• We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.

Chiller de placas com resfriamento muito lento?

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

wagnerlibardi

Well-Known Member
Afiliado
17/7/14
Mensagens
246
Bom dia Brewers,

Ontem fiz uma brassagem onde ao final da fervura, na hora de resfriar tive um tempo longo de resfriamento com o chiller de 20 placas. (uns 40min)
Na ultima vez que eu usei ele, eu regulava o fluxo do mosto e já transferia direto para o fermentador a uns 27 graus. Porém ontem estava saindo a uns 40 graus. Precisei recircular ele um tempo na panela, para depois transferir para o fermentador, e mesmo assim com um fluxo bem pequeno de mosto saindo (fiozinho). Uma das coisas que estranhei foi que a água de saída do chiller (torneira) saia praticamente na temperatura normal, quando geralmente sai muito quente. Se eu diminuísse o fluxo da água da torneira ai ela esquentava um pouco. (ficava morna)

Essa foi a segunda vez que usei o chiller de placas. Antes de usa-lo, eu coloquei ele dentro de uma panela com água, mergulhado, e fervi por uns 5 min. Retirei toda a água de dentro dele. 5 minutos antes de terminar a fervura, eu circulei o mosto em temperatura de fervura para ajudar na sanitização tbm. Depois disso apenas abri a torneira para recircular.
Conferi 200 vezes as conexões, pois achava que tinha invertido algo, mas tem indicado no chiller e estava certinho.

Wort in : entrada do mosto quente
Wort out: saída do mosto frio
Water in: entrada da água da torneira
Water out: saída da água da torneira (deveria sair quente)

Poderia eu ter estragado o chiller de placas internamente fervendo ele na panela? (fiz sem medo pois imaginei que ele é feito para altas temperaturas).
O resfriamento total levou em média acho que uns 40min.

Estou sem entender nada. Não sei nem o que pensar em qual pode ser o problema. Para mim só poderia ser ligações invertidas, mas isso eu vi que não era. A única coisa que fiz diferente da outra vez que usei foi que na primeira ele estava virado com as conexões de lado, e nessa ultima deixei ele deitado com as conexões viradas para cima, mas acho que isso não tem nada a ver. A temperatura da água da torneira era de 22 graus.

Wagner.
 

matozo

Well-Known Member
Afiliado
24/4/16
Mensagens
300
Será que as placas não se mantiveram muito quentes após a fervura do chiller?

Eu faria um teste com água quente, agora com ele 'frio'.
 

Danielsantos

Well-Known Member
Afiliado
4/8/15
Mensagens
428
Bom dia Brewers,

Ontem fiz uma brassagem onde ao final da fervura, na hora de resfriar tive um tempo longo de resfriamento com o chiller de 20 placas. (uns 40min)
Na ultima vez que eu usei ele, eu regulava o fluxo do mosto e já transferia direto para o fermentador a uns 27 graus. Porém ontem estava saindo a uns 40 graus. Precisei recircular ele um tempo na panela, para depois transferir para o fermentador, e mesmo assim com um fluxo bem pequeno de mosto saindo (fiozinho). Uma das coisas que estranhei foi que a água de saída do chiller (torneira) saia praticamente na temperatura normal, quando geralmente sai muito quente. Se eu diminuísse o fluxo da água da torneira ai ela esquentava um pouco. (ficava morna)

Essa foi a segunda vez que usei o chiller de placas. Antes de usa-lo, eu coloquei ele dentro de uma panela com água, mergulhado, e fervi por uns 5 min. Retirei toda a água de dentro dele. 5 minutos antes de terminar a fervura, eu circulei o mosto em temperatura de fervura para ajudar na sanitização tbm. Depois disso apenas abri a torneira para recircular.
Conferi 200 vezes as conexões, pois achava que tinha invertido algo, mas tem indicado no chiller e estava certinho.

Wort in : entrada do mosto quente
Wort out: saída do mosto frio
Water in: entrada da água da torneira
Water out: saída da água da torneira (deveria sair quente)

Poderia eu ter estragado o chiller de placas internamente fervendo ele na panela? (fiz sem medo pois imaginei que ele é feito para altas temperaturas).
O resfriamento total levou em média acho que uns 40min.

Estou sem entender nada. Não sei nem o que pensar em qual pode ser o problema. Para mim só poderia ser ligações invertidas, mas isso eu vi que não era. A única coisa que fiz diferente da outra vez que usei foi que na primeira ele estava virado com as conexões de lado, e nessa ultima deixei ele deitado com as conexões viradas para cima, mas acho que isso não tem nada a ver. A temperatura da água da torneira era de 22 graus.

