Quantcast
  • We have implemented the ability to gift someone a Supporting Membership now! When you access the Upgrade page there is now a 'Gift' button. Once you click that you can enter a username to gift an account Upgrade to. Great way to help support this forum plus give some kudos to anyone who has helped you.

Atualização de equipamento

Ajude o Home Brew Talk Brasil:

dimigobbo

Well-Known Member
Afiliado
12/12/14
Mensagens
160
Pessoal, blz?
Após 5 anos com as panelas paradas, resolvi reativar tudo.
A idéia é envasar 20L (calculando perdas no fermentador).
Meu equipamento hoje é:
1 panela n36 (32L totais)- fervura
1 panela menor (sem marcação. Deve ser de 25L). - mostura

Nessa panela 36, consigo ir com 28L de mosto no inicio da fervura e tirar 20L pra DENTRO do fermentador (obviamente aumentaria meu fermentador, que hoje é de 22L).

A idéia é usar essa panela 36 pra mostura e comprar uma maior para fervura. Usando a de 25l para agua de lavagem.
Uso um fogão de cozinha industrial, mas não é de alta pressão. Consigo colocar a panela 36 cheia em fervura em 30min. Não tenho a intenção de alterar isso. A idéia é realmente aumentar a produção um pouco, com segurança.

As perguntas:
1 - Qual panela seria melhor para levar para o fermentador uma quantidade de mosto que eu consiga envasar 20L?
2 - Qual quantidade máxima de malte eu conseguiria utilizar na panela 36 (na menor de 25L eu consegui colocar 5kg de malte + 17L de agua. Ficou no limite)?

Abcs
 

sepesaraiva

Well-Known Member
Afiliado
2/8/17
Mensagens
297
Pessoal, blz?
Após 5 anos com as panelas paradas, resolvi reativar tudo.
A idéia é envasar 20L (calculando perdas no fermentador).
Meu equipamento hoje é:
1 panela n36 (32L totais)- fervura
1 panela menor (sem marcação. Deve ser de 25L). - mostura

Nessa panela 36, consigo ir com 28L de mosto no inicio da fervura e tirar 20L pra DENTRO do fermentador (obviamente aumentaria meu fermentador, que hoje é de 22L).

A idéia é usar essa panela 36 pra mostura e comprar uma maior para fervura. Usando a de 25l para agua de lavagem.
Uso um fogão de cozinha industrial, mas não é de alta pressão. Consigo colocar a panela 36 cheia em fervura em 30min. Não tenho a intenção de alterar isso. A idéia é realmente aumentar a produção um pouco, com segurança.

As perguntas:
1 - Qual panela seria melhor para levar para o fermentador uma quantidade de mosto que eu consiga envasar 20L?
2 - Qual quantidade máxima de malte eu conseguiria utilizar na panela 36 (na menor de 25L eu consegui colocar 5kg de malte + 17L de agua. Ficou no limite)?

Abcs
Cara.. Eu usava uma panela N35 (32L) como single vessel meio gambiarrada e conseguia tirar 20L de cerveja final tranquilo. Com 28-29L pré fervura, passava 22L pro fermentador e tirava 20... Era só ficar esperto pra no começo da fervura não transbordar. E sem medo de passar um pouco de trub tb kkkk
 

dimigobbo

Well-Known Member
Afiliado
12/12/14
Mensagens
160
Falae man, blz?
Só pra situar: comprei esse equipamento usado de uns amigos há 5 anos. Eles aumentaram a produção pra 100L na época e sobrou essas panelas.
A panela n36 (de 32L), eu acho que está com o furo da torneira muito alto e acaba com muito volume morto. Estou pensando em colocar um "pescado" ali, com um cotovelo.
Na última brassagem, levei quase que a panela lotada até a boca (30L) pra fervura e acabei com 20L no fermentador. Estou revendo meu processo também e acho que dá pra levar. Problema será se fizer alguma cerveja com mais malte. Vou ter que usar a panela de 32L pra mostura e vai detonar meu tempo e processo.
Talvez faça uma pra fervura do mesmo tamanho, sem colocar torneira, usando um sifão pra trasfegar pro fermentador. Não sei ainda.
Como é essa single vessel que vc fez?

abcs
 

dimigobbo

Well-Known Member
Afiliado
12/12/14
Mensagens
160
Me pergunto se seria o caso de partir para um moinho de rolos e aposentar o de discos, antes de aumentar a panela.
Será que alguém pode me dar essa luz.

Obs.: não tenho a possibilidade de comprar o malte já moído por não ter como armazenar corretamente. O malte inteiro eu consigo armazenar.
 

Addyson

Well-Known Member
Afiliado
5/11/17
Mensagens
100
Me pergunto se seria o caso de partir para um moinho de rolos e aposentar o de discos, antes de aumentar a panela.
Será que alguém pode me dar essa luz.

Obs.: não tenho a possibilidade de comprar o malte já moído por não ter como armazenar corretamente. O malte inteiro eu consigo armazenar.
Cara, o moinho de rolos está com bom preço hj na homebrewbrazil. Só hj!

Aposenta logo esse de discos aí. Rsrs.

Moinho de rolos é vida!

 

marcelo_r_a

Well-Known Member
Afiliado
7/2/17
Mensagens
129
Me pergunto se seria o caso de partir para um moinho de rolos e aposentar o de discos, antes de aumentar a panela.
Será que alguém pode me dar essa luz.

Obs.: não tenho a possibilidade de comprar o malte já moído por não ter como armazenar corretamente. O malte inteiro eu consigo armazenar.
Boa tarde, @dimigobbo! Mano, o moedor não faz a menor diferença no resultado final da cerveja. O único ganho do moedor de rolo é preservar mais a casca do malte, o que ajuda na recirculação e lavagem.. Para o caseiro, a única diferença é o conforto na hora da moagem. No mais, o moinho de disco consegue uma moagem tão boa quanto o de rolo.
 

dimigobbo

Well-Known Member
Afiliado
12/12/14
Mensagens
160
Decidimos rever os processos, acertar tudo, medir tudo o que conseguir no equipamento antes de fazer qualquer alteração.
O meu problema tem sido com o trub. Acho que não estou sendo paciente o suficiente e acabo perdendo muito no fundo da panela de fervura.
Qualquer dia desses reativo esse tópico. Na hora certa
 

_Mó_

Well-Known Member
Afiliado
13/11/18
Mensagens
167
Localização
Indaiatuba/SP
Pessoal, blz?
Após 5 anos com as panelas paradas, resolvi reativar tudo.
A idéia é envasar 20L (calculando perdas no fermentador).
Meu equipamento hoje é:
1 panela n36 (32L totais)- fervura
1 panela menor (sem marcação. Deve ser de 25L). - mostura

Nessa panela 36, consigo ir com 28L de mosto no inicio da fervura e tirar 20L pra DENTRO do fermentador (obviamente aumentaria meu fermentador, que hoje é de 22L).

