• We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.

Caso Backer - a cerveja e nossa saúde

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

_Mó_

Well-Known Member
Afiliado
13/11/18
Mensagens
101
Localização
Indaiatuba/SP
Pessoal,

Sobre o link da matéria, creio que após comunicar o Luis Nassif hoje cedo via Facebook sobre as inconsistências publicada no GGN, a mesma já foi removida.

Para quem não conhece, o blog do Luís Nassif é colaborativo, onde publicam-se conteúdos de diversos autores cadastrados - foi um dos precursores de jornalismo colaborativo de internet - e dado o volume provavelmente não é mais ele quem checa as postagens.

Enfim, bastou um alerta. Como acontece, um erro humano da equipe GGN corrigido com a remoção.

Do mais, o que vale é nossa conversa aqui.
 

marcelo_r_a

Well-Known Member
Afiliado
7/2/17
Mensagens
84
Tá ficando cada vez mais feio pra Backer... Primeiro batiam na tecla de que era só a belorizontina e não recolheram imediatamente os outros rótulos. Depois que se descobriu que eram vários rótulos, falaram em sabotagem. Agora estão falando que toda cerveja tem, e que eles fizeram testes em outras marcas e acharam....
Mas não levaram esses laudos para a audiência pública??? Então eles tem provas da própria inocência e não levaram? Se essas substâncias fossem produzidas normalmente fermentação, como poderia ter dado negativo pra elas na maior parte dos lotes deles?
Enquanto isso os parentes das vítimas estão desamparados pela empresa, que diz não ser culpada...
A gente que trabalha com cerveja fica com dó de ver uma cervejaria implodir dessa forma... É muito suor envolvido...
Mas, a postura deles está indefensável...
 

_Mó_

Well-Known Member
Afiliado
13/11/18
Mensagens
101
Localização
Indaiatuba/SP
@Tomanik,

Quando criei o post era justamente esse caminho da desinformação e prejuízo generalizado que temia.

No meu segundo comentário no post comentei minhas percepções que você veio a confirmar quanto a falta de conhecimento técnico, agora pela própria Backer sobre a falta de transparência e pela jornalista admitindo o erro de "acreditar" na palavra da Backer:

"A percepção que dá é que está sendo conduzida uma investigação sem um apoio técnico ou conhecimento específico e uma sensação de certa falta de transparência por parte da Backer. Soma-se a isso que quem escreve também parece não conhecer tecnicamente o assunto.

O resumo do caldo acaba sendo desinformação, algo que pode prejudicar todo setor de artesanais e nos levar a falsos entendimentos. Por isso a proposta da troca de informações"
.

Pessoal, faço questão de frisar essa questão por ser um profissional e estudioso da comunicação e do jornalismo.

O erro jornalístico de Fabiana Arreguy é muito primário e imperdoável no jornalismo, por falta de apuração dos fatos e mais grave, por "acreditar" na declaração da Backer.

Primeiro que no jornalismo é obrigação profissional e ética a apuração dos fatos.

Precisamos checar junto a outras fontes se o que a parte envolvida esta alegando ou declarando, realmente procede, tem fundamento ou se sustenta. Dentro desse conceito é necessário a checagem e a re-checagem, com mais uma, duas ou quantas fontes forem necessárias para a credibilidade do que será publicado como uma "verdade factual".

No jornalismo sério, tanto fontes ouvidas quanto documentos utilizados, devem ser citadas ou estarem na reportagem. Claro que, não sendo possível a checagem ou um contra-ponto, pode-se citar na reportagem a reprodução da nota ou declaração da empresa e/ou pessoa de forma identificada, assim como da checagem e de um contra-ponto.

Segundo erro é que jornalista não "acredita", não toma "lado", não "defende" algo ou alguém, jornalista informa com isenção e imparcialidade baseado em fatos checados e documentados comprobatórios. Jornalista pode sim, "opinar", deixando claro tratar-se de artigo opinativo, editorial.

O próprio artigo que publiquei inicialmente do GGN haviam inconsistências técnicas justamente por falta de checagem e re-checagem, mas que contestadas aqui, assim que foram comunicados tiraram do ar e fizeram a errata. Não esperaram nada, como admite ter feito Fabiana. Mas enquanto ela aguardava sabe-se lá o que, o estrago vai sendo feito.

Para finalizar, aponto essas questões técnicas jornalísticas com intuito de alertar a todos quanto aos perigos de acreditar em uma reportagem a primeira vista e fazer seu compartilhamento, sem checarmos antes o que dizem outras fontes.

Estamos em plena era do uso proposital da desinformação - fake news - com objetivos de prejudicar e/ou favorecer algo ou alguém, ou para tirar a atenção da audiência de determinados assuntos.

Somado as "fake news" temos a falta de profissionalismo e de ética de alguns jornalistas e/ou meios de comunicação.

Os resultados dessa perigosa soma são imensuráveis e imprevisíveis, como já pode ser notado nas ameaças ao mercado cervejeiro artesanal após as novas declarações de Backer. E isso se repete diariamente em todos os espectros, principalmente na política.
 

_Mó_

Well-Known Member
Afiliado
13/11/18
Mensagens
101
Localização
Indaiatuba/SP

_Mó_

Well-Known Member
Afiliado
13/11/18
Mensagens
101
Localização
Indaiatuba/SP
Olá pessoal!

Caso Backer encerrado!

Backer considerada culpada por negligência.

O problema foi um defeito numa solda de tanque de fermentação novo!

A negligência está em utilizar anticongelante tóxico, não seguir a orientação técnica do tanque para não utilizar produtos tóxicos a saúde e em não identificar a contaminação dos lotes, permitindo assim a comercialização.

Importante saber também o fabricante desse tanque.

Ainda não assisti a integra da coletiva da polícia civil:

 

_Mó_

Well-Known Member
Afiliado
13/11/18
Mensagens
101
Localização
Indaiatuba/SP
Olha aí _Mó_ !

Sua idéia foi utilizada com sucesso !

Opa, blz @Tomanik?!

Putz cara, muito trágico! Agora é aguardar a devida indenização às vítimas e familiares! E aguardar a aplicação da Lei aos culpados.

Por favor, transmita os agradecimentos e os parabéns também à equipe que trabalhou na investigação!

Mas então a ideia rolou?! Maravilha!

Que bom que foi encontrado o problema e principalmente, aliviado pro coitado do funcionário que apenas repunha o produto sem ter noção de nada, e indiciados os responsáveis.

Imagina os cuidados desse funcionário sem capacidade técnica no manuseio desses produtos tóxicos?

E outra, pelo volume do fermentador agora da para imaginar o porque de adquirir e misturar os dois produtos, dietileno e monoetileno visando a redução de custos.

E mais, é preciso verificar, mas parece que o número de mortes havia subido para 9 (!!!) e não 6 como cita a matéria. É preciso verificar.

Agora, acreditava no vazamento no resfriador porque imaginava tanques de sei lá, 2 mil, 4 mil litros. Cara, tanque de 18 mil litros!!!

Fala pra mim: uma cervejaria em que apenas um dos tanques tem a capacidade de 18 mil litros, isso é cerveja "artesanal"?!!! Isso é micro cervejaria?!!!

Uma empresa dessas não tem 60, 70 milhões para indenizar as vítimas e as famílias das vítimas fatais?!!!

Esse é o mundo business!
 

Latest posts

Topo