Wagner.
Tenho um chiller de placas (15) e resfrio 24 litros de mosto de duas formas:

Agua da torneira direto para o chiller, assim levo em torno de 30-40 minutos para resfriar de 90 para 18
Agua da torneira passa por um chiller de aluminio 9 metros em uma balde com gelo, assim levo em torno de 15 minutos para resfriar de 90 graus para 18.
 

wagnerlibardi

Well-Known Member
Afiliado
17/7/14
Mensagens
246
Será que as placas não se mantiveram muito quentes após a fervura do chiller?

Eu faria um teste com água quente, agora com ele 'frio'.
Eu fervi o chiller 1 hora antes de usar. Quando fui usar já estava frio. Mas como eu voltei a circular o mosto em fervura sem estar com a torneira aberta ele voltou a esquentar sim. mas acho que ele esfriaria assim que abrisse a torneira. O chiller só estava quente mesmo na parte onde entra o mosto quente.
 

matozo

Well-Known Member
Afiliado
24/4/16
Mensagens
300
Acho que a única forma de confirmar se ele tá com problema é testando.

Ferva alguns litros de água e tente resfriar com o chiller pra matar essa dúvida.
 

wagnerlibardi

Well-Known Member
Afiliado
17/7/14
Mensagens
246
Tenho um chiller de placas (15) e resfrio 24 litros de mosto de duas formas:

Agua da torneira direto para o chiller, assim levo em torno de 30-40 minutos para resfriar de 90 para 18
Agua da torneira passa por um chiller de aluminio 9 metros em uma balde com gelo, assim levo em torno de 15 minutos para resfriar de 90 graus para 18.
No site do lamas diz que o chiller de 20 placas resfria 20L de mosto de 100 para 25 graus em 5 ou 10 min. Sem nenhum processo adicional.
O que mais estranhei é eu usei ele só 2x. Na primeira foi muito rápido. acho que 15min no máximo.
 

zerosa

Well-Known Member
Supporter
Afiliado
10/6/13
Mensagens
308
Como tu está fazendo a limpeza do equipamento?
Pode ter acontecido de a sujeira acumulada estar encrustada nas placas e isto diminui a eficiência do resfriamento.
Eu utilizo uma solução de soda cáustica, deixando o equipamento em temperatura em torno de 80 °C (banho maria) por algumas horas. Faço isto à cada 2 ou 3 utilizações. Sai muita sujeira, mesmo tendo lavado o chiler logo após as utilizações.
 

wagnerlibardi

Well-Known Member
Afiliado
17/7/14
Mensagens
246
Como tu está fazendo a limpeza do equipamento?
Pode ter acontecido de a sujeira acumulada estar encrustada nas placas e isto diminui a eficiência do resfriamento.
Eu utilizo uma solução de soda cáustica, deixando o equipamento em temperatura em torno de 80 °C (banho maria) por algumas horas. Faço isto à cada 2 ou 3 utilizações. Sai muita sujeira, mesmo tendo lavado o chiler logo após as utilizações.
Esse chiller é novo. Só tinha sido utilizado uma unica vez! Essa foi a segunda vez.
Como falei acima eu deixei ele mergulhado fervendo por 5min em uma panela.
Não acredito que seja sujeira.
 

cleber

Well-Known Member
Afiliado
24/7/14
Mensagens
573
Bom dia Brewers,

Ontem fiz uma brassagem onde ao final da fervura, na hora de resfriar tive um tempo longo de resfriamento com o chiller de 20 placas. (uns 40min)
Na ultima vez que eu usei ele, eu regulava o fluxo do mosto e já transferia direto para o fermentador a uns 27 graus. Porém ontem estava saindo a uns 40 graus. Precisei recircular ele um tempo na panela, para depois transferir para o fermentador, e mesmo assim com um fluxo bem pequeno de mosto saindo (fiozinho). Uma das coisas que estranhei foi que a água de saída do chiller (torneira) saia praticamente na temperatura normal, quando geralmente sai muito quente. Se eu diminuísse o fluxo da água da torneira ai ela esquentava um pouco. (ficava morna)

Essa foi a segunda vez que usei o chiller de placas. Antes de usa-lo, eu coloquei ele dentro de uma panela com água, mergulhado, e fervi por uns 5 min. Retirei toda a água de dentro dele. 5 minutos antes de terminar a fervura, eu circulei o mosto em temperatura de fervura para ajudar na sanitização tbm. Depois disso apenas abri a torneira para recircular.
Conferi 200 vezes as conexões, pois achava que tinha invertido algo, mas tem indicado no chiller e estava certinho.

Wort in : entrada do mosto quente
Wort out: saída do mosto frio
Water in: entrada da água da torneira
Water out: saída da água da torneira (deveria sair quente)

Poderia eu ter estragado o chiller de placas internamente fervendo ele na panela? (fiz sem medo pois imaginei que ele é feito para altas temperaturas).
O resfriamento total levou em média acho que uns 40min.