A idéia é usar essa panela 36 pra mostura e comprar uma maior para fervura. Usando a de 25l para agua de lavagem.
Uso um fogão de cozinha industrial, mas não é de alta pressão. Consigo colocar a panela 36 cheia em fervura em 30min. Não tenho a intenção de alterar isso. A idéia é realmente aumentar a produção um pouco, com segurança.

As perguntas:
1 - Qual panela seria melhor para levar para o fermentador uma quantidade de mosto que eu consiga envasar 20L?
2 - Qual quantidade máxima de malte eu conseguiria utilizar na panela 36 (na menor de 25L eu consegui colocar 5kg de malte + 17L de agua. Ficou no limite)?

Abcs
Olá @dimigobbo!

Sobre a panela maior, eu utilizava uma 45 (45L) no BIAB e conseguia de cerveja pronta entre 24 e 26 litros, dependendo da receita.

Creio que com esse setup de 25L para água da lavagem e 32L para mash, uma 45L iria bem.

Duas sugestões que dou:

Veja se consegue comprar ou fazer você mesmo um cesto para usar dentro da panela do mash, revestido com o BIAB. Pode ser de tela moeda de inox, pois há o tecido revestindo. Fazer isso da um grande ganho em espaço para mais grãos e grande ganho na eficiência do mash - solubilização de açúcares.

A outra dica é referente ao moedor. Cara, se puder comprar um de dois rolos você irá para outro mundo! Eu usava o de disco tbm, cara, uma eternidade moendo malte e, ele não moe de forma tão uniforme, fica ao mesmo tempo muito pó e muita casca. Utilizar uma furadeira piora ainda mais o resultado. Resumindo, era 1h para moer 10Kg.

Comprei um Bitmalt de dois rolos pequenos e cara, na furadeira levo menos de 10min para moer 10kg.

A moagem é extremamente importante no processo, pois está relacionada a extração de taninos das cascas (muita casca moída), entupimento da recirculação (muito pó) e baixa eficiência do mash (muitos grãos pouco quebrados).

É um investimento que vale muito a pena!

Boas brejas! Saúde!
 

dimigobbo

Well-Known Member
Afiliado
12/12/14
Mensagens
160
Olá @dimigobbo!

Sobre a panela maior, eu utilizava uma 45 (45L) no BIAB e conseguia de cerveja pronta entre 24 e 26 litros, dependendo da receita.

Creio que com esse setup de 25L para água da lavagem e 32L para mash, uma 45L iria bem.

Duas sugestões que dou:

Veja se consegue comprar ou fazer você mesmo um cesto para usar dentro da panela do mash, revestido com o BIAB. Pode ser de tela moeda de inox, pois há o tecido revestindo. Fazer isso da um grande ganho em espaço para mais grãos e grande ganho na eficiência do mash - solubilização de açúcares.

A outra dica é referente ao moedor. Cara, se puder comprar um de dois rolos você irá para outro mundo! Eu usava o de disco tbm, cara, uma eternidade moendo malte e, ele não moe de forma tão uniforme, fica ao mesmo tempo muito pó e muita casca. Utilizar uma furadeira piora ainda mais o resultado. Resumindo, era 1h para moer 10Kg.

Comprei um Bitmalt de dois rolos pequenos e cara, na furadeira levo menos de 10min para moer 10kg.

A moagem é extremamente importante no processo, pois está relacionada a extração de taninos das cascas (muita casca moída), entupimento da recirculação (muito pó) e baixa eficiência do mash (muitos grãos pouco quebrados).

É um investimento que vale muito a pena!

Boas brejas! Saúde!
Boa...

Valeu as dicas mano. To usando o de discos com a furadeira mesmo. Como ficou 5 anos na casa de um amigo e nesse meio tempo ele se mudou de casa, não sei onde foi parar a manivela.

To pensando em comprar um moinho de rolos mesmo para o fim do ano.

Eu cheguei a usar BIAB nessa panela de 32l, mas me dava um trabalhão, uma sujeira danada. Agora eu acertei o mash na panela menor, aqueço a água de lavagem na panela de fervura, transfiro para o fermentador. Depois do mash-out, já transfiro pela bomba pra panela grande (entrando pela valvula) e vou lavando os grãos ao mesmo tempo. Enquanto isso, fogo ligado pra começar a fervura.
Me economizou tempo e consegui dar uma melhorada no rendimento.

Estou com a ideia de não ficar testando um monte de receitas até me acertar com o equipamento que tenho. Pegar uma APA por exemplo e repetir ela melhorando os processos e tudo o mais.

Questão de tempo e repetição.
 

marcelo_r_a

Well-Known Member
Afiliado
7/2/17
Mensagens
129
Olá @dimigobbo!

Sobre a panela maior, eu utilizava uma 45 (45L) no BIAB e conseguia de cerveja pronta entre 24 e 26 litros, dependendo da receita.

Creio que com esse setup de 25L para água da lavagem e 32L para mash, uma 45L iria bem.

Duas sugestões que dou:

Veja se consegue comprar ou fazer você mesmo um cesto para usar dentro da panela do mash, revestido com o BIAB. Pode ser de tela moeda de inox, pois há o tecido revestindo. Fazer isso da um grande ganho em espaço para mais grãos e grande ganho na eficiência do mash - solubilização de açúcares.

A outra dica é referente ao moedor. Cara, se puder comprar um de dois rolos você irá para outro mundo! Eu usava o de disco tbm, cara, uma eternidade moendo malte e, ele não moe de forma tão uniforme, fica ao mesmo tempo muito pó e muita casca. Utilizar uma furadeira piora ainda mais o resultado. Resumindo, era 1h para moer 10Kg.

