1. We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.
    Fechar Aviso

Black IPA - Alguém tem experiência

Discussão em 'Receitas & ingredientes' iniciado por lpera, 12/6/15.

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

  1. 11/8/15 #21

    thadeupenna

    thadeupenna

    thadeupenna

    Well-Known Member

    Afiliado:
    27/1/14
    Mensagens:
    215
    Curtidas Recebidas:
    59
  2. 20/11/15 #22

    mfwitzel

    mfwitzel

    mfwitzel

    Well-Known Member

    Afiliado:
    23/7/15
    Mensagens:
    70
    Curtidas Recebidas:
    22
    Guenther,
    Estou desenterrando para tirar algumas duvidas qto a sua sugestão de inserir os maltes escuros no final da mosturação de black ipa:
    1) o amido destes maltes não será totalmente convertido em açúcares, confere? não prejudica sabor? neste caso é melhor desconsiderar o teste do iodo?
    2) como faz para prever a densidade (tanto a inicial qto a final)?.... fucei no beersmith mas não vi como simular tempo menor de mostura para uma parte dos maltes usados.
    Muito obrigado!
    Abraço
    Marcelo
     
  3. 21/11/15 #23

    SauloDias

    SauloDias

    SauloDias

    Active Member

    Afiliado:
    23/4/15
    Mensagens:
    27
    Curtidas Recebidas:
    1
    To pensando em usar o chocolate (950 ebu) a partir do mashout ou ja na recirculação, ainda nao decidi. Comprei 200g de cevada torrada pra usar tb (1150 ebu) mas achei forte o aroma. A princípio era 1,5% de cada, o que ia dar uns 250/300g ou mais se achar que nao escurecei o bastante. Alguém ja usou cevada torrada? Nunca brassei cerveja escura e não sei muito sobre os maltes escuros.
     
  4. 24/11/15 #24

    mlutti

    mlutti

    mlutti

    Well-Known Member

    Afiliado:
    11/5/15
    Mensagens:
    62
    Curtidas Recebidas:
    13
    Mfwitzel.

    Esses maltes super tostados como o carafa ou black patent não tem mais amidos e nem açúcares fermentáveis. Estas estruturas moleculares foram carbonizadas no processo de torra. Não será extraído nenhum açúcar fermentável deste malte e portanto não se preocupe com o tempo de mostura.
    Já utilizei dois tipos de processos para as minhas brassagens de BIPA. O primeiro coloquei os grãos somente no início da recirculacao e o segundo fiz uma infusão a frio dos grãos e adicionei a água no início da fervura. O primeiro processo extrai mais cor é um perfil levemente tostado e o segundo fez uma cerveja ligeiramente menos escura, mas com o perfil do tostado imperceptível.

    Abs
     
    mfwitzel e gkruga curtiram isso.
  5. 25/11/15 #25

    mfwitzel

    mfwitzel

    mfwitzel

    Well-Known Member

    Afiliado:
    23/7/15
    Mensagens:
    70
    Curtidas Recebidas:
    22
    Oi mlutti
    Obrigado pelas informações.
    Mas minha dúvida se refere ao fato do software acusar alteração significativa da OG (no meu caso uns 6 ou 7 pontos) se listar estes maltes escuros na receita (pois o software deve considerar mosturação total deles.. e algum poder de conversão eles tem).
    Pelo que estou imaginando, neste caso de usar apenas no final da mostura só para dar cor e um pouco de tostado, então seria melhor nem coloca-los na lista de ingredientes ou se colocar, deixar quantidade zero, para não ter uma previsão errada da OG pelo software... confere?
     
  6. 25/11/15 #26

    mlutti

    mlutti

    mlutti

    Well-Known Member

    Afiliado:
    11/5/15
    Mensagens:
    62
    Curtidas Recebidas:
    13

    Mfwitzel.

    Acabei lendo o meu texto e me expressei errado. Os maltês torrados eles têm sim açúcares não fermentáveis, mas em quantidade menor que os maltês mais claros. Eles vão sim influenciar na OG. Como os açúcares já estão formados e não existe amido, não há necessidade de utilizá-los na mostura. Basta colocá-los no final da mostura ou fazer uma infusão a parte.
    Poder de conversão quem tem são as enzimas e nesse tipo de malte as enzimas já foram degradadas.
    Vc deve sim colocá-los no software e considera los para o cálculo da OG. Porém posso afirmar que esse açúcares não irão se transformar em álcool. Não sei como e se os cálculos dentro do motor da ferramenta fazem ajuste para não fermentáveis no cálculo da FG e ABV.

    ABS
     
    mfwitzel curtiu isso.
  7. 25/11/15 #27

    thadeupenna

    thadeupenna

    thadeupenna

    Well-Known Member

    Afiliado:
    27/1/14
    Mensagens:
    215
    Curtidas Recebidas:
    59
    Se for o Beersmith, tem opção de colocar como não fermentável, basta marcar.
     
    mfwitzel curtiu isso.
  8. 26/11/15 #28

    mlutti

    mlutti

    mlutti

    Well-Known Member

    Afiliado:
    11/5/15
    Mensagens:
    62
    Curtidas Recebidas:
    13
    Thadeupenna. Mesmo que vc coloque como não fermentável no Beersmith. O software não considera a opção no cálculo do ABV e FG, tornando está opção inútil na minha opinião . Testei hj de manhã

    Abs
     
  9. 26/11/15 #29

    thadeupenna

    thadeupenna

    thadeupenna

    Well-Known Member

    Afiliado:
    27/1/14
    Mensagens:
    215
    Curtidas Recebidas:
    59
    Não entendi muito bem o que você quer, mas se preferir tirar a contribuição para OG e ABV, pode colocar o "Yield" como 0 %. Seria isso ?
     
  10. 20/6/19 #30

    MACIERA

    MACIERA

    MACIERA

    Member

    Afiliado:
    2/1/19
    Mensagens:
    13
    Curtidas Recebidas:
    0
    Localização:
    Cruzília
    O que acham de usar malte de trigo torrado (Falccet) na Black IPA? Diz que contribui na cor, sem adstringencia e leve torrado, café e chocolate?
     
  11. 18/8/19 #31

    sepesaraiva

    sepesaraiva

    sepesaraiva

    Well-Known Member

    Afiliado:
    3/8/17
    Mensagens:
    218
    Curtidas Recebidas:
    34
    Eu fiz Black IPA uma unica vez, e ficou bem boa!!
    O que eu fiz foi uma infusão a frio dos maltes torrados. Basicamente peguei uma panela com uns 5L de água na temperatura ambiente, joguei o malte torrado moído, deixei lá de um dia para o outro, e na hora da brassagem filtrei toda essa agua do malte torrado (usei filtro de pano de café e deu um trabalho do caralho, talvez se usasse um saco de voil facilitaria) e joguei junto com o mosto na fervura.
    O resultado foi uma cor bem preta tipo uma stout, mas sem o aroma/sabor de café e torrado. Talvez vc quiser algum aroma torrado vc pode usar uma quantidade bem pequena na mostura, e fazer o que eu fiz com o resto só para ajustar a cor.
    No meu caso eu realmente queria só a cor.
     

Compartilhe esta Página