Estou sem entender nada. Não sei nem o que pensar em qual pode ser o problema. Para mim só poderia ser ligações invertidas, mas isso eu vi que não era. A única coisa que fiz diferente da outra vez que usei foi que na primeira ele estava virado com as conexões de lado, e nessa ultima deixei ele deitado com as conexões viradas para cima, mas acho que isso não tem nada a ver. A temperatura da água da torneira era de 22 graus.

Wagner.
Sempre fervo o chiller antes de usar e começo com ele quente mesmo, se abrir a água antes de abrir o mosto ele já esfria na hora. Quanto à temperatura de saída você tem que analisar a temperatura da água, por exemplo em minha casa a água que vem da rua é quente, coisa de uns 36 graus ou mais, se eu uso somente essa água não consigo resfriar muito, o mosto sai quente, mais de 45 graus. Por isso mesmo eu faço gelo antes e coloco um pré-chiler para resfriar a água e aí consigo resfriar a contento 100 litros de mosto num chiller de 30 placas.
A propósito nunca usei soda cáustica ou algum outro produto abrasivo, eu só limpo bem logo que uso jogando água na conexão de saída do mosto e, depois, inverto a passagem da água.

Cleber
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Bom dia Brewers,

Ontem fiz uma brassagem onde ao final da fervura, na hora de resfriar tive um tempo longo de resfriamento com o chiller de 20 placas. (uns 40min)
Na ultima vez que eu usei ele, eu regulava o fluxo do mosto e já transferia direto para o fermentador a uns 27 graus. Porém ontem estava saindo a uns 40 graus. Precisei recircular ele um tempo na panela, para depois transferir para o fermentador, e mesmo assim com um fluxo bem pequeno de mosto saindo (fiozinho). Uma das coisas que estranhei foi que a água de saída do chiller (torneira) saia praticamente na temperatura normal, quando geralmente sai muito quente. Se eu diminuísse o fluxo da água da torneira ai ela esquentava um pouco. (ficava morna)

Essa foi a segunda vez que usei o chiller de placas. Antes de usa-lo, eu coloquei ele dentro de uma panela com água, mergulhado, e fervi por uns 5 min. Retirei toda a água de dentro dele. 5 minutos antes de terminar a fervura, eu circulei o mosto em temperatura de fervura para ajudar na sanitização tbm. Depois disso apenas abri a torneira para recircular.
Conferi 200 vezes as conexões, pois achava que tinha invertido algo, mas tem indicado no chiller e estava certinho.

Wort in : entrada do mosto quente
Wort out: saída do mosto frio
Water in: entrada da água da torneira
Water out: saída da água da torneira (deveria sair quente)

Poderia eu ter estragado o chiller de placas internamente fervendo ele na panela? (fiz sem medo pois imaginei que ele é feito para altas temperaturas).
O resfriamento total levou em média acho que uns 40min.

Estou sem entender nada. Não sei nem o que pensar em qual pode ser o problema. Para mim só poderia ser ligações invertidas, mas isso eu vi que não era. A única coisa que fiz diferente da outra vez que usei foi que na primeira ele estava virado com as conexões de lado, e nessa ultima deixei ele deitado com as conexões viradas para cima, mas acho que isso não tem nada a ver. A temperatura da água da torneira era de 22 graus.

Wagner.
Cara, um problema que já vi acontecer é colocarem entrada e saída de água no mesmo sentido, ou seja, num lado do chiller entra mosto quente e água fria.... e deve ser o contrário ou seja, numa extremidade tem que entrar mosto quente, e na outra extremidade entrar a água fria, pois eles devem fluir em contra-fluxo.

Bom, assumindo que tu não estás errando isso, e interpretando tua descrição.... primeira coisa é que tu não citou quantos litros de mosto está resfriando. :) - Sem essa informação... não adianta nada discutirmos pois se está resfriando uma leva grande com um chiller pequeno, vai demorar mesmo.

Aqui seguem umas estatísticas que eu mesmo fiz com os chillers de placa vendidos pela WE, utilizando água a 22 graus, com vazão de 10 litros por minuto (novamente, vazão da água), resfriando o mosto de 100 graus para 25 graus.

Informação, os chillers de placa da WE tem placas com 31,5cm X 7,15cm, por isso vou adicionar a área total de troca de calor (área de todas as placas somadas). Isso é importante porque se for comparar com chillers que tenham placas com dimensões diferentes, como um Therminator da Blichmann, é preciso fazer as contas da área total.