Comprei um Bitmalt de dois rolos pequenos e cara, na furadeira levo menos de 10min para moer 10kg.

A moagem é extremamente importante no processo, pois está relacionada a extração de taninos das cascas (muita casca moída), entupimento da recirculação (muito pó) e baixa eficiência do mash (muitos grãos pouco quebrados).

É um investimento que vale muito a pena!

Boas brejas! Saúde!
Boa tarde, pessoal.
Eu não estou defendendo que o moinho de disco seja melhor que o de rolos. Não é.

Mas, ele é muito mais barato, e a ideia de que a cerveja caseira sairá melhor com um moinho de rolos é falsa.
É claro que a moagem é muito importante, e deve ser bem feita, mas é importante não misturar as coisas, e criar mitos.

Em um sistema caseiro:
Um moinho de rolos NÃO vai melhorar a eficiência da brassagem.
Um moinho de discos NÃO vai extrair taninos.
Um equipamento bem dimensionado NÃO vai entupir pelo uso de um moinho de discos.
A qualidade da moagem pode sim interferir nessas coisas, mas é possível regular um moinho de discos e ter um resultado excelente.
Se você puder ter um moinho de rolos, ótimo. Mas não é isso que vai mudar sua cerveja.
Quanto ao conforto na hora da moagem, reitero que o de rolos é mais confortável.
Abs.
 

_Mó_

Well-Known Member
Afiliado
13/11/18
Mensagens
167
Localização
Indaiatuba/SP
Boa...

Valeu as dicas mano. To usando o de discos com a furadeira mesmo. Como ficou 5 anos na casa de um amigo e nesse meio tempo ele se mudou de casa, não sei onde foi parar a manivela.

To pensando em comprar um moinho de rolos mesmo para o fim do ano.

Eu cheguei a usar BIAB nessa panela de 32l, mas me dava um trabalhão, uma sujeira danada. Agora eu acertei o mash na panela menor, aqueço a água de lavagem na panela de fervura, transfiro para o fermentador. Depois do mash-out, já transfiro pela bomba pra panela grande (entrando pela valvula) e vou lavando os grãos ao mesmo tempo. Enquanto isso, fogo ligado pra começar a fervura.
Me economizou tempo e consegui dar uma melhorada no rendimento.

Estou com a ideia de não ficar testando um monte de receitas até me acertar com o equipamento que tenho. Pegar uma APA por exemplo e repetir ela melhorando os processos e tudo o mais.

Questão de tempo e repetição.
Cara,

Usei tanto o moinho de disco quanto o BIAB por uns 3 anos hehehehe. Mas vou falar, meu moinho de disco na furadeira não rolou, era muito pó e grão inteiro.

Quando mudei da panela de 45L para de 68L, fiz dessa de 45 um cesto que uso com um tecido Voal dentro e aí comprei o moinho de rolo.

Talvez o @marcelo_r_a tenha interpretado o meu comentário de uma forma que eu não tinha intenção, sobre a moagem, e não moinho.

Mas o importante que comentei é que a moagem é um dos pontos fundamentais do processo, independente do moinho que use.

Com certeza, fazer cerveja é possível de formas bem simples, como BIAB, moinho de disco, sem bomba, sem controle de temperatura e por aí vai.

No meu caso o moinho de rolo foi um bom investimento que recomendo, assim como o cesto no mash.

Mas o bonito dessa coisa todo é justamente cada um fazer sua cerveja e seus processos da forma que bem entende, o que importa é ter cerveja! Hehehehe

Saúde a todxs!
 

marcelo_r_a

Well-Known Member
Afiliado
7/2/17
Mensagens
129
Cara,

Usei tanto o moinho de disco quanto o BIAB por uns 3 anos hehehehe. Mas vou falar, meu moinho de disco na furadeira não rolou, era muito pó e grão inteiro.

Quando mudei da panela de 45L para de 68L, fiz dessa de 45 um cesto que uso com um tecido Voal dentro e aí comprei o moinho de rolo.

Talvez o @marcelo_r_a tenha interpretado o meu comentário de uma forma que eu não tinha intenção, sobre a moagem, e não moinho.

Mas o importante que comentei é que a moagem é um dos pontos fundamentais do processo, independente do moinho que use.

Com certeza, fazer cerveja é possível de formas bem simples, como BIAB, moinho de disco, sem bomba, sem controle de temperatura e por aí vai.

No meu caso o moinho de rolo foi um bom investimento que recomendo, assim como o cesto no mash.

Mas o bonito dessa coisa todo é justamente cada um fazer sua cerveja e seus processos da forma que bem entende, o que importa é ter cerveja! Hehehehe

Saúde a todxs!
Fala @_Mó_ ! Blz, irmão!?
Então, mas eu não entendi errado não. Hehehe. Quando vc diz:

"Com certeza, fazer cerveja é possível de formas bem simples, como BIAB, moinho de disco, sem bomba, sem controle de temperatura e por aí vai."

Você dá a entender uma coisa errada.
BIAB possui uma eficiência baixa. O uso dele ou de um fundo falso, impacta diretamente na cerveja (não que eficiência seja sinônimo de cerveja boa).
Não usar bomba, implica em uma clarificação menor. Impacta diretamente na cerveja.
Não controlar a temperatura (em qualquer fase) altera a atenuação, criação de ésteres, etc. Impacta diretamente na cerveja.
Agora, uso de moinho de disco NÃO impacta no resultado final da cerveja.
Esse é o ponto chave aqui, e que pode levar a confusão.

Você pode dizer que tinha dificuldades pra regular seu moinho, que com ele vc demorava muito, sujava, cansava, etc.
Mas é muito diferente pra você comparar com controle de temperatura. É comparar a sua experiência subjetiva com um elemento concreto.
O moedor de disco faz o trabalho, e é possível ter controle da moagem com ele. Ele não é tão bom quanto o de rolos, mas chega no mesmo resultado (em sistemas caseiros). Tem gente que vai gostar, tem gente que não. Mas aí é outra história.
Abs.
 
