pro barril, meto uns 3 ou 4kg, fecho o gás, sacudo umas 10 vezes, repito isso mais duas vezes, e guardo o barril na geladeira ou câmara fria.

No outro dia verifico em que pressão o barril estabilizou depois do CO2 ser absorvido. Meu objetivo fica quase sempre em estabilizar a pressão do barril em 1kg. Se tiver menos que isso, eu boto mais uns 2 ou 3kg e testo novamente no outro dia. Se tiver mais, eu tiro pressão e também verifico no outro dia.. e assim vai, até ficar como eu quero.

Barbada.

Abraço!
 

Fdamata

Well-Known Member
Afiliado
16/12/13
Mensagens
520
Transfiro a cerveja pro barril, meto uns 3 ou 4kg, fecho o gás, sacudo umas 10 vezes, repito isso mais duas vezes, e guardo o barril na geladeira ou câmara fria.

No outro dia verifico em que pressão o barril estabilizou depois do CO2 ser absorvido. Meu objetivo fica quase sempre em estabilizar a pressão do barril em 1kg. Se tiver menos que isso, eu boto mais uns 2 ou 3kg e testo novamente no outro dia. Se tiver mais, eu tiro pressão e também verifico no outro dia.. e assim vai, até ficar como eu quero.

Barbada.

Abraço!
Guenther, nesse final de semana vou carbonatar a minha primeira cerveja em barril.

Qual deve ser a pressão final do barril após a dissolução do CO2 na cerveja?

No dia de servir, qual deve ser a pressão no barril?

SDS,

Fabiano da Mata
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Guenther, nesse final de semana vou carbonatar a minha primeira cerveja em barril.

Qual deve ser a pressão final do barril após a dissolução do CO2 na cerveja?

No dia de servir, qual deve ser a pressão no barril?

SDS,

Fabiano da Mata
A pressão com o barril gelado deve estabilizar em torno de 1kg. Varições disso são questão de gosto/estilo.

Na hora de servir, use a pressão que melhor funcionar para servir direito a cerveja, e isso depende de torneira/chopeira/etc.

Abraço,
 

ebraun

Well-Known Member
Afiliado
7/10/13
Mensagens
106
A pressão do barril ,não tem a ver com a quantidade de CO2 absorvida? Por exemplo, coloco 2kgf de co2 pra carbonatar e depois essa pressão não vai ser constante? Pensei que deveria ficar adicionando CO2 no barril até permanecer estavel a pressão de 2 kgf.?
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
A pressão do barril ,não tem a ver com a quantidade de CO2 absorvida? Por exemplo, coloco 2kgf de co2 pra carbonatar e depois essa pressão não vai ser constante? Pensei que deveria ficar adicionando CO2 no barril até permanecer estavel a pressão de 2 kgf.?
Tu podes fazer isso, mas vai demorar um bom tempo até isso acontecer (dias), e está sujeito a problemas de vazamento (que podem esvaziar o teu cilindro numa noite).

O importante é a pressão estabilizada.

Imaginem que vocês tem duas panelas conectadas por uma mangueira na parte de baixo. Se colocar líquido numa, com o tempo, o líquido vai passar para a outra até as duas entrarem em equilíbrio e nenhuma ter força de empurrar líquido para a outra.

Carbonatar cerveja é a mesma coisa. Você coloca CO² no head-space, e ele vai ter força/pressão de dissolver parte desse CO² no líquido, até o ponto em que a pressão no head-space vai baixar tanto que não conseguirá mais fazer isso, e então os dois meios entram num equilíbrio.

Por exemplo, se vocês pegarem uma garrafa de refrigerante e sacudir, ela cria espuma dentro? Não, porque a pressão não deixa o CO² dissolvido no líquido se desprender, e é isso que acontece na cerveja também.

Abraço,
 

ebraun

Well-Known Member
Afiliado
7/10/13
Mensagens
106
Pois é, o que não entendo é que como vou envasar com uma pressão de 1,5 dentro do barril se se o CO2 que tem dentro do liquido é maior, acabo envasando com 2 a 2,5 de pressão
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Pois é, o que não entendo é que como vou envasar com uma pressão de 1,5 dentro do barril se se o CO2 que tem dentro do liquido é maior, acabo envasando com 2 a 2,5 de pressão
Não entendi nada.
 

BrunoMiguell

Well-Known Member
Afiliado
18/9/13
Mensagens
58
Galera, como devo pedir esses engates rápidos na Termaco? Eu tentei comprar lá e não souberam me dizer o que era o adequado. Vou precisar também das mangueiras azuis como as do Guenther, ou pode ser com as transparentes mesmo?

Quero usar o barril dentro da geladeira com uma haste de inox para colocar a torneira. Tudo dentro da geladeira, sem furo nenhum. Minha ideia é fazer como o Guenther falou: ligar o CO2 somente quando necessário pra completar o barril. Só que tem uma questão, eu uso barril e não postmix. Tem como eu deixar a entrada de CO2 sem nada conectado? Ou vai sair CO2 ou cerveja por ali? Tem alguma forma de fazer o que eu estou pensando?

Abraços
 

BrunoMiguell

Well-Known Member
Afiliado
18/9/13
Mensagens
58
Não consegui esperar. Hahaha. Voltei na Termaco pra comprar uma coisas pra terminar minha envasadora contra-pressão e acabei comprando um engate rápido.

Segundo o vendedor, com esse esquema que montei, quando o engate estiver desconectado não passa nada (liquido ou gás). Ainda não testei, mas assim que tiver feito eu posto aqui as impressões. Deu uns 40 reais.
 

Attachments

barros

Active Member
Afiliado
29/9/14
Mensagens
27
Transfiro a cerveja pro barril, meto uns 3 ou 4kg, fecho o gás, sacudo umas 10 vezes, repito isso mais duas vezes, e guardo o barril na geladeira ou câmara fria.

No outro dia verifico em que pressão o barril estabilizou depois do CO2 ser absorvido. Meu objetivo fica quase sempre em estabilizar a pressão do barril em 1kg. Se tiver menos que isso, eu boto mais uns 2 ou 3kg e testo novamente no outro dia. Se tiver mais, eu tiro pressão e também verifico no outro dia.. e assim vai, até ficar como eu quero.

Barbada.

Abraço!
Guenter,

Estou montando um sistema de post-mixes e gostaria de entender melhor essa questão. Você poderia elaborar isso com base em um exemplo? Acho que ainda não peguei a idéia...

Suponha uma lager que está na geladeira a 2 graus, vai ser envasada em um post-mix. Após a transferência da cerveja para o post-mix, eu vou precisar injetar aprox. 2.3 vols/CO2 na cerveja, que de acordo com aquela tabela de carbonatação, a 2 graus, dá uma pressão de 0.56 kgf ou PSI.
O que devo fazer adiante? Estou interessado em manter o cilindro de CO2 desconectado como você mencionas, mas ainda não peguei os passos para garantir a carbonatação adequada de 2.3 vols/CO2 e também a pressão para retirada da cerveja do barril...

Um abraço,
Barros
 
Topo