Área de uma placa: =~ 225 cm2, ou 0,0225 m2

chiller de 10 placas - área total: 0,225 m2 ==> 25 litros em 11 minutos
chiller de 20 placas - área total: 0,450 m2 ==> 25 litros em 7 minutos
chiller de 30 placas - área total: 0,675 m2 ==> 25 litros em 5 minutos
chiller de 40 placas - área total: 0,900 m2 ==> 25 litros em 3m45s

Ou seja, se está usando água com a vazão de 10 litros por minuto, dá pra se basear nos dados acima. Se sua performance de resfriamento estiver muito fora disso, tem algo errado.

LEMBRE-SE... faça as contas da área total do seu chiller caso ele seja diferente: meça a área de uma placa, e multiplique pelo número de placas.


---------------

Bom, SE estiver fora dessas estatísticas, pelo que vi, você nem sequer mencionou como está fazendo a limpeza do seu chiller........ isso quer dizer que vc não mencionou simplesmente...... a parte mais importante de todas! :D

Sim, limpeza de chiller de placas chega a ser mais importante que sanitização, pois se você não limpa direito, ele pode ser simplesmente inutilizado por entupimento ou tanta sujeira que nenhum sanitizante consegue sanitizá-lo totalmente (por não penetrar a fundo na sujeira, onde estão as colônias).

Bom, depois de utilizarmos um chiller de placas, temos que ter CERTEZA de remover toda a sujeira de dentro dele, e é preciso lembrar que além de pedaços de lúpulo, você passou um líquido açucarado por dentro dele.

O que acontece com um líquido/calda cheio de açúcar quando esfria e seca numa superfície? Fica duro, seco, pegajoso, difícil de remover.

Então, depois de usar o chiller de placas, a primeira coisa a fazer é pegá-lo de enxaguar primeiro com água normal, fria, da torneira, com a máxima pressão possível e preferencialmente em sentido contrário (entrando no Wort-out) pra tirar o excesso de sujeira, trub, etc. Depois disso, precisamos remover qualquer resquício de mosto seco/grudado dentro do chiller, ou seja, precisamos derreter o mosto seco dentro dele.

Analogia: imagine passar mosto quente numa mangueira de silicone, e depois de usar, deixar ela em cima da mesa até secar.... como ela fica? Fica totalmente grudenta... muito grudenta, e depois de secar, essa sujeira não sai fácil, é preciso água quente pra remover o açúcar seco. Fora isso, se você esquecer a mangueira suja.... 2 dias depois já pode jogar fora, pois provavelmente já estará cheia de bolas pretas por dentro e por fora, que são colônias de bactérias.


Voltando, pra limpar mesmo o açúcar de dentro do chiller, precisamos passar água quente por dentro dele. Eu particularmente passo água quase fervendo na maioria das vezes, e quando posso passar água fervendo, passo. Quanto? Não existe um volume específico, eu passo até notar que a água sai totalmente limpa. Como verifico isso? Pego uma jarra transparente e vou pegando amostras da água que sai, coloco contra a luz, e vejo se saem resíduos, e acreditem..... SEMPRE sai um monte de resíduos. :D

Invariavelmente, mesmo com tudo isso, eu recomendo de tempos em tempos, conforme gosto pessoal, fazer uma lavagem cáustica no chiller seja com solução de soda cáustica pura ou algum desincrustrante alcalino como o Kalykim C272 (que por sinal, é excelente, pois é como uma soda cáustica mais potente e eficaz devido aos tensoativos, etc).

Feito isso, o que fazer? Sanitizar com solução de iodo (passar alguns litros por dentro dele), e guardá-lo com sanitizante dentro.

ATENÇÃO: não deixar o chiller com ácido peracético dentro, pois se ele ficar muito tempo em contato com as soldas de cobre, começará a corroê-las demais, gerando até um composto verde que parece zinabre (já ocorreu comigo), por isso eu particularmente recomendo sanitizar com iodofor, ou então tem que sanitizar com ácido peracético, esperar no mínimo 10 minutos, e enxaguar com água (ou seja, eu prefiro muito mais usar iodo e deixar ele guardado com a solução dentro até meu próximo uso, pois não há problema algum nisso).

----------

Continuando..... se você não limpa do jeito que citei e ainda ferve ele antes de usar, o que acontece?

Acontece que provavelmente tem sujeira dentro dele, uma mistura de açúcar, trub, etc, e... o que acontece com uma sujeira misturada com açúcar se você simplesmente aquece ela absurdamente (fervendo o chiller numa panela) sem fazer mais nada? Ela enrijece mais ainda.

Ou seja, há grande chance, de acordo com a sua descrição, do seu chiller estar entupido por sujeira. Pelo menos é a única possibilidade que vejo se não estiver usando água/mosto em sentido errado.

----------

Como solucionar?