Última edição:

marcelo_r_a

Well-Known Member
Afiliado
7/2/17
Mensagens
129
Pessoal, só estou batendo nessa tecla pq entendo que o cervejeiro caseiro está sempre escolhendo entre comprar uma coisa ou outra. Sempre tem algo caro pra ser comprado, e poucos podem ter tudo. Eu compraria várias outras paradas antes de um moinho de rolos...
Por exemplo:
"Me pergunto se seria o caso de partir para um moinho de rolos e aposentar o de discos, antes de aumentar a panela."
Eu não tenho dúvidas de que é mais importante ter as panelas corretamente dimensionadas do que mudar de moinho.
A não ser, é claro, no caso da pessoa não estar conseguindo moer com o de discos. E não tem nada de errado em não se adaptar a determinado equipamento...
 

dimigobbo

Well-Known Member
Afiliado
12/12/14
Mensagens
160
É bem isso que o Marcelo falou: o orçamento é um dos problemas.
Mas vou continuar com o equipamento como está até conseguir repetir (com certa segurança) 1 receita. Meu problema realmente está em acertar o equipamento.
Vou medir a panela de 32L de novo (volume morto, evaporação e tal), mas 1 coisa é certa: a menor (provavelmente 25L) é pequena pra mostura. Se for fazer a regra de 3L de água/kg malte, usando 5kg a panela já fica quase no limite depois de colocar os grãos.
Nem que eu compre outra panela de 32L ou uma 38. Quero ter segurança para mostura e tranquilidade pra ferver.
 

Ederaldo Kuller da Rocha

Well-Known Member
Afiliado
12/2/20
Mensagens
58
Localização
Curitiba
É bem isso que o Marcelo falou: o orçamento é um dos problemas.
Mas vou continuar com o equipamento como está até conseguir repetir (com certa segurança) 1 receita. Meu problema realmente está em acertar o equipamento.
Vou medir a panela de 32L de novo (volume morto, evaporação e tal), mas 1 coisa é certa: a menor (provavelmente 25L) é pequena pra mostura. Se for fazer a regra de 3L de água/kg malte, usando 5kg a panela já fica quase no limite depois de colocar os grãos.
Nem que eu compre outra panela de 32L ou uma 38. Quero ter segurança para mostura e tranquilidade pra ferver.
Use uma de 32 dentro de uma de 38 ou 40L, de u tenho uma de 22 dentro de uma de 40, mas a panela da certo, mas deveria ter usado uma de 32 dentro, iria ficar bem certinha, essa é uma dica q eu queria ter recebido antes.. até pra mexer o malte é melhor quando a panela de dentro é mais justa, q de 22 fica batendo pra lá e pra cá..
 

_Mó_

Well-Known Member
Afiliado
13/11/18
Mensagens
167
Localização
Indaiatuba/SP
Fala @_Mó_ ! Blz, irmão!?
Então, mas eu não entendi errado não. Hehehe. Quando vc diz:

"Com certeza, fazer cerveja é possível de formas bem simples, como BIAB, moinho de disco, sem bomba, sem controle de temperatura e por aí vai."

Você dá a entender uma coisa errada.
BIAB possui uma eficiência baixa. O uso dele ou de um fundo falso, impacta diretamente na cerveja (não que eficiência seja sinônimo de cerveja boa).
Não usar bomba, implica em uma clarificação menor. Impacta diretamente na cerveja.
Não controlar a temperatura (em qualquer fase) altera a atenuação, criação de ésteres, etc. Impacta diretamente na cerveja.
Agora, uso de moinho de disco NÃO impacta no resultado final da cerveja.
Esse é o ponto chave aqui, e que pode levar a confusão.

Você pode dizer que tinha dificuldades pra regular seu moinho, que com ele vc demorava muito, sujava, cansava, etc.
Mas é muito diferente pra você comparar com controle de temperatura. É comparar a sua experiência subjetiva com um elemento concreto.
O moedor de disco faz o trabalho, e é possível ter controle da moagem com ele. Ele não é tão bom quanto o de rolos, mas chega no mesmo resultado (em sistemas caseiros). Tem gente que vai gostar, tem gente que não. Mas aí é outra história.
Abs.
Blz @marcelo_r_a!

Cara, me desculpe voltar no assunto mas vejo muita incoerência de sua parte para concluir coisas que eu não disse e que levam a distorção das informações. Se você simplesmente dissesse tudo isso sem relacionar ao que EU disse, nem iria responder.

Mas vamos lá, revendo minha frase:

"Com certeza, fazer cerveja é possível de formas bem simples, como BIAB, moinho de disco, sem bomba, sem controle de temperatura e por aí vai".

Reafirmo o que disse na frase acima.

...

Vou apontar todas as suas interpretações e conclusões que, baseado nas informações que passei não fazem o menor sentido.

Sua primeira conclusão foi:

"Você dá a entender uma coisa errada."

Releia minha afirmação, por favor:

"Com certeza, fazer cerveja é possível de formas bem simples, como BIAB, moinho de disco, sem bomba, sem controle de temperatura e por aí vai".

Pergunto: o que tem de errado na minha afirmação?

Quem aqui no grupo já não produziu cerveja nessas condições? Aposto que vários!

Eu só tinha a bomba de diferente, mais nada. Fiz muitas cervejas boas.

...

Continuando com sua interpretação:

"BIAB possui uma eficiência baixa. O uso dele ou de um fundo falso, impacta diretamente na cerveja (não que eficiência seja sinônimo de cerveja boa)".

Uma conclusão sua que eu não tenho nada a ver com ela. Inclusive não entendi nada.

Única coisa que eu disse é que é possível fazer cerveja com BIAB e eu usei por 3 anos!

...

"Não usar bomba, implica em uma clarificação menor. Impacta diretamente na cerveja".

Outra conclusão sua sem nenhuma relação com minha frase.

O que reafirmo é que é possível fazer cerveja sem bomba de recirculação. Se fica melhor ou pior é uma interpretação sua.

Além do mais, discordo de você, pois tenho amigos que já fizeram várias e boas!

...

"Não controlar a temperatura (em qualquer fase) altera a atenuação, criação de ésteres, etc. Impacta diretamente na cerveja".

Qualquer iniciante por mais cabaço que seja, sabe que o mash depende obrigatoriamente do controle de temperatura.

Isso é tão factual que ninguém nem discute sobre isso. É óbvio que quando nos referimos a "sem controle de temperatura", sempre em qualquer conversa, nos referimos a fermentação.

Já fiz muitas cervejas por 3 anos sem controle de temperatura de fermentação! Boas, médias e ruins.

Pergunto: quem aqui já não fez cerveja sem controlar a temperatura de fermentação?

...

"Agora, uso de moinho de disco NÃO impacta no resultado final da cerveja.
Esse é o ponto chave aqui, e que pode levar a confusão"
.

Outra conclusão sua sem nenhuma relação com minhas afirmações.

A confusão está na sua interpretação.

Segue o que eu disse por duas vezes e reafirmo sobre a MOAGEM e não MOINHO.

1ª: "A moagem é extremamente importante no processo, pois está relacionada a extração de taninos das cascas (muita casca moída), entupimento da recirculação (muito pó) e baixa eficiência do mash (muitos grãos pouco quebrados)".

2ª: Mas o importante que comentei é que a moagem é um dos pontos fundamentais do processo, independente do moinho que use.

Pergunto: qual a informação sobre a MOAGEM que não é verdadeira? A MOAGEM impacta na cerveja, o moinho não!

...

"Você pode dizer que tinha dificuldades pra regular seu moinho, que com ele vc demorava muito, sujava, cansava, etc".

Foi exatamente o que eu relatei baseado em minha experiência duas vezes:

1ª: Eu usava o de disco tbm, cara, uma eternidade moendo malte e, ele não moe de forma tão uniforme, fica ao mesmo tempo muito pó e muita casca. Utilizar uma furadeira piora ainda mais o resultado. Resumindo, era 1h para moer 10Kg.

2ª: Usei tanto o moinho de disco quanto o BIAB por uns 3 anos hehehehe. Mas vou falar, meu moinho de disco na furadeira não rolou, era muito pó e grão inteiro.

...

"Mas é muito diferente pra você comparar com controle de temperatura. É comparar a sua experiência subjetiva com um elemento concreto".

Cara, releia o que eu disse acima! De onde tirou essa conclusão de comparação?

Me desculpe, mas está colocando muitos entendimentos e muitas palavras equivocadas na minha digitação! hehehehe

Onde você buscou essas comparação? Dificuldade de regular moinho versos temperatura??? hehehehe

Quero tomar da sua breja também! A parada é boa! hehehehe

...

"O moedor de disco faz o trabalho, e é possível ter controle da moagem com ele. Ele não é tão bom quanto o de rolos, mas chega no mesmo resultado (em sistemas caseiros)".

Presta atenção na sua frase final... essa frase tem o mesmo sentido do que eu disse baseado na minha experiência, de que o moinho de rolo é melhor. Ele é mais preciso.

Sendo mais específico, a moagem a rolo é superior por esmagar o grão, enquanto que o disco tritura o grão.

Cara, de boa, só fiquei meio preocupado porque suas conclusões mudaram completamente o contexto do que eu havia digitado.

Vamo que vamo que temos muita breja pra fazer!

Seja no processo que for, como sempre digo, o importante é ter cerveja!

Saúde!
 
Última edição:

marcelo_r_a

Well-Known Member
Afiliado
7/2/17
Mensagens
129
Blz @marcelo_r_a!

Cara, me desculpe voltar no assunto mas vejo muita incoerência de sua parte para concluir coisas que eu não disse e que levam a distorção das informações. Se você simplesmente dissesse tudo isso sem relacionar ao que EU disse, nem iria responder.

Mas vamos lá, revendo minha frase:

"Com certeza, fazer cerveja é possível de formas bem simples, como BIAB, moinho de disco, sem bomba, sem controle de temperatura e por aí vai".

Reafirmo o que disse na frase acima.

...

Vou apontar todas as suas interpretações e conclusões que, baseado nas informações que passei não fazem o menor sentido.

Sua primeira conclusão foi:

"Você dá a entender uma coisa errada."

Releia minha afirmação, por favor:

"Com certeza, fazer cerveja é possível de formas bem simples, como BIAB, moinho de disco, sem bomba, sem controle de temperatura e por aí vai".

Pergunto: o que tem de errado na minha afirmação?

Quem aqui no grupo já não produziu cerveja nessas condições? Aposto que vários!

Eu só tinha a bomba de diferente, mais nada. Fiz muitas cervejas boas.

...

Continuando com sua interpretação:

"BIAB possui uma eficiência baixa. O uso dele ou de um fundo falso, impacta diretamente na cerveja (não que eficiência seja sinônimo de cerveja boa)".

Uma conclusão sua que eu não tenho nada a ver com ela. Inclusive não entendi nada.

Única coisa que eu disse é que é possível fazer cerveja com BIAB e eu usei por 3 anos!

...

"Não usar bomba, implica em uma clarificação menor. Impacta diretamente na cerveja".

Outra conclusão sua sem nenhuma relação com minha frase.

O que reafirmo é que é possível fazer cerveja sem bomba de recirculação. Se fica melhor ou pior é uma interpretação sua.

Além do mais, discordo de você, pois tenho amigos que já fizeram várias e boas!

...

"Não controlar a temperatura (em qualquer fase) altera a atenuação, criação de ésteres, etc. Impacta diretamente na cerveja".

Qualquer iniciante por mais cabaço que seja, sabe que o mash depende obrigatoriamente do controle de temperatura.

Isso é tão factual que ninguém nem discute sobre isso. É óbvio que quando nos referimos a "sem controle de temperatura", sempre em qualquer conversa, nos referimos a fermentação.

Já fiz muitas cervejas por 3 anos sem controle de temperatura de fermentação! Boas, médias e ruins.

Pergunto: quem aqui já não fez cerveja sem controlar a temperatura de fermentação?

...

"Agora, uso de moinho de disco NÃO impacta no resultado final da cerveja.
Esse é o ponto chave aqui, e que pode levar a confusão"
.

Outra conclusão sua sem nenhuma relação com minhas afirmações.

A confusão está na sua interpretação.

Segue o que eu disse por duas vezes e reafirmo sobre a MOAGEM e não MOINHO.