Limpar com uma solução cáustica, como soda cáustica ou C272, com 1% de concentração (10g ou ml por litro), mas é preciso ter MUITO cuidado, já que é perigoso, pode causar sérias queimaduras, etc. Não tá acostumado? Use óculos, luva, tudo que é EPI, e não dê uma de macho. Além disso, é preciso lembrar que soluções cáusticas/alcalinas só podem ser preparadas em recipientes de inox ou plástico.

Exemplo do que eu faço?

1) Coloco 10 litros de água pra aquecer em uma panela de inox, coloco 10g por litro de soda cáustica ou 10ml por litro de Kalykim C272, aqueço até 80 graus, e recirculo com bomba durante 30 minutos.

2) Depois disso, enxaguo com água fervendo.

3) Faço uma solução com ácido peracético e passo dentro do chiller, deixando cair dentro da panela (pois dessa forma o ácido neutraliza a alcalinidade da solução de limpeza), e descarto toda a solução.

4) Espero o ácido peracético agir (10 minutos) e enxaguo com água fria.

Normalmente, faço isso a cada 3 meses por precaução, mas eu diria que se você é cuidadoso como eu, só precisaria fazer a cada 6 meses ou quando notar alguma diminuição de vazão.

Note, eu só uso peracético nesse caso pra sanitizar porque além de neutralizar a solução cáustica, é sempre bom passar algum ácido no inox depois de usar algo alcalino até pra efeito de passivação do inox e neutralização do pH.

Bom, acho que é isso.

Abraço,
 
Última edição:

wagnerlibardi

Well-Known Member
Afiliado
17/7/14
Mensagens
246
Cara, um problema que já vi acontecer é colocarem entrada e saída de água no mesmo sentido, ou seja, num lado do chiller entra mosto quente e água fria.... e deve ser o contrário ou seja, numa extremidade tem que entrar mosto quente, e na outra extremidade entrar a água fria, pois eles devem fluir em contra-fluxo.

Bom, assumindo que tu não estás errando isso, e interpretando tua descrição.... primeira coisa é que tu não citou quantos litros de mosto está resfriando. :) - Sem essa informação... não adianta nada discutirmos pois se está resfriando uma leva grande com um chiller pequeno, vai demorar mesmo.

Aqui seguem umas estatísticas que eu mesmo fiz com os chillers de placa vendidos pela WE, utilizando água a 22 graus, com vazão de 10 litros por minuto (novamente, vazão da água), resfriando o mosto de 100 graus para 25 graus.

Informação, os chillers de placa da WE tem placas com 31,5cm X 7,15cm, por isso vou adicionar a área total de troca de calor (área de todas as placas somadas). Isso é importante porque se for comparar com chillers que tenham placas com dimensões diferentes, como um Therminator da Blichmann, é preciso fazer as contas da área total.

Área de uma placa: =~ 225 cm2, ou 0,0225 m2

chiller de 10 placas - área total: 0,225 m2 ==> 25 litros em 11 minutos
chiller de 20 placas - área total: 0,450 m2 ==> 25 litros em 7 minutos
chiller de 30 placas - área total: 0,675 m2 ==> 25 litros em 5 minutos
chiller de 40 placas - área total: 0,900 m2 ==> 25 litros em 3m45s

Ou seja, se está usando água com a vazão de 10 litros por minuto, dá pra se basear nos dados acima. Se sua performance de resfriamento estiver muito fora disso, tem algo errado.

LEMBRE-SE... faça as contas da área total do seu chiller caso ele seja diferente: meça a área de uma placa, e multiplique pelo número de placas.


---------------

Bom, SE estiver fora dessas estatísticas, pelo que vi, você nem sequer mencionou como está fazendo a limpeza do seu chiller........ isso quer dizer que vc não mencionou simplesmente...... a parte mais importante de todas! :D

Sim, limpeza de chiller de placas chega a ser mais importante que sanitização, pois se você não limpa direito, ele pode ser simplesmente inutilizado por entupimento ou tanta sujeira que nenhum sanitizante consegue sanitizá-lo totalmente (por não penetrar a fundo na sujeira, onde estão as colônias).

Bom, depois de utilizarmos um chiller de placas, temos que ter CERTEZA de remover toda a sujeira de dentro dele, e é preciso lembrar que além de pedaços de lúpulo, você passou um líquido açucarado por dentro dele.

O que acontece com um líquido/calda cheio de açúcar quando esfria e seca numa superfície? Fica duro, seco, pegajoso, difícil de remover.

Então, depois de usar o chiller de placas, a primeira coisa a fazer é pegá-lo de enxaguar primeiro com água normal, fria, da torneira, com a máxima pressão possível e preferencialmente em sentido contrário (entrando no Wort-out) pra tirar o excesso de sujeira, trub, etc. Depois disso, precisamos remover qualquer resquício de mosto seco/grudado dentro do chiller, ou seja, precisamos derreter o mosto seco dentro dele.