1ª: "A moagem é extremamente importante no processo, pois está relacionada a extração de taninos das cascas (muita casca moída), entupimento da recirculação (muito pó) e baixa eficiência do mash (muitos grãos pouco quebrados)".

2ª: Mas o importante que comentei é que a moagem é um dos pontos fundamentais do processo, independente do moinho que use.

Pergunto: qual a informação sobre a MOAGEM que não é verdadeira? A MOAGEM impacta na cerveja, o moinho não!

...

"Você pode dizer que tinha dificuldades pra regular seu moinho, que com ele vc demorava muito, sujava, cansava, etc".

Foi exatamente o que eu relatei baseado em minha experiência duas vezes:

1ª: Eu usava o de disco tbm, cara, uma eternidade moendo malte e, ele não moe de forma tão uniforme, fica ao mesmo tempo muito pó e muita casca. Utilizar uma furadeira piora ainda mais o resultado. Resumindo, era 1h para moer 10K
g.

2ª: Usei tanto o moinho de disco quanto o BIAB por uns 3 anos hehehehe. Mas vou falar, meu moinho de disco na furadeira não rolou, era muito pó e grão inteiro.

...

"Mas é muito diferente pra você comparar com controle de temperatura. É comparar a sua experiência subjetiva com um elemento concreto".

Cara, releia o que eu disse acima! De onde tirou essa conclusão de comparação?

Me desculpe, mas está colocando muitos entendimentos e muitas palavras equivocadas na minha digitação! hehehehe

Onde você buscou essas comparação? Dificuldade de regular moinho versos temperatura??? hehehehe

Quero tomar da sua breja também! A parada é boa! hehehehe

...

"O moedor de disco faz o trabalho, e é possível ter controle da moagem com ele. Ele não é tão bom quanto o de rolos, mas chega no mesmo resultado (em sistemas caseiros)".

Presta atenção na sua frase final... essa frase tem o mesmo sentido do que eu disse baseado na minha experiência, de que o moinho de rolo é melhor. Ele é mais preciso.

Sendo mais específico, a moagem a rolo é superior por esmagar o grão, enquanto que o disco tritura o grão.

Cara, de boa, só fiquei meio chateado porque suas conclusões mudaram completamente o contexto do que eu havia digitado.

Vamo que vamo que temos muita breja pra fazer!

Seja no processo que for, como sempre digo, o importante é ter cerveja!

Saúde!
Que isso irmão?! Não fica chateado não, que a minha intenção de modo algum é essa. Mas como estamos em um forum, e há um colega pedindo opiniões sobre como prosseguir com compra de equipamento, estou dando a minha. Que não vale mais que a sua. Cada um vai ler nossa opinião e decidir o que vai fazer da própria vida. Não leve pro pessoal.

Sobre a parte que vc não entendeu da minha crítica à sua opinião, te explico pra não ficar um mal entendido.

Vc diz:
"Eu usava o de disco tbm, cara, uma eternidade moendo malte e, ele não moe de forma tão uniforme, fica ao mesmo tempo muito pó e muita casca. Utilizar uma furadeira piora ainda mais o resultado. Resumindo, era 1h para moer 10K"

Bom, é exatamente assim que o colega faz. E vc diz que a furadeira PIORA O RESULTADO. E ele nem sabe cade a manivela...

Na sequência do seu post vc elenca os malefícios de uma moagem ruim...

A relação entre os malefícios da moagem ruim e o uso do moinho de disco, que ainda piora com furadeira, realmente não é direta no seu post. Vc não diz que teve ganho de eficiência com ele, nem que resolveu problema com taninos, ou com entupimentos. Mas como vc encadeia essas duas proposições num mesmo post, passa esse entendimento.
Entendeu? Quando vc coloca duas coisas juntas num mesmo texto vc está obrigatoriamente relacionando as duas. Quem lê não tem como saber que suas considerações sobre moagem não tem relação com suas considerações sobre moinhos. Se vc diz que moinho de disco é ruim, e na sequência diz que moagem ruim gera tanino, entupimento, e baixa eficiência, vc está sim dizendo que moinhos de disco geram essas coisas. É um silogismo simples.

Mano, o cara perguntou sobre moinho, e não moagem. Ele não reclamou da própria moagem. Ele perguntou se comprava um moinho antes da panela, e a sua resposta leva ao entendimento de que o uso do moinho de discos é ruim pra cerveja. E Isso não é verdade. A não ser que a pessoa tenha dificuldade de usar o moinho de disco.
Essa é a única razão de eu ter dito algo sobre seu post.
Blz?!

Depois vc diz:
"Com certeza, fazer cerveja é possível de formas bem simples, como BIAB, moinho de disco, sem bomba, sem controle de temperatura e por aí vai".

E essa frase é ainda mais problematica que seu primeiro post.
Quando vc diz que existem formas mais simples de se fazer cerveja, e coloca na mesma frase, separado por vírgulas, o uso de bomba, de BIAB, controle de temperatura, e o uso de um moinho de discos, aí mesmo que dá a entender que o cara TEM que trocar de moinho.... Pq você esta colocando coisas completamente diferentes em uma mesma categoria. Segundo sua frase, esses 4 elementos são formas mais simples de fazer cerveja. Isso tá errado.
Usar moinho de disco NÃO é uma forma mais simples de fazer cerveja. E diferente das outras 3 coisas que vc citou NÃO tem impacto direto na cerveja.
Entendeu?! Tu tá colocando coisas de importância completamente diferente no mesmo balaio, e a pessoa que ta começando, e lendo seu post, não vai saber disso.
Pra pessoa que lê seu post, fica o entendimento errado de que o moedor é mais importante do que é, pq vc mistura coisas muito díspares na mesma frase. 3 interferem pra caramba na cerveja e 1 não.
Po, BIAB consegue em média 10% menos de eficiência que um fundo falso, recircular o mosto com uma bomba interfere pra caramba na clarificação da cerveja, viscosidade, etc..., e controle de temperatura é o controle mais importante do processo todo.
E o moinho muda o que na cerveja? NADA. Quanto que ganha de eficiência com um moinho de rolos? ZERO. O que que muda nas características organolépticas da cerveja? NADA.