Analogia: imagine passar mosto quente numa mangueira de silicone, e depois de usar, deixar ela em cima da mesa até secar.... como ela fica? Fica totalmente grudenta... muito grudenta, e depois de secar, essa sujeira não sai fácil, é preciso água quente pra remover o açúcar seco. Fora isso, se você esquecer a mangueira suja.... 2 dias depois já pode jogar fora, pois provavelmente já estará cheia de bolas pretas por dentro e por fora, que são colônias de bactérias.


Voltando, pra limpar mesmo o açúcar de dentro do chiller, precisamos passar água quente por dentro dele. Eu particularmente passo água quase fervendo na maioria das vezes, e quando posso passar água fervendo, passo. Quanto? Não existe um volume específico, eu passo até notar que a água sai totalmente limpa. Como verifico isso? Pego uma jarra transparente e vou pegando amostras da água que sai, coloco contra a luz, e vejo se saem resíduos, e acreditem..... SEMPRE sai um monte de resíduos. :D

Invariavelmente, mesmo com tudo isso, eu recomendo de tempos em tempos, conforme gosto pessoal, fazer uma lavagem cáustica no chiller seja com solução de soda cáustica pura ou algum desincrustrante alcalino como o Kalykim C272 (que por sinal, é excelente, pois é como uma soda cáustica mais potente e eficaz devido aos tensoativos, etc).

Feito isso, o que fazer? Sanitizar com solução de iodo (passar alguns litros por dentro dele), e guardá-lo com sanitizante dentro.

ATENÇÃO: não deixar o chiller com ácido peracético dentro, pois se ele ficar muito tempo em contato com as soldas de cobre, começará a corroê-las demais, gerando até um composto verde que parece zinabre (já ocorreu comigo), por isso eu particularmente recomendo sanitizar com iodofor, ou então tem que sanitizar com ácido peracético, esperar no mínimo 10 minutos, e enxaguar com água (ou seja, eu prefiro muito mais usar iodo e deixar ele guardado com a solução dentro até meu próximo uso, pois não há problema algum nisso).

----------

Continuando..... se você não limpa do jeito que citei e ainda ferve ele antes de usar, o que acontece?

Acontece que provavelmente tem sujeira dentro dele, uma mistura de açúcar, trub, etc, e... o que acontece com uma sujeira misturada com açúcar se você simplesmente aquece ela absurdamente (fervendo o chiller numa panela) sem fazer mais nada? Ela enrijece mais ainda.

Ou seja, há grande chance, de acordo com a sua descrição, do seu chiller estar entupido por sujeira. Pelo menos é a única possibilidade que vejo se não estiver usando água/mosto em sentido errado.

----------

Como solucionar?

Limpar com uma solução cáustica, como soda cáustica ou C272, com 1% de concentração (10g ou ml por litro), mas é preciso ter MUITO cuidado, já que é perigoso, pode causar sérias queimaduras, etc. Não tá acostumado? Use óculos, luva, tudo que é EPI, e não dê uma de macho. Além disso, é preciso lembrar que soluções cáusticas/alcalinas só podem ser preparadas em recipientes de inox ou plástico.

Exemplo do que eu faço?

1) Coloco 10 litros de água pra aquecer em uma panela de inox, coloco 10g por litro de soda cáustica ou 10ml por litro de Kalykim C272, aqueço até 80 graus, e recirculo com bomba durante 30 minutos.

2) Depois disso, enxaguo com água fervendo.

3) Faço uma solução com ácido peracético e passo dentro do chiller, deixando cair dentro da panela (pois dessa forma o ácido neutraliza a alcalinidade da solução de limpeza), e descarto toda a solução.

4) Espero o ácido peracético agir (10 minutos) e enxaguo com água fria.

Normalmente, faço isso a cada 3 meses por precaução, mas eu diria que se você é cuidadoso como eu, só precisaria fazer a cada 6 meses ou quando notar alguma diminuição de vazão.

Note, eu só uso peracético nesse caso pra sanitizar porque além de neutralizar a solução cáustica, é sempre bom passar algum ácido no inox depois de usar algo alcalino até pra efeito de passivação do inox e neutralização do pH.

Bom, acho que é isso.

Abraço,
Eu realmente só fervi ele em uma panela mergulhado. Depois circulei água fria. Depois circulei o mosto a 100 graus antes de ligar a água da torneira.
Lebres do que esse chiller é novo. Só tinha sido utilizado em uma brassagem.
Eu não vou poder circular a soda pois minha panela é de alumínio e a bomba é de plástico (bombas chinesas que suportam até 100 graus). Vanish seria uma boa? Já escutei que o Vanish no alumínio não é legal.
Quero fazer essa limpeza agora para ver se tenho diferença na próxima brassagem. (Quando fervi o chiller mergulhado na panela soltou pouca coisa de sujeira).
Outra duvida: mangueira de silicone suporta soda?

Obrigado pela ajuda desde já

Wagner

Enviado de meu SM-G903M usando Tapatalk
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Eu realmente só fervi ele em uma panela mergulhado. Depois circulei água fria. Depois circulei o mosto a 100 graus antes de ligar a água da torneira.
Lebres do que esse chiller é novo. Só tinha sido utilizado em uma brassagem.
Eu não vou poder circular a soda pois minha panela é de alumínio e a bomba é de plástico (bombas chinesas que suportam até 100 graus). Vanish seria uma boa? Já escutei que o Vanish no alumínio não é legal.
Quero fazer essa limpeza agora para ver se tenho diferença na próxima brassagem. (Quando fervi o chiller mergulhado na panela soltou pouca coisa de sujeira).
Outra duvida: mangueira de silicone suporta soda?

Obrigado pela ajuda desde já

Wagner

Enviado de meu SM-G903M usando Tapatalk
Qualquer material plástico suporta soda, ou seja, tua bomba tá ok.

O que vc pode fazer? Esquente água na panela, transfira pra um balde com torneira, misture a soda até solubilizar, e faça a limpeza do chiller.

Novamente, sempre com muito cuidado.

Por mais que tenha usado uma vez só, já pode ter entupido. Eu mesmo já tive um caso assim.

Abraço,
 

wagnerlibardi

Well-Known Member
Afiliado
17/7/14
Mensagens
246
Qualquer material plástico suporta soda, ou seja, tua bomba tá ok.

O que vc pode fazer? Esquente água na panela, transfira pra um balde com torneira, misture a soda até solubilizar, e faça a limpeza do chiller.

Novamente, sempre com muito cuidado.

Por mais que tenha usado uma vez só, já pode ter entupido. Eu mesmo já tive um caso assim.

Abraço,
E o Vanish Branco? funciona? por que ai acho que posso usar com a panela de alumínio para circular.
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
E o Vanish Branco? funciona? por que ai acho que posso usar com a panela de alumínio para circular.
Funcionar pra limpeza de coisas em geral, funciona, mas não como soda, tanto que não de vê produtos desincrustrantes como Vanish para pisos, etc, coisas pesadas. Não tenho como dar dados precisos porque não conheço a fundo, já que não uso.

Mas se quiser testar... é uma idéia. O problema é que não há como verificar a eficácia depois, já que não há como abrir o chiller. Soda ou produtos como C272, como falei, é garantido, por isso são usados na indústria de alimentos em geral.

Abraço,
 

cleber

Well-Known Member
Afiliado
24/7/14
Mensagens
573
Uma observação, o motivo de eu não usar produtos baseados em soda cáustica, embora vejo que todos que se manifestam nos forums o fazem, é devido ao que li no manual do Therminator. Reproduzo aqui o texto:
"Caution: do NOT use any cleaner or sanitizer containing chlorine such as bleach. Over time, this will
pit and erode stainless steel. DO NOT use caustic (lye, Drain-o etc) to clean the chiller – these cleanerswill
damage the copper braze material. Powdered Brewery Wash is just as effective and MUCH safer to use.
Any other non-chlorine sanitizer is acceptable to use. IodophorTM or StarSanTM (see warning below) both
work very well and do not require rinsing."
 

wagnerlibardi

Well-Known Member
Afiliado
17/7/14
Mensagens
246
Funcionar pra limpeza de coisas em geral, funciona, mas não como soda, tanto que não de vê produtos desincrustrantes como Vanish para pisos, etc, coisas pesadas. Não tenho como dar dados precisos porque não conheço a fundo, já que não uso.

Mas se quiser testar... é uma idéia. O problema é que não há como verificar a eficácia depois, já que não há como abrir o chiller. Soda ou produtos como C272, como falei, é garantido, por isso são usados na indústria de alimentos em geral.

Abraço,
Guenther, obrigado pelas dicas. Fiz o seguinte: joguei soda fervendo com um funil por gravidade. 1 litro. Saiu um caldo escuro de mosto com partículas de mosto. Após, com o chiller ainda cheio de soda, esperei uns 10min e conectei em uma panela com vanish fervendo. Saiu um pouquinho com cor mas mas tanto lúpulo e malte. Após isso estou recirculacão água fervendo (que no momento já esfriou) à mais de 1h e ainda sai pequenas cascas de malte e lúpulo. Estou usando um filtro de voal para a sujeira não retornar. Estou impressionado de como fica sujo e o trabalho que estou tendo! Ainda estou aqui com a mão na massa. Santa dica a sua. Agora é rezar para não ter contaminado a cerveja q fiz ontem!