Entendeu porque eu comparei os elementos que vc encadeou na mesma frase? Dos 4 elementos, 3 mudam completamente a cerveja e 1 não.
Senão o cara lê seu post e pensa: vou dar uma moral na minha breja comprando esse moinho de 600 pila. Deixa de comprar outra coisa importante, e a breja não muda nada...

O que tentei te explicar, e parece que vc entendeu menos ainda, debochou, e ainda ficou chateado comigo, é que vc pode pensar em duas categorias pra decidir sobre a compra ou não de um equipamento. Pq tem as coisas que afetam diretamente o resultado final, e as que não.
E isso é importante pra quem procura uma informação aqui pq grana é um limitador.
Ficou claro, irmão? Sem ressentimentos?
Quanto a tomar minha breja, mano, seria um prazer!
Abs.
 

_Mó_

Well-Known Member
Afiliado
13/11/18
Mensagens
167
Localização
Indaiatuba/SP
Que isso irmão?! Não fica chateado não, que a minha intenção de modo algum é essa. Mas como estamos em um forum, e há um colega pedindo opiniões sobre como prosseguir com compra de equipamento, estou dando a minha. Que não vale mais que a sua. Cada um vai ler nossa opinião e decidir o que vai fazer da própria vida. Não leve pro pessoal.
Hehehehe

Cara, absolutamente nada pessoal! Hehehehe

Mas você continua misturando informações e tirando conclusões infundadas.

Como estou com tempo, vamos lá, vou colocar no seu próprio texto em negrito.

"Que isso irmão?! Não fica chateado não, que a minha intenção de modo algum é essa. Mas como estamos em um forum, e há um colega pedindo opiniões sobre como prosseguir com compra de equipamento, estou dando a minha. Que não vale mais que a sua. Cada um vai ler nossa opinião e decidir o que vai fazer da própria vida. Não leve pro pessoal.

Sobre a parte que vc não entendeu da minha crítica à sua opinião, te explico pra não ficar um mal entendido.

Vc diz:
"Eu usava o de disco tbm, cara, uma eternidade moendo malte e, ele não moe de forma tão uniforme, fica ao mesmo tempo muito pó e muita casca. Utilizar uma furadeira piora ainda mais o resultado. Resumindo, era 1h para moer 10K"

Bom, é exatamente assim que o colega faz. E vc diz que a furadeira PIORA O RESULTADO. E ele nem sabe cade a manivela...

Sim, e depois comentei com ele sobre a minha experiência com o meu moedor de disco, que isso não dava certo. Ponto, eu e ele nos entendemos. O uso da furadeira com ele funciona, mas como comigo não funcionou. Na conversa com ele essa questão encerrou-se. Simples assim. Você que foi buscar coisas diferentes em pontos diferentes e tirou conclusões fora do contexto.

Na sequência do seu post vc elenca os malefícios de uma moagem ruim...

A relação entre os malefícios da moagem ruim e o uso do moinho de disco, que ainda piora com furadeira, realmente não é direta no seu post. Não. Exatamente porque não tem relação uma coisa com outra na forma como expliquei. Até por isso estão separados e não diretos. Foi você quem ligou uma coisa e outra e tirou essas conclusões de que o problema era o moinho. Vc não diz que teve ganho de eficiência com ele, nem que resolveu problema com taninos, ou com entupimentos. Não disse mesmo, porque nesse ponto não falava de minha experiência, eu falava de um fato que é concreto no processo cervejeiro. Importante frisar aqui que quando digo "está relacionado" com esses fatores, é totalmente diferente que dizer "certamente ocorrerão" esses fatores. Mas na minha experiência não tive mais problemas nem de entupimento nem de baixa eficiência com a troca do moinho. Mas como vc encadeia essas duas proposições num mesmo post, passa esse entendimento.
Entendeu? Quando vc coloca duas coisas juntas num mesmo texto vc está obrigatoriamente relacionando as duas. Absolutamente, não. Por isso estão em frases, tempos e contextos distintos, um sobre moedor e outro sobre moagem. Você faz malabarismo de texto para concluir isso. Quem lê não tem como saber que suas considerações sobre moagem não tem relação com suas considerações sobre moinhos. Tem sim, pois estão abordados no texto de formas separadas e distintas, conforme explicado acima. Se vc diz que moinho de disco é ruim em nenhum momento digo que é ruim, apenas sugiro o investimento no de rolos, que na minha experiência, conforme relatei, foi bem melhor, e na sequência diz que moagem ruim gera tanino, entupimento, e baixa eficiência, vc está sim dizendo que moinhos de disco geram essas coisas absolutamente não, pois está explícita a separação textual onde trato cada um dos assuntos de forma distinta. É um silogismo simples. Depende. Se pular uma frase, alterar contextos e pontuações, pode ser.

Mano, o cara perguntou sobre moinho, e não moagem. Ele não reclamou da própria moagem. Ele perguntou se comprava um moinho antes da panela, e a sua resposta leva ao entendimento de que o uso do moinho de discos é ruim pra cerveja. Eu sugeri 1: uma panela de 45L, baseado na minha experiência; 2: o investimento no moinho baseado na minha experiência. Cabe a ele tirar as conclusões dele, como ele bem explicou na resposta. Perfeito, nos entendemos e acho que ele está correto quanto a repetir as receitas. E Isso não é verdade. A não ser que a pessoa tenha dificuldade de usar o moinho de disco. Ou o simples fato de um outro modelo de moinho ser melhor, mesmo que seja outro de disco.
Essa é a única razão de eu ter dito algo sobre seu post.
Blz?!

Depois vc diz:
"Com certeza, fazer cerveja é possível de formas bem simples, como BIAB, moinho de disco, sem bomba, sem controle de temperatura e por aí vai".