Enviado de meu SM-G903M usando Tapatalk
 

wagnerlibardi

Well-Known Member
Afiliado
17/7/14
Mensagens
246
Funcionar pra limpeza de coisas em geral, funciona, mas não como soda, tanto que não de vê produtos desincrustrantes como Vanish para pisos, etc, coisas pesadas. Não tenho como dar dados precisos porque não conheço a fundo, já que não uso.

Mas se quiser testar... é uma idéia. O problema é que não há como verificar a eficácia depois, já que não há como abrir o chiller. Soda ou produtos como C272, como falei, é garantido, por isso são usados na indústria de alimentos em geral.

Abraço,
já deve ter umas 2hs circulando tem bem pouquinha sujeira saindo mas ainda sai.
Duvida: o chiller de contra fluxo com tubo também faz isso ou só o de placas por ter cantos. Tenho um de contra encostado mas não usei mais pelo trabalho, tamanho e o tubo interno é de alumínio. Esse em 5min eu transferia para o mal de em 23graus. Tem 15m. Mas tive medo de contaminação por ser alumínio.

Enviado de meu SM-G903M usando Tapatalk
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
Uma observação, o motivo de eu não usar produtos baseados em soda cáustica, embora vejo que todos que se manifestam nos forums o fazem, é devido ao que li no manual do Therminator. Reproduzo aqui o texto:
"Caution: do NOT use any cleaner or sanitizer containing chlorine such as bleach. Over time, this will
pit and erode stainless steel. DO NOT use caustic (lye, Drain-o etc) to clean the chiller – these cleanerswill
damage the copper braze material. Powdered Brewery Wash is just as effective and MUCH safer to use.
Any other non-chlorine sanitizer is acceptable to use. IodophorTM or StarSanTM (see warning below) both
work very well and do not require rinsing."
Fabricantes falam isso porque usar soda da forma correta é difícil, então a chance de clientes fazerem alguma M... é grande, ou seja, eles se "isentam" da responsabilidade.

Soda corrói o cobre, assim como ácidos, mas isso precisa de alta concentração, tempo de contato, etc, ou seja, eles falam isso pq se alguém usar e deixar o troço um tempão lá em contato, e reclamarem dizendo que o produto não funciona, eles se ralam, então é melhor dizer pra não usar.

Fabricantes de produtos que vão para pessoas físicas sempre precisam assumir que o cliente é uma pessoa limitada e inábil fazer qualquer coisa complicada, ainda mais quando isso representa mexer com químicos perigosos, ou seja, por isso que eles só recomendam coisas que não representam risco.

Exemplo:
- iodofor dizem pra usar bem mais do que precisa
- fermento dizem na especificação que tem "pelo menos 5 bilhões/g", e na real sempre tem bem mais.... e também dizem que pode jogar direto no mosto, etc.
 
Última edição:

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
já deve ter umas 2hs circulando tem bem pouquinha sujeira saindo mas ainda sai.
Duvida: o chiller de contra fluxo com tubo também faz isso ou só o de placas por ter cantos. Tenho um de contra encostado mas não usei mais pelo trabalho, tamanho e o tubo interno é de alumínio. Esse em 5min eu transferia para o mal de em 23graus. Tem 15m. Mas tive medo de contaminação por ser alumínio.

Enviado de meu SM-G903M usando Tapatalk
Contra-pressão é muito menor a chance de grudar coisas dentro, já que é um tubo liso, e não é apertado.

Por esse motivo que eu nunca recomendo nenhum iniciante usar chiller de placas... parece lindo, bonito, mas é preciso ser disciplinado pra usar de forma correta.

Já vi casos de poucos usos, e o cara me trouxe pra eu olhar..... passei o dedo na entrada do mosto, saia uma gosma preta/verdade....... basicamente, o chiller tava completamente infestado por colônia de bactérias.

Abraço,
 

Guenther

Administrador
Moderador
Admin
Afiliado
23/4/13
Mensagens
3,828
já deve ter umas 2hs circulando tem bem pouquinha sujeira saindo mas ainda sai.
Duvida: o chiller de contra fluxo com tubo também faz isso ou só o de placas por ter cantos. Tenho um de contra encostado mas não usei mais pelo trabalho, tamanho e o tubo interno é de alumínio. Esse em 5min eu transferia para o mal de em 23graus. Tem 15m. Mas tive medo de contaminação por ser alumínio.

Enviado de meu SM-G903M usando Tapatalk
Ah, igual, eu só recomendo contra-fluxo de inox ou cobre. Alumínio é muito propenso a corrosão, e é bem mais áspero.
 
Topo