E essa frase é ainda mais problematica que seu primeiro post.
Quando vc diz que existem formas mais simples de se fazer cerveja, e coloca na mesma frase, separado por vírgulas, o uso de bomba, de BIAB, controle de temperatura, e o uso de um moinho de discos, aí mesmo que dá a entender que o cara TEM que trocar de moinho.... Absolutamente não!!! Eu fiz uma afirmação: é possível fazer cerveja usando moinho de disco!!! É uma afirmação! E ainda explico que fiz cerveja por 3 anos com moinho de disco! Pq você esta colocando coisas completamente diferentes em uma mesma categoria. Segundo sua frase, esses 4 elementos são formas mais simples de fazer cerveja. Isso tá errado. Frases possuem contextos dentro delas mesmas. Essa frase não é um "curso completo de cerveja com baixo investimento"! Cito superficialmente exemplos que envolvem a produção, com equipamentos e processos mais simples, sim, utilizados por muitos de nós. Como já disse, eu usei por 3 anos.
Usar moinho de disco NÃO é uma forma mais simples de fazer cerveja. Olha, se dentro do processo de produção o moinho não for o mais simples, restam três opções: pilão, pagar mais caro em brewshop ou liquidificador. E diferente das outras 3 coisas que vc citou NÃO tem impacto direto na cerveja. O moinho não. A moagem é importantíssima a tratada com seriedade nas literaturas (como alguns dizem hehehehe).
Entendeu?! Tu tá colocando coisas de importância completamente diferente no mesmo balaio, e a pessoa que ta começando, e lendo seu post, não vai saber disso. Fiz todas essas argumentações justamente por entender que você tirou tudo do contexto e levou para conclusões confusas que não condizem com o que escrevi. Inclusive a quem respondi no fórum chegamos a um entendimento mútuo. Tanto é que respondo aqui, a você e não a ele.
Pra pessoa que lê seu post, fica o entendimento errado de que o moedor é mais importante do que é, pq vc mistura coisas muito díspares na mesma frase. 3 interferem pra caramba na cerveja e 1 não.
Po, BIAB consegue em média 10% menos de eficiência que um fundo falso, recircular o mosto com uma bomba interfere pra caramba na clarificação da cerveja, viscosidade, etc..., e controle de temperatura é o controle mais importante do processo todo. E o que isso tem a ver com o contexto da minha frase? Faço uma afirmação pra ele: é possível fazer cerveja com todas essas paradas mais simples, inclusive com o moedor de disco! Ponto. Por que você foi enfiar no meio do meu texto, fundo falso, recircular com bomba fica melhor, viscosidade...? Você que está complicando tudo! É uma frase curta que no contexto dela diz: sim, é possível fazer cerveja com um processo simples, incluso aí o moedor de disco. Ponto. Você enfiou um monte de coisa que não tem nada a ver com o contexto.
E o moinho muda o que na cerveja? NADA. Quanto que ganha de eficiência com um moinho de rolos? ZERO. O que que muda nas características organolépticas da cerveja? NADA. E o que isso tem a ver com o que eu disse sobre o moinho? NADA! É você de novo enfiando coisas e complicando. Eu não estou falando disso! Disse e repito, muda no processo - moagem mais precisa e rápida. Ponto.

Entendeu porque eu comparei os elementos que vc encadeou na mesma frase? Dos 4 elementos, 3 mudam completamente a cerveja e 1 não. Impossível entender porque você relacionou um monte de coisas que estavam em tempos e contextos distintos.
Senão o cara lê seu post e pensa: vou dar uma moral na minha breja comprando esse moinho de 600 pila. Deixa de comprar outra coisa importante, e a breja não muda nada... Espero sinceramente, que ao ler sobre a importância da moagem, vá buscar informações sobre moagem, e não comprar moinho.

O que tentei te explicar, e parece que vc entendeu menos ainda, debochou, e ainda ficou chateado comigo, é que vc pode pensar em duas categorias pra decidir sobre a compra ou não de um equipamento. Pq tem as coisas que afetam diretamente o resultado final, e as que não. Sinceramente, se essa foi sua intenção, considero que só complicou, se não, não estaria aqui. Não tenho problema algum em rever coisas que disse e até fazer correções, como já aconteceu, mas não é o caso aqui.
E isso é importante pra quem procura uma informação aqui pq grana é um limitador. Sim, por isso fiz cerveja por 3 anos no BIAB, moedor de disco, sem controle de temperatura (de fermentação), com bomba mas assim, bem simples e barato.
Ficou claro, irmão? Sem ressentimentos? Cara, não tenha dúvidas quanto ao sem ressentimentos! Jamais considero algo assim como pessoal. Essa é a função dos fóruns: buscas, ajudas, discussões mas acima de tudo trocas e aprendizados. Podemos não concordar com tudo hehehehe mas isso também faz parte!
Quanto a tomar minha breja, mano, seria um prazer!
Firmeza cara! Estamos juntos aí nas brejas! Saúde!
Abs.
 

Ederaldo Kuller da Rocha

Well-Known Member
Afiliado
12/2/20
Mensagens
58
Localização
Curitiba
Me pergunto se seria o caso de partir para um moinho de rolos e aposentar o de discos, antes de aumentar a panela.
Será que alguém pode me dar essa luz.

Obs.: não tenho a possibilidade de comprar o malte já moído por não ter como armazenar corretamente. O malte inteiro eu consigo armazenar.
Viu, tenho um moinho de rolos novo, nunca usado, ele é um kit, vem em uma base parafusada em uma tampa com balde de 20L, o moinho é em inox da Ezbrew... Se quiser te vendo o kit por 500 pila!!! Aí vc fica com um moinho para toda a vida!
 

dimigobbo

Well-Known Member
Afiliado
12/12/14
Mensagens
160
Viu, tenho um moinho de rolos novo, nunca usado, ele é um kit, vem em uma base parafusada em uma tampa com balde de 20L, o moinho é em inox da Ezbrew... Se quiser te vendo o kit por 500 pila!!! Aí vc fica com um moinho para toda a vida!
Vlw ae man, mas não vou comprar o moinho agora.

Medi a panela pequena que eu tenho e ela tem 30cm (bem grosseiramente) de raio no fundo. Isso dá uma panela de 20L e me limita muito na hora da mostura.
Vou melhorar as panelas primeiro, pra conseguir ter mais tranquilidade tanto pra mostura quanto pra fervura e depois invisto num moinho.

A idéia vai ser realmente pegar uma de 38L pra fervura e deixar a de 32L pra mostura. Montar um fundo falso nela e manter assim.
Pra esse ano não faço mais nenhuma leva, mas janeiro já começo melhorando isso.

Vale lembrar que a dificuldade das panelas eu já senti 5 anos atrás, mas não lembrava que esse era uma das minhas reclamações.

Abcs
 

Latest posts